Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior is published by RAIES, the Brazilian Network for Institutional Evaluation of Higher Education, in partnership with the University of Campinas (UNICAMP) and the University of Sorocaba (Uniso). It is a journal committed to the diffusion, exchange and debate of ideas and themes of interest to the academic community. Its priority is to publish papers that address issues related to the institutional evaluation of higher education and to higher education and science and technology policies, in Portuguese, English or Spanish.

News

The Globethics.net library contains articles of Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior as of vol. 12(2007) to current.

Recent Submissions

  • The pursuit of prestige: the distribution of talented students in Chile's universities

    Wörner,Carlos H. (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2011-07-01)
    Prestige is a valued capital for academic institutions.Althoughit isdifficult to measure itorevento establish its components, there are no doubts that a talented corpus of students is one of the assets ofhigher education institutions. For students'admission inChilean universities,anationalgrading system is used and therefore, universities compete in capturing the best students. In addition, there are state financed subsidies associated to this attribute. The use of this financial transfer indicator as a mean to measure this portion of academic "wealth" of the institutions is proposed. By using the well known Gini index, its distribution is analyzed. For the sake of comparison, we also propose the use of another "wealth" indicator based on the official results of a national accreditation process. The results show a clearly biased system measured by the two before mentioned parameters with no significant correlation within them. Possible causes for this behavior are discussed.
  • Avaliação Institucional em uma universidade pública brasileira multicâmpus: processos e desafios na qualificação da gestão

    Carvalho,Hilda Alberton de; Oliveira,Oséias Santos de; Lima,Isaura Alberton de (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: O artigo objetiva refletir sobre os processos que compõem a avaliação institucional de uma universidade multicâmpus e suas contribuições na melhoria da gestão. A pesquisa, de natureza qualitativa, tem sua abordagem centrada em um estudo de caso com foco em uma IES pública situada no Estado do Paraná/Brasil. O estudo parte das ações adotadas pela instituição no atendimento da legislação bem como de suas políticas internas de avaliação e os desdobramentos na gestão. As reflexões se pautam em uma análise documental com base na legislação nacional e nos documentos da universidade como o Relatório de Gestão e o Relatório de Autoavaliação Institucional, dentre outros, sendo essas associadas a uma pesquisa participante. As práticas avaliativas instituídas nos treze câmpus da IES permitem as seguintes conclusões: a) mudanças e inovações fazem parte da sociedade e a universidade atua como indutora dessas inovações, por meio do ensino, da pesquisa, da extensão e da gestão; b) vencer o desafio de crescer quantitativamente e qualitativamente passa pela definição de indicadores e de processos avaliativos consistentes; c) os progressos em torno da avaliação institucional possibilitam a melhoria da gestão universitária. Uma IES tecnológica com estrutura multicâmpus enfrenta desafios constantes que exigem decisões coletivas, planejamento e reorganização para que os objetivos da avaliação institucional sejam alcançados, em sintonia entre o macro contexto da universidade e as questões locais/regionais.
  • Crescimento da atividade científica nas universidades federais brasileiras: análise por áreas temáticas

    Souza,Cláudia Daniele de; Filippo,Daniela De; Casado,Elías Sanz (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: Brasil tem experimentado um crescimento científico bastante notável e o desenvolvimento do sistema público de ensino superior, sustentado principalmente pelos Programas de Pós-Graduação, desempenha um papel central. Diversas políticas públicas para promover o crescimento, a qualidade e a internacionalização das universidades tiveram um impacto evidente no sistema científico. Propõe-se descrever e analisar de que maneira tais políticas afetaram o crescimento em diferentes áreas temáticas. Considera-se como indicadores de insumos o número de alunos matriculados e professores doutores vinculados a Programas de Pós-Graduação, extraídos do sistema GeoCapes e como saída, as publicações científicas do Brasil indexadas na base de dados internacional Web of Science. Examinou-se o período 2004-2012, com foco do estudo centrando-se no caso das universidades federais brasileiras. Através de indicadores bibliométricos e estatísticos observou-se que os novos critérios de avaliação de professores e universidades têm modificado o perfil da atividade tradicional de disciplinas científicas, o que resulta particularmente evidente em áreas como Ciências Humanas e Sociais.
  • Indicadores educacionais no Ensino Superior Brasileiro: possíveis articulações entre desempenho e características do alunado

    Oliveira,Anandra Santos Ribeiro de; Silva,Ivair Ramos (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: A discussão sobre aproveitamento escolar e sua relação com a origem social é investigada pela sociologia da educação desde a segunda metade do século XX. No Brasil, em específico, vem se produzindo um grande volume de pesquisas sobre essa temática no nível da educação básica, a partir de análises que discutem desempenho alcançado, verificado por meio de resultados de avaliações educacionais de larga escala, e características socioeconômicas dos alunos. No entanto, sob essa perspectiva, pouco tem se pesquisado no ensino superior. Nesta linha, este artigo analisa a relação entre o aproveitamento acadêmico de alunos de graduação brasileiros e seu contexto socioeconômico. Foi feito estudo empírico baseado nos dados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE), obtendo-se evidências sobre as características que influenciam no desempenho dos alunos, tais como etnia, renda e tipo de instituição de ensino. Vale destacar o efeito compensador que parece existir entre a elevada escolaridade dos pais e a baixa renda familiar.
  • El Sistema de Acreditación de Carreras de Grado del MERCOSUR (ARCU-SUR) en la Facultad de Agronomía de la Universidad de la República - Uruguay

    Misa,Ernesto Domínguez (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumen: La participación en el ARCU-SUR, plantea en las carreras el debate sobre la calidad y su aseguramiento, así como la respuesta institucional a la misma. Irrumpen en la agenda temas derivados como el reconocimiento de títulos, la nueva institucionalidad, la relación público - privado y universidad - estado. Este artículo realizará una revisión sobre los fundamentos, resultados e impactos producidos en la Facultad de Agronomía de la Universidad de la República, Uruguay, por el Mecanismo Experimental de Acreditación de Carreras de Grado del MERCOSUR (MEXA) y el Sistema de Acreditación ARCU-SUR, centrándose en los efectos derivados, pero explora retrospectivamente la evolución institucional en las políticas de evaluación .
  • O PRÓ-SAÚDE e seus dilemas na universidade privada

    Batista,Cássia Beatriz; Stralen,Cornelis Johannes van (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: A necessidade de readequação da formação de profissionais de saúde tem exigido aproximações entre universidade, serviços de saúde e demandas da população. Nessa direção, o Programa de Reorientação da Formação dos Profissionais de Saúde (Pró-Saúde) busca incentivar a efetivação das diretrizes curriculares para os cursos de graduação em saúde através de uma articulação entre escola e serviços. Este estudo investigou o desenvolvimento desse programa no contexto universitário. Foram coletados dados sobre a experiência de um programa do Pró-Saúde numa universidade privada (2008-2011) por meio de entrevistas, observação participante e análise de documentos institucionais, enfocando a percepção de docentes sobre a gestão e condições de participação e implantação do projeto. Análise de conteúdo revelou as tensões conhecidas na formação em saúde, porém, foram intensificadas pelo programa ao estreitar relações entre universidade, mercado e identidade profissional. Evidenciou-se que os editais do Pró-Saúde induzem a mudança na formação de profissionais de saúde e que o programa sofre restrições devido às modalidades dos contratos de trabalho dos docentes em universidades privadas. O estudo aponta também a necessidade de estabelecer monitoramentos e investimentos contínuos, de ampliar a difusão de informações e o compartilhamento dos projetos entre seus municípios e universidades, bem como a adoção de uma metodologia de gestão de mudança para acompanhar os processos, e assim rever estratégias diante dos caminhos da reorientação da formação em saúde.
  • Universidade fraturada: reflexões sobre conhecimento e responsabilidade social

    Dias Sobrinho,José (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2015-11-01)
    Resumo As reflexões contidas neste texto procuram expor e defender os princípios fundadores e orientadores da universidade pública como instituição central nos processos de construção da existência individual e social. A educação e o conhecimento são bens públicos e direitos humanos essenciais e precisam apresentar qualidade com sentido científico e social. Um direito humano jamais deveria ser negligenciado, tampouco sonegado a parcelas da população e nem restringir-se aos aspectos pragmáticos e utilitários da vida. Qualidade para poucos é elitismo. Qualidade apenas para o mercado é redução do cidadão a capital ou recurso humano. Entretanto, a educação superior, em grande parte impulsionada por poderosos organismos internacionais e pela economia de mercado, está tendendo a substituir as finalidades essenciais da formação humana integral pela capacitação em competências e habilidades requeridas para o desenvolvimento das empresas. A formação universitária da atual universidade neoliberal e operacional tem contribuído para a ampliação da desigualdade social. A universidade tem responsabilidade sobre o modelo de desenvolvimento da sociedade global. Formação e conhecimento com qualidade científica e pertinência social se entrelaçam na concretização da responsabilidade pública da universidade. Não é digna da denominação de universidade uma instituição que se afaste das responsabilidades sociais e públicas.
  • Avaliação externa, autoavaliação e o PDI

    Griboski,Claudia Maffini; Peixoto,Maria do Carmo de Lacerda; Hora,Paola Matos da (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: Este artigo tem como objetivos discutir o significado da institucionalização do instrumento de avaliação institucional externa do Sinaes e analisar, na perspectiva do instrumento em vigor, os efeitos produzidos para avaliação pelos indicadores de qualidade criados em 2008. No primeiro caso, discute a importância atribuída nesse instrumento ao Plano de Desenvolvimento Institucional e à autoavaliação. No segundo caso, compara o Conceito Institucional, referência de qualidade da avaliação institucional, e o Índice Geral de Cursos, referência de qualidade extraída a partir do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes, como medidas para avaliar a implementação daquele plano. A comparação se baseia em resultados das avaliações de 116 instituições de educação superior, cujos cursos obtiveram CPC satisfatório nos três ciclos avaliativos do Sinaes, mostrando semelhanças e diferenças encontradas nesses resultados. As conclusões indicam que a divulgação desarticulada do IGC e do conceito institucional, é expressão da reduzida relevância atribuída ao PDI no processo avaliativo e na gestão das instituições, sugerindo que o aprimoramento do Sinaes demanda imprimir tratamento mais orgânico aos três componentes deste sistema, e mudanças na forma de divulgação.
  • Estética e engenharia: para além da racionalidade tecnológica

    Silva,Levi Leonido Fernandes da; Morgado,Elsa Maria Gabriel; Rodrigues,João Bartolomeu; Auzani,Adriana Santos (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: O objetivo deste artigo é apreender a racionalidade tecnológica no contexto da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Única no país com esta denominação, ela tem a maioria dos seus cursos voltados para a formação de engenheiros no Brasil. No âmbito dessa formação, incluímos o estudo da estética, como discussão alternativa, por entendê-la significativa na formação social do sujeito enquanto dimensão emancipatória gerada no movimento de criação e de inovação tecnológica e que hoje é deixada em segundo plano nesse contexto. Este artigo constituiu-se a partir da revisão das ideias de Marcuse, Adorno, Habermas e Horkheimer, Rancière, os quais abordam a presente temática sob a perspetiva da autonomia do sujeito em oposição às interpretações normativas e tecnocráticas da sociedade.
  • Acompanhamento de egressos: subsídios para a avaliação de Instituições de Ensino Superior (IES)

    Lima,Leonardo Araújo; Andriola,Wagner Bandeira (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: Este artigo apresenta um estudo sobre as possibilidades da avaliação institucional no ensino superior através do acompanhamento de alunos egressos. Para tanto, além de uma revisão de demandas contextuais, regulamentar e teórica, o artigo apresenta uma pesquisa empírica realizada junto ao Centro Universitário Católica de Quixadá. A pesquisa utilizou de método quantitativo e amostral para a coleta de dados junto a 1.074 alunos egressos de dez cursos de graduação. A pesquisa investigou quatro categorias de análise: perfil sócio econômico, efetividade profissional, avaliação do curso e relação com a instituição. Tais categorias resultam em diferentes tipos de indicadores: de contexto, de recursos, de produtos e de processos, cujas análises proporcionarão elementos para subsidiar o aprimoramento da avaliação, do planejamento e da qualidade educacional da instituição.
  • Integração de processos avaliativos em uma instituição de ensino superior brasileira

    Castro,Rosângela Nunes Almeida de; Costa,Eula Maria Melo Barcelos; Silveira,Everton Wirbitzki da; Marcório,Aretuza Alves (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: A partir da concepção inicial de que o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - Sinaes deslocou-se para um processo marcadamente regulatório, este artigo traz um breve retrospecto das mudanças ocorridas desde a sua instituição em 2004. Ademais, considerando que a avaliação tem recebido cada vez mais destaque no contexto da busca por propostas e soluções, é apresentado um modelo, elaborado após a realização de uma meta-avaliação em uma universidade pública, que pretende integrar os processos avaliativos internos e externos, o que propicia múltiplas análises capazes de subsidiar a gestão da universidade.
  • Avaliação: dilemas e conflitos institucionais e políticos

    Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01
  • ERRATA

    Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01
  • Perfil das universidades brasileiras de e com potencial de classe mundial

    Pilatti,Luiz Alberto; Cechin,Marizete Righi (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: O texto tem por objetivo analisar o perfil das universidades brasileiras que estão na condição de Universidade de Classe Mundial (UCM) e as com potencial para atingir essa condição. O estudo é documental com características exploratórias. O corpus documental é composto pelos rankings Academic Ranking of World Universities (ARWU), Times Highter Education Ranking (THE) e Quacquarelli Symonds World University Ranking (QS), divulgados no período de 2011-2015; pelos dados fornecidos pela rede mundial de computadores nos anuários da UERJ, UNICAMP, USP e UNESP; no orçamento de São Paulo 2014, nos dados da CAPES (2015), no INEP e nos sítios das universidades. Constata-se três universidades consolidadas na condição de UCM (USP, Unicamp e UFRJ) e três em consolidação (UNESP, UFRGS e UFMG). A UNESP, a UFRGS e a UFRJ têm tendência ascendente nos rankings; a USP, a Unicamp e a UFMG têm tendência descendente. Constata-se potencial para atingir a condição de UCM em 11 universidades: PUC-RJ, PUC-RS, UERJ, UFBA, UFPR, UFSC, UFSCar, UTV, UnB, PUC-SP e a Unifesp. As UCM brasileiras são públicas, com média de idade de 72 anos e com percentual de 76,49 de alunos na graduação e 23,51% na pós-graduação. O estado de São Paulo apresenta o maior percentual de alunos de pós-graduação e um nível mais elevado de investimento (custo anual por aluno). Conclui-se que as universidades que pertencem à Classe Mundial apresentam em comum publicações em periódicos indexados em base de dados como a SCIE, a SSCI, a Thomson Reuters e o Scopus.
  • O direito à educação e políticas de expansão do ensino superior público em Moçambique: estagnação, privatização e exclusão (1986-2008)

    Gonçalves,António Cipriano Parafino (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: O presente texto é parte de uma pesquisa centrada na compreensão dos desdobramentos do processo da reforma do Estado moçambicano, iniciado em 1984, no campo das políticas de expansão do acesso ao ensino superior público. Nosso objectivo aqui é tão somente o de examinar o que consideramos serem as principais tendências das políticas de expansão do ensino superior público no país num horizonte temporal de 20 anos (1986-2006). A tese que defendemos é a de que, no referido período, podem ser identificadas três tendências das políticas de expansão do acesso ao ensino superior público no país: a estagnação da expansão (1986-2006); a expansão privatista, com a institucionalização dos chamos cursos de Graduação Pós-Laborais (2000-2007) e a expansão excludente (2005-2008), considerando os cursos oferecidos pelas novas instituições de ensino superior público criadas entre 2005 e 2008. Essas três tendências, em nosso entender, estão na direcção oposta ao direito humano à educação superior tal como é referenciado na documentação internacional produzida pela Organização das Nações Unidas (ONU).
  • Efeitos multiplicadores das redes de colaboração em pesquisa. Um estudo internacional

    Leite,Denise Balarine Cavalheiro; Caregnato,Célia Elizabeth; Miorando,Bernardo Sfredo (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: Em todas as áreas de conhecimento os produtos de pesquisa estão a ser notados nas publicações de pesquisadores que trabalham em redes de pesquisa. Os efeitos multiplicadores das redes são vistos como uma das benesses do trabalho colaborativo, pois que ampliam os créditos de avaliação individual. Contudo, há outros elementos nas estruturas do trabalho intelectual originado nas redes que têm tanta relevância quanto o fator produtividade multiplicada. Neste artigo mostramos alguns destes elementos ou fatores multiplicadores do trabalho operado nas redes de pesquisa e identificados nos seus ecossistemas biográficos e cognitivos. Enfocamos estudos de caso de redes de pesquisa e colaboração de quatro países, Colômbia, Portugal, Uruguai e Brasil. Dentre os efeitos multiplicadores, destacamos os elementos que ligam uma rede; como e por que os pesquisadores trabalham em colaboração; os tipos de colaboração; ciclos de vida das redes; as formas de articulação; as inter-relações e o foco nas audiências para produção de conhecimento.
  • A avaliação da educação superior em escala global: da acreditação aos rankings e os resultados de aprendizagem

    Barreyro,Gladys Beatriz (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2018-03-01)
    Resumo: Desde as décadas finais do século XX, a globalização tem impactado as políticas educacionais, criando uma agenda globalmente estruturada para a educação (DALE, 2010). Nos sistemas educativos nacionais surgiu preocupação pela avaliação e, no caso da educação superior, políticas relativas à aferição da sua qualidade começaram em torno dos anos de 1980, sendo essa a primeira fase do Estado Avaliador (AFONSO, 2013; NEAVE, 2012). Nesse marco, o texto analisa as tendências atuais de avaliação da educação superior em nível global desde fins do século XX até o presente, através de três políticas: a acreditação/avaliação da educação superior; os rankings internacionais de universidades e a avaliação de resultados de aprendizagem. Pretende-se analisar essas três políticas e verificar se elas estão conduzindo a educação superior à fase pós-Estado Avaliador (AFONSO, 2013), em que cada vez os Estados Nacionais terão menos autonomia perante outras instituições que compõem a governança global da educação superior (DALE, 2010).
  • Docentes investigadores de programas de Pós-graduação em educação no Brasil: estudo sobre o uso de recursos informáticos no processo de pesquisa

    Teixeira,Ricardo Antonio Gonçalves; Souza,Francislê Neri de; Vieira,Rui Marques (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2015-11-01)
    Resumo Este estudo propõe compreender o perfil dos docentes brasileiros em relação ao uso de recursos tecnológicos, mais especificamente os computacionais, no âmbito de suas investigações. Para eleger os sujeitos da pesquisa, optou-se por inquirir, a partir da aplicação de questionários, um grupo representativo de investigadores da área de Educação ligados a programas de Pós-Graduação em nível de mestrado e doutorado de diferentes Instituições de Ensino Superior, referenciadas pelo Ministério da Educação do Brasil como programas de excelência. A base de análise partiu da abordagem quantitativa em um estudo de caráter exploratório a partir de multiplicidades de dimensões de conteúdos presentes nos posicionamentos e ideias dos sujeitos pesquisados. Como orientação dos procedimentos metodológicos buscou-se na literatura as bases e fundamentos epistemológicos acerca de princípios e processos tecnológicos, a partir de um contexto histórico, bem como documentos oficiais para fundamentação política. Como principais resultados, foi possível identificar concentração dos programas de mestrados e doutorados em Educação, de excelência, na Região Sudeste do Brasil; presença de novos docentes, em tempo no programa e em idade; forte correlação entre a idade dos docentes inqueridos com o período de formação em nível de graduação, com correlação reduzida em nível de mestrado e não confirmada em nível de doutorado; utilização de bases eletrônicas de dados pela maioria absoluta dos docentes pesquisados, e de softwares no âmbito de suas pesquisas, valendo-se de pesquisas mistas (quali-quantitativa), com apoio de recursos informatizados.
  • Metodologia para avaliar a responsabilidade social das universidades públicas

    Nascimento,José Mancinelli Lêdo do; Curi,Rosires Catão; Curi,Wilson Fadlo; Souza,Cleber Brito de (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2015-11-01)
    Resumo Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa direcionada a construir uma metodologia para avaliar a Responsabilidade Social das Universidades públicas com base em critérios, subcritérios e atributos. Trata-se de uma pesquisa exploratória e bibliográfica que foi conduzida em três etapas: a primeira, focada na obtenção de dados para ajudar a construção do estudo e a organização do trabalho, teve como fonte a revisão bibliográfica, relatórios de autoavaliação e avaliação externa, legislação e estudos realizados por pesquisadores; a segunda etapa, de forma intencional e propositiva, teve como base o levantamento de critérios para ajudar a medição do grau da Responsabilidade Social da Universidade por meio de relatórios de autoavaliação das Instituições Federais de Ensino Superior e bibliografias compatíveis, gerando o questionário contendo os critérios, subcritérios e atributos. A terceira e última etapa teve a colaboração de especialistas do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais, que contatados previamente, fizeram uma avaliação prévia do questionário formatado e sugeriram melhorias. A proposta de metodologia para avaliar a responsabilidade social apresentada resultou em sete critérios, vinte e sete subcritérios acompanhados de atributos que permitem avaliar qualitativamente da Responsabilidade Social da Universidade.
  • Inovação e avaliação na cultura do ensino superior brasileiro: formação geral interdisciplinar

    Pereira,Elisabete M. A; Carneiro,Ana Maria; Gonçalves,Mirian Lúcia (Publicação da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de Sorocaba (UNISO)., 2015-11-01)
    Resumo O texto tem por objetivo apresentar resultados parciais da avaliação do Programa de Formação Interdisciplinar Superior (ProFIS) relacionados à proposta de formação geral interdisciplinar, a qual representa uma inovação na cultura do ensino superior brasileiro. A educação geral prevista pelo Programa preocupa-se em preparar os estudantes com maior conhecimento, senso crítico e maturidade a partir da ampliação de seu conhecimento e cultura, bem como prepará-los como cidadãos para as atividades que venham a desenvolver futuramente. Além da inovação curricular, o curso tem por objetivo estabelecer uma política de ação afirmativa diferenciada, na Universidade Estadual de Campinas- Unicamp, por meio da inclusão social de alunos da rede pública. Apresentamos brevemente a formação geral como ênfase curricular adotada por universidades em várias partes do mundo. Em seguida, apresentamos a proposta do ProFIS, seu estágio atual de desenvolvimento e analisamos os resultados parciais do processo de avaliação contínua que estamos desenvolvendo. O processo de avaliação é desenvolvido com professores, alunos e coordenador do curso.

View more