A revista científica Caminhando da Faculdade de Teologia / Universidade Metodista de São Paulo da Igreja Metodista é um espaço para o encontro e o diálogo entre Igreja, Universidade e Sociedade. A revista promove a conversa transdisciplinar das diversas áreas da teologia (Bíblia, Teologia e História, Pastoral) e das ciências humanas e sociais para oferecer aos/às discentes do curso de teologia exemplos para uma colaboração e um intercâmbio construtivo, auto-crítico e profético entre igrejas, universidades e a sociedade. Sobre o foco da fé cristã, ela busca promover a compreensão adequada de todos os aspectos e fenômenos da vida e expressões da humanidade, das suas diversas culturas, religiões e etnias, como parte de um só eco-sistema, em busca da sua sustentabilidade.

News

The Globethics.net library contains articles of Caminhando as of vol. 11(2006) no.2 to current.

Recent Submissions

  • Quem é você? Um prólogo sobre magia, astrologia e demonologia no Testamento de Salomão

    Soares, Elizangela A. (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    Considerado exótico e ignorado por estudiosos no passado, o Testamento de Salomão é uma obra listada entre os textos conhecidos como pseudepígrafos do Antigo Testamento. Trata-se de um escrito curioso, que agrega temas como magia, demonologia, angelologia, medicina primitiva e astrologia. Além de introduzir a obra, este artigo se ocupa da conjugação de três dos temas nela revelados: seus aspectos mágicos, astrológicos e demonológicos. Ainda que, para efeitos didáticos, as linhas gerais desses aspectos tenham sido traçadas separadamente, eles estão em relação estreita uns com os outros e devem ser lidos como um conjunto, possibilitando a compreensão da lógica subjacente ao texto.
  • Comensalidade e refeição na cultura popular do Cristianismo Primitivo

    Bósio Frederico, Danielle Lucy (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    O presente artigo tem como objetivo apresentar a comida como elemento estruturante de uma sociedade e como chave hermenêutica para a pesquisa de textos que compõem a história do cristianismo primitivo. Para tanto nos valemos da Antropologia da Comida, um ramo de estudo da Antropologia Cultural para nos auxiliar na busca de novas respostas e percepções desses textos. Ao utilizarmos tal ferramenta percebemos o entorno do texto, os grupos presentes, a dinâmica social e suas pretensas intenções pois reconhecemos a presença de códigos à mesa que precisam ser decifrados. O que se come, onde e com quem se come tornam-se dados relevantes para um melhor entendimento do contexto e consequentemente do texto.
  • Diretrizes para autores

    Santos, João Batista Ribeiro (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
  • Visiones or superstitiones magicae? Os mártires como agentes sobrenaturais no cristianismo primitivo

    Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq; Matos, Denilson Silva (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    Este artigo pretende explorar a relação entre martírio e magia como um dos fatores para as perseguições aos primeiros cristãos no segundo século da era cristã. A combinação entre a construção da imagem do mártir e o crescente processo de repressão de práticas consideradas suspeitas e ameaçadoras por parte do império romano, em especial com o imperador Septímio Severo (193-211), contribuem para a possível relação. Ao enquadrar as práticas cristãs na categoria de superstitio e freelance expert em religião nos permite identificar o modo como os romanos viam os cristãos do império, a saber, como um grupo misterioso que possuía conhecimento de astrologia, magia e conceitos sobrenaturais.
  • Uma hermenêutica africana: Tertuliano e a Teologia

    McGeoch, Graham Gerald (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    Este artigo propõe revisitar a teologia de Tertuliano por meio da discussão de várias correntes da teologia contemporânea. Há poucos textos de Tertuliano disponível em língua portuguesa, apesar de sua influência douradora na teologia. Frequentemente, textos de Tertuliano são lidos e interpretados à luz de outras disciplinas além da teologia. Pretende-se recuperar o valor de Tertuliano e sua teologia em discussões teológicas atuais, levando em consideração a ‘virada patrística’ na ‘ortodoxia radical’ (teologia ocidental) e a ‘síntese neopatrística’ (teologia oriental). O foco do artigo é a relação de Tertuliano com a teologia africana.
  • A Base Nacional Curricular Comum (BNCC) para a Educação Infantil: um estudo a partir das metodologias de ensino

    Santiago, Daniela Emilena; Gomes, Fernanda Gonçalves; de Souza, Flavia Danieli (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    O presente trabalho tem como objetivo realizar uma reflexão sobre a Base Nacional Curricular Comum (BNCC) e sua aplicação nas práticas pedagógicas da educação infantil no Brasil. Para a construção do texto, recorremos à Base Nacional Curricular Comum (BNCC), além de artigos que discutam tal documento e que também abordam práticas relacionadas à educação infantil. Também realizamos análise das tarefas escolares conferidas aos alunos de uma escola pública de educação infantil vinculados à sala pré-I, considerando o período de observação de um mês. A análise das tarefas requeridas à luz do BNCC nos permitiu observar que ainda temos uma prática dissociada do referido referencial e que as atividades desenvolvidas em casa ainda estão assentadas em cópias, repetições e na memorização, e não na escrita livre. Dessa forma, podemos inferir que ainda não tivemos a apropriação da Base Nacional Curricular Comum (BNCC) nos espaços pedagógicos e que em grande parte deles as atividades da educação infantil permanecem assentadas em métodos tradicionais e arcaicos, comprometendo tanto o desenvolvimento infantil quanto a aprendizagem.
  • Apresentação do Dossiê - Estudos sobre o Cristianismo Primitivo

    de Souza Nogueira, Paulo Augusto (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    Os estudos de Novo Testamento estão passando por um processo de renovação nos últimos anos. Deixando de lado as abordagens tradicionais autoreferentes eles se lançaram em aventuras interdisciplinares que abriram perspectivas inusitadas. Principalmente com a chegada dos estudos culturais e discursivos a exegese do Novo Testamento conseguiu sair do solipsismo de disciplina teológica fundamental. Isso teve várias consequências para essa área de estudos. Dentre elas podemos citar que não se estuda mais exclusivamente o Novo Testamento. Os textos apócrifos e a literatura não-cristã passaram a ser incorporados às análises. Tampouco foi possível estudar o cristianismo isoladamente de seu contexto sócio-cultural. E internamente, o cristianismo também ganhou novas feições: não se estuda apenas o apostólico, tampouco exclusivamente hierarquias e autoridades masculinas. Entraram na discussão cristãos e cristãs comuns, de diferentes idades, profissões, estratos sociais, etc. Os temas não são apenas referentes às doutrinas, mas se referem também às práticas quotidianas, ao mundo doméstico, do trabalho às práticas religiosas.
  • Indexações e Diretórios

    Santos, João Batista Ribeiro (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
  • Apresentação

    Santos, João Batista Ribeiro (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    Temos muita alegria em apresentar o novo número do periódico Caminhando. No dossiê organizado pelo Prof. Dr. Paulo Augusto de Souza Nogueira consta o resultado, em alguns casos, ou parte, em outros, de pesquisas desenvolvidas, no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo, pelo Grupo Oracula de Pesquisa (Umesp/FAPESP). O Oracula esteve em atividade na Umesp entre os anos 2005 e 2019 sob a coordenação do importante especialista em estudos clássicos Paulo Nogueira, docente do PPGCdR entre 1991 e janeiro de 2020, atualmente docente na PUC-Campinas.
  • Percepções sobre animalidade e natureza em narrativas apócrifas do cristianismo primitivo

    de Figueiredo Cavalheri, Guilherme (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    O presente artigo tem por objetivo analisar o papel dos animais na literatura apócrifa do cristianismo primitivo. Apesar de significativa parte da tradição cristã relegar aos animais um papel meramente simbólico e alegórico, sugerimos que, nas fontes apócrifas, marcadas pela presença de temas e tradições folclóricas, os animais possuem lugar destacado como agentes religiosos. Para isso, serão analisados episódios presentes nos chamados Evangelhos Apócrifos da Infância e nos Atos Apócrifos dos Apóstolos, tomando como ponto de partida intuições da antropologia perspectivista. Nossa hipótese é que, em tais materiais, é possível acessar elementos de uma percepção de mundo na qual as fronteiras entre o humano e o extra-humano são maleáveis e circunstanciais.
  • Bibliotecas parceiras

    Santos, João Batista Ribeiro (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
  • Práticas mágicas no cristianismo primitivo: o estudo da religião popular nos amuletos cristãos

    CNPq e FAPESP; Nogueira, Paulo Augusto de Souza (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    Este artigo propõe o análise das práticas mágicas populares do cristianismo antigo a partir de questões promovidas pelo estudo de amuletos cristãos antigos provenientes do Egito, do IV ao VI séculos. Nestes amuletos encontramos a conjunção de nomes sagrados, de seres angélicos, narrativas bíblicas, conjurações, orações, imagens, etc. com a finalidade de afunilar poder divino sobre os corpos que os portavam. Estes artefatos nos trazem o mais próximo possível de práticas religiosas cristãs dos grupos subalternos do Império Romano. A partir deles é possível revisitar outras fontes antigas, como os relatos de milagres, entre outros, colocando-os em novas perspectivas.Palavras-chave: magia, amuleto, milagre, religião popular no mundo mediterrâneo, cristianismo primitivo
  • Relação de permutas

    Santos, João Batista Ribeiro (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
  • Teologia do brinquedo: a vida e corpo como fins em si mesmos em Rubem Alves

    Porto, Roberto Carlos Conceição (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    ResumoEsta pesquisa se propõe a analisar a teologia do brinquedo de Rubem Alves. O tema aparece em um pequeno capítulo do livro “variações sobre a vida e a morte” (1981). Contudo, embora curto, o texto é denso e inovador. Alves entende que a importância do brincar está no fato de ser um fim em si mesmo. Brincando, o desejo se torna prazer e reinventa toda a realidade, livre de amarras e opressão. O brinquedo permite compreender que a vida, o corpo e as atividades humanas são fins em si mesmos e não um meio para se alcançar alguma coisa. Desta forma, o brinquedo é, assim, uma denúncia à lógica do mundo adulto. A teologia, para ser palavra que liberta, precisa, antes, ser amiga da palavra que brinca.Palavras Chave: Rubem Alves; teologia do brinquedo; desejo; prazer; fins em si mesmos; denúncia.
  • Presentation

    Santos, João Batista Ribeiro (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    We are very happy to present the new issue of the journal Caminhando. In the dossier organized by Prof. Dr. Paulo Augusto de Souza Nogueira is the result, in some cases, or part, in others, of research developed, within the scope of the Postgraduate Program in Religious Sciences at the Methodist University of São Paulo, by the Oracula Research Group (Umesp/FAPESP). Oracula was active at Umesp between 2005 and 2019 under the coordination of the important scholar of classical studies Paulo Nogueira, professor at PPGCdR between 1991 and January 2020, currently professor at PUC-Campinas (Brazil).
  • Presentación del Dossier - Estudios sobre el cristianismo primitivo

    de Souza Nogueira - Traducción de João Batista Ribeiro Santos, Paulo Augusto (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    Los estudios del Nuevo Testamento están experimentando un proceso de renovación en los últimos años. Dejando de lado los enfoques tradicionales autorreferenciales, se embarcaron en aventuras interdisciplinarias que abrieron perspectivas inusuales. Especialmente con la llegada de los estudios culturales y discursivos, la exégesis del Nuevo Testamento logró romper el solipsismo de la disciplina teológica fundamental. Esto tuvo varias consecuencias para esta área de estudio. Entre ellos podemos mencionar que el Nuevo Testamento ya no se estudia exclusivamente. Se incorporaron al análisis textos apócrifos y literatura no cristiana. Tampoco fue posible estudiar el cristianismo aislado de su contexto sociocultural. E internamente, el cristianismo también ha adquirido nuevas características: no se trata solo de estudiar las jerarquías y autoridades apostólicas, ni exclusivamente masculinas. Cristianos comunes de diferentes edades, profesiones, estratos sociales, etc. entraron en la discusión. Los temas no solo se refieren a doctrinas, sino que también se refieren a prácticas cotidianas, el mundo doméstico, desde el trabajo hasta las prácticas religiosas.
  • Um inferno para ser visto: O Apocalipse de Pedro e os sofrimentos físicos dos condenados

    CAPES; Mattos, Carlos Eduardo (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    O Apocalipse de Pedro é conhecido por ser um dos textos mais antigos da tradição apócrifa a tratar do tema do Além-Mundo cristão. É considerado também o mais plástico dos apocalipses apócrifos. Plástico porque é no Apocalipse de Pedro que os sofrimentos físicos dos condenados ao Inferno são expostos ao visionário de maneira mais corpórea, ampla e significativa. Os pecados são punidos e expostos em torturas detalhadas. São apresentados, cena a cena,  homens e mulheres que cometeram pecados sexuais como adultério, fornicação, aborto, relações sexuais consideradas inadequadas. Este artigo tem como objetivo descrever brevemente esses castigos e os condenados a cada um deles; levantar hipóteses sobre o que teria motivado narrativas como essas no Cristianismo Primitivo (CP) e defender que, essa característica plástica do ApPe é proposital, no sentido de que, ao receber essas narrativas, de forma oral ou mesmo, posteriormente, de forma escrita, os interlocutores deveriam, pelo ato de leitura, imaginar, visualizar essas cenas descritas de maneiras absolutamente grotescas.
  • Cuidado pastoral da Igreja em tempos de pandemia: Covid-19

    de Oliveira, Márcio Divino (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    O presente artigo, da área de Teologia Pastoral, analisa o tema da Pastoral da Igreja em tempos de Pandemia: Covid-19.  Um tema atual e relevante, dado os impactos que essa pandemia tem trazido para o mundo e o Brasil, assim como a pastoral da igreja nestes tempos.  Como a teologia pastoral, faz correlação entre a fé a realidade social, e propõe intervenções pastorais da igreja junto a sociedade é importante examinar esse fenômeno.  Os resultados da pesquisa indicam que a pandemia-Covid-19 trouxe alterações não apenas no comportamento da sociedade e instituições, mas também a práxis pastoral da igreja, com a inserção da pastoral online. Os resultados indicam o acerto dessa medida nesse tempo de pandemia e alguns caminhos para o exercício de uma pastoral online relevante nesse cenário. A pesquisa é teórica de natureza qualitativa e metodologia apoiada na análise bibliográfica.
  • A Bíblia como literatura no Brasil

    CAPES; Lima, Anderson de Oliveira (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    Neste artigo queremos atualizar e corrigir algumas das conclusões que divulgamos por meio de nossa tese doutoral em 2015. Discutiremos com novo referencial teórico o que é ler a Bíblia como literatura e ofereceremos uma lista das principais obras que propõem abordagens literárias à Bíblia e que estão presentes no mercado editorial brasileiro. Por fim, faremos uma apresentação do trabalho breve, porém arguto, do crítico literário Erich Auerbach, que fornece aos interessados por essas práticas de leitura uma série de boas sugestões para a análise contemporânea das narrativas bíblicas.
  • Presentación

    Santos, João Batista Ribeiro (Escola de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, 2020-05-11)
    Estamos muy contentos de presentar el nuevo número del periódico Caminhando. En el dossier organizado por el Prof. Dr. Paulo Augusto de Souza Nogueira es el resultado, en algunos casos, o parte, en otros, de la investigación desarrollada, dentro del alcance del Programa de Posgrado en Ciencias de la Religión en la Universidad Metodista de São Paulo, por el Grupo de Investigación Orácula (Umesp/FAPESP). Orácula estuvo activo en Umesp entre los años 2005 y 2019 bajo la coordinación del importante especialista en estudios clásicos Paulo Nogueira, profesor en PPGCdR entre 1991 y enero de 2020, actualmente profesor en PUC-Campinas (Brasil).

View more