Ciência & Educação is a quarterly journal, with issues in March, June, September and December and its purpose is to publish original scientific articles in the areas of science education, mathematics education and related subjects. The abbreviated title of the journal is Ciênc educ.

News

The Globethics.net library contains articles of Ciência & Educação as of vol. 5(2005) to current.

Recent Submissions

  • Evaluation of concepts regarding the construction of scientific knowledge by the congenitally blind: an approach using the Correspondence Analysis method

    Veraszto,Estéfano Vizconde; Camargo,Eder Pires de; Camargo,José Tarcísio Franco de; Simon,Fernanda Oliveira; Miranda,Nonato Assis de (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-12-01)
    Abstract: inclusion of people with special needs in the school environment is one of the current challenges of Brazilian education. Knowing how people in this environment perceive inclusion can contribute to the construction of solutions that make it complete. Thus, this work presents a study that investigated the conceptions that future teachers, undergraduates in science, have regarding the construction of scientific knowledge by congenitally blind people, in particular, regarding the understanding of the concept of light. The collected opinions were treated from a statistical point of view, through the Correspondence Analysis method. The results show there is no definitive consensus regarding the understanding and construction of the concept of light by congenitally blind individuals, showing the need to develop more adequate educational interventions in the teacher training process, with a view to the formation of educators capable of consolidating school inclusion.
  • Gestão participativa e sustentabilidade socioambiental: um estudo em escolas da rede pública de Sobral-CE

    Brito,Renato de Oliveira; Cunha,Célio da; Siveres,Luiz (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: Este estudo analisa os indicadores de influência da gestão participativa no desenvolvimento de projetos escolares, contemplados pelo Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) - Escolas Sustentáveis, que visaram a promoção de uma educação socioambiental. Os dados foram gerados mediante entrevistas semiestruturadas realizadas com diretores, professores, coordenadores e alunos em quatro escolas contempladas pelo programa. A partir de um universo de 15 participantes, os resultados confirmaram a premissa de que a gestão participativa, acrescida do apoio financeiro institucional aos projetos da escola, enriqueceu tanto o ambiente escolar como o ambiente social no que concerne à questão da conservação e da preservação do meio ambiente, com objetivo de possibilitar uma qualidade de vida melhor para a geração presente e futura. Baseou-se a identificação dos sentidos que os participantes atribuem às suas ações e conquistas em ambientes escolares que permitissem ampla participação e diálogo. Assim, culminou a criação do que se chamou aqui de indicadores de sustentabilidade socioambiental em escolas de gestão participativa.
  • Atividades investigativas de ensino: mediação entre ensino, aprendizagem e formação docente em Ciências

    Azevedo,Maria Nizete; Abib,Maria Lúcia Vital Santos; Testoni,Leonardo André (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: Neste trabalho, de escopo teórico, discute-se os conceitos de Atividade Investigativa de Ensino (AIE) e de Atividade Investigativa de Aprendizagem (AIA), a partir da articulação entre resultados de pesquisas realizadas pelos autores, e fundamentos da Teoria Histórico-Cultural. Em linhas gerais, uma AIE consiste em um movimento colaborativo entre docentes, na busca por resolver problemas de ensino por meio da elaboração de AIA, seu desenvolvimento junto aos estudantes, bem como reflexões e análises sobre os resultados observados. Focaliza-se conceitualmente uma AIE, como modos de aprendizagem da docência no curso de sua realização e modos de aprendizagem e de apropriação de conhecimentos possibilitados aos estudantes inseridos em uma AIA. Conclui-se que o estudo reforçou o caráter de organização do ensino, mediação e formação docente da AIE, dado o seu papel na unidade entre processos de ensino e de aprendizagem, na construção da atividade docente como práxis e, como tal, propulsora de desenvolvimento profissional.
  • A formação inicial de professores e o livro didático de Física: passos e descompassos

    Leite,Álvaro Emílio; Garcia,Nilson Marcos Dias (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: Esta pesquisa analisa aspectos da formação inicial de alunos de cursos de Licenciatura em Física relacionados à sua preparação para o uso do livro didático do Ensino Médio. Inicialmente, é apresentada uma revisão teórica sobre os modelos de professores racional técnico, prático reflexivo e intelectual transformador, articulada às funções do livro didático discutidas na literatura. A pesquisa empírica se materializou pela aplicação de questionário on-line composto por questões abertas e fechadas, junto a coordenadores e professores que atuam em cursos de Licenciatura em Física nas instituições públicas e privadas de ensino superior do Sul do Brasil. Para analisar as respostas foi realizada uma análise de conteúdo. Dentre os resultados obtidos, evidenciou-se a percepção de que as políticas destinadas ao livro didático têm-se mostrado subutilizadas frente à formação que os professores recebem na graduação, alertando para a necessidade de aperfeiçoamento dos processos de sua formação e melhoria nas suas condições de trabalho.
  • Um estudo sobre as intervenções docentes em contextos de atividades investigativas no âmbito de aulas de Matemática do Ensino Superior

    Silva,Karina Alessandra Pessoa da; Vertuan,Rodolfo Eduardo (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: Neste artigo apresenta-se resultados de pesquisa que busca discutir a mobilização de conhecimentos dos alunos e o encaminhamento de resolução de atividades investigativas em aulas de Matemática mediadas por intervenções docentes. A fundamentação baseia-se no aporte teórico de atividades investigativas, considerando-as essencialmente abertas e pouco estruturadas, passíveis de abarcar temas e / ou situações de interesse dos alunos e possibilitar a mobilização de conhecimentos de diferentes naturezas. Foram analisadas três atividades desenvolvidas por grupos de alunos de três turmas de um curso de Licenciatura em Química na disciplina de Cálculo Diferencial e Integral I de uma universidade pública. Por meio de análise qualitativa de cunho interpretativo de falas transcritas de episódios-orientação e episódios-apresentação, evidencia-se que as intervenções docentes, em certa medida, cooperam com o desenvolvimento da atividade, possibilitam compartilhamento de conhecimentos entre docente e alunos, estabelecem relações entre áreas interdependentes e, em alguns momentos, direcionam o encaminhamento da atividade.
  • Ciência e teatro: um estudo sobre as artes cênicas como estratégia de educação e divulgação da ciência em museus

    Almeida,Carla da Silva; Freire,Maíra; Bento,Luiz; Jardim,Gabriela; Ramalho,Marina; Dahmouche,Monica (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: O teatro tem sido usado como estratégia de educação e divulgação da ciência em museus. Neste artigo, analisamos duas atividades teatrais oferecidas pelo Museu Ciência e Vida, de Duque de Caxias (RJ). Com base em entrevistas e questionários, verificamos que os visitantes consultados têm familiaridade com o teatro, embora sejam frequentadores esporádicos desses espaços. Aqueles com menos acesso a programas culturais, envolvimento prévio com as temáticas abordadas e cujos filhos se engajaram na atividade tenderam a uma recepção positiva da mesma. Quando a atividade não atraía a criança ou a expectativa em relação a ela era diferente da vivenciada, a tendência foi de insatisfação. Independentemente das opiniões colhidas, vimos que as atividades despertaram no público reações que seriam dificilmente provocadas por atividades tradicionais do museu. Por este e outros motivos, defendemos a interação entre ciência e teatro como uma estratégia instigante e diferenciada de educação e divulgação da ciência.
  • A formação de professores de ciências a partir de uma perspectiva de Educação em Direitos Humanos: uma pesquisa-ação

    Oliveira,Roberto Dalmo Varallo Lima de; Queiroz,Gloria Regina Pessôa Campello (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: O presente artigo defende que a elaboração de uma disciplina, estruturada a partir de uma perspectiva de Educação em Direitos Humanos (EDH) e presente na formação inicial de professores de Ciências, poderia favorecer a reflexão dos licenciandos sobre seu papel como Agentes Socioculturais e Políticos. Este trabalho é caracterizado como pesquisa-ação e possuiu como objetivo prático a elaboração de uma disciplina que possibilitasse, durante a formação inicial do professor de Ciências, uma abordagem baseada na perspectiva de EDH. O projeto foi implementado em uma Universidade Pública da região Norte do país e possibilitou, durante as reflexões sobre a formação dos professores, identificar aspectos que favoreceram e dificultaram tal processo. Destaca-se que a ação formativa foi entremeada por valores provenientes das diversas relações sociais e gerou posturas como: silenciamentos, resistências, transformações e princípios de coformação, e existência de fragmentação na formação dos valores sociais dos participantes.
  • Busca por capitais no campo da escola e sua relação com o desenvolvimento profissional docente de professores supervisores de estágio de Ciências e Biologia

    Mello,Ana Cecília Romano de; Higa,Ivanilda (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: Estudou-se a relação entre o Desenvolvimento Profissional Docente - possibilitado pela supervisão de estágio da licenciatura em Ciências Biológicas - e a busca, por parte de professores da Educação Básica, por capitais no campo da escola. O estudo é de natureza qualitativa e foi desenvolvido a partir de entrevistas semiestruturadas com cinco professores da rede estadual de ensino. Identificados os aspectos de DPD, perceberam-se mobilizações desses professores por diferentes capitais, relacionados com seus objetivos enquanto docentes e com sua trajetória pessoal e profissional. Evidenciou-se uma relação de poder simbólico entre universidade e escola na relação com a produção e apropriação de conhecimento. Espera-se que ao se evidenciar essas relações internas e entre os campos seja possível compreender a complexidade que envolve o estágio supervisionado e se busque valorizar e propiciar a produção de conhecimento também pelos professores da escola e por relações menos hierárquicas entre as instituições.
  • Caracterizando os itens de química do novo ENEM na perspectiva da alfabetização científica

    Pereira,Rafaela Erasmi de Souza; Moreira,Leonardo Maciel (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: O objetivo desta pesquisa é analisar em que medida os itens de química do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no período 2009-2015 avaliam a alfabetização científica (AC). Ela dialoga com pesquisas anteriores por discutir a coerência interna do exame e avança por elencar um novo aspecto, a AC. O método utilizado é qualitativo. A matriz de referência e os itens de química foram tratados por análise de conteúdo, com a atribuição em categorias teóricas. Os dados revelaram divergências entre as habilidades e competências pertinentes a AC presentes na matriz de referência e nos itens de química, respectivamente, 17,4% e 86,6% (categoria Termos, conhecimentos e conceitos científicos fundamentais), 65,2% e 13,4% (categoria Ciência, tecnologia, sociedade e meio ambiente) e 17,4% e 0% (categoria natureza da ciência e dos fatores éticos e políticos). Ao final, recomenda-se que o exame avalie, de forma significativa, todas as proposições da AC presentes na matriz de referência.
  • Obstáculos de aprendizaje en niños de 10-12 años sobre el tema sistema circulatorio humano: una propuesta teórica en base a evidencias

    Galagovsky,Lydia Raquel; Edelsztein,Valeria Carolina (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumen: Este trabajo se centra en la investigación sobre posibles orígenes para los errores de aprendizaje detectados en estudiantes de 5to y 6to grado de escuela primaria (10-12 años), frente al tema sistema circulatorio humano. A partir de evidencias que provienen de las respuestas de los niños frente a un cuestionario, se presenta una propuesta de procesos cognitivos involucrados en el aprendizaje en función del marco teórico del Sistema de Procesamiento de la Información. Finalmente, se propone una categorización de Obstáculos Epistemológicos de Aprendizaje (OEA) que se derivan del análisis de casos de aprendizajes erróneos sobre el tema en cuestión. La importancia de detectar tempranamente dificultades de aprendizaje sería llegar a evitar que se afiancen los errores generados durante el procesamiento inicial de la información que se debe aprender.
  • Interações colaborativas e o papel do aluno na polidocência

    Almeida,Helber Rangel Formiga Leite de; Borba,Marcelo de Carvalho (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: Neste artigo é discutido um possível papel que os alunos podem desempenhar no ensino de cursos a distância. Mais especificamente, discute-se como o aluno, a partir do contato com as Tecnologias Digitais, pode ser considerado como membro da polidocência na Educação a Distância. Para isso, foi realizada uma investigação qualitativa em três turmas de Cálculo I de cursos de Licenciatura em Matemática vinculados à Universidade Aberta do Brasil. Como procedimentos metodológicos foram realizadas entrevistas com alunos, tutores e professores dessas turmas e a observação nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem. Destaca-se que, para a figura do aluno polidocente emergir em cursos a distância, há a necessidade do incentivo ao diálogo entre os participantes dos cursos, na busca por uma relação horizontal.
  • Metacognição e as relações com o saber

    Corrêa,Nancy Nazareth Gatzke; Passos,Marinez Meneghello; Arruda,Sergio de Mello (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: Neste artigo trazemos os resultados de uma investigação que analisou os processos metacognitivos de estudantes de Física do Ensino Médio por meio das relações com o saber. Os dados foram coletados por meio de entrevistas e, posteriormente, submetidos aos procedimentos da Análise Textual Discursiva. As percepções dos estudantes sobre seu processo da aprendizagem foram analisadas com base em três novas categorias metacognitivas, denominadas de epistêmicas, pessoais e sociais. Com isso foi possível afirmar que o saber, o sentir e o valorar estão relacionados ao processo metacognitivo e que o planejamento das ações voltadas para a aprendizagem, seu monitoramento e avaliação, é realimentado pelas emoções e reflexões dos estudantes, as quais emergem do contato com o outro e com o mundo.
  • Estabelecendo relações entre as dimensões pedagógica e epistemológica no Ensino de Ciências

    Silva,Erivanildo Lopes; Wartha,Edson José (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: Neste estudo discutiremos aspectos epistemológicos e pedagógicos fulcrais e subjacentes ao delineamento de Sequências de Ensino e Aprendizagem no âmbito do ensino de Ciências, sobretudo destacando a abordagem desses materiais na escola secundária. Tal delineamento está embasado em um modelo didático que considera elementos das relações conceito-contexto, na dimensão epistêmica, estudante-professor, na dimensão pedagógica. Embasados nesse modelo, defendemos que essa estrutura pode ser útil tanto para pesquisadores (escolhas e hipóteses mais explícitas) e professores (organização mais dialógica no processo de ensino e aprendizagem) no que tange a pesquisa e o ensino de Ciências.
  • Possíveis confluências filosóficas e pedagógicas entre a educação ambiental crítica e a pedagogia histórico-crítica

    Peneluc,Magno da Conceição; Pinheiro,Bárbara Carine Soares; Moradillo,Edilson Fortuna de (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-01-01)
    Resumo: O presente artigo propõe um debate sobre as relações filosóficas - ontológicas e epistemológicas - e político-pedagógicas entre a Educação Ambiental, em sua vertente crítico-marxiana, e a Pedagogia histórico-crítica. Postula-se que, ao se embasar no materialismo histórico-dialético, a Educação Ambiental constitui-se em um aparato teórico e metodológico valoroso, especialmente por potencialmente desenvolver um ato pedagógico emancipador, transformador e crítico, além de apresentar relevante potencial heurístico no desvelamento dos aspectos ideológicos e político-ecológicos da crise socioambiental. A educação ambiental crítica alinhada à Pedagogia histórico-crítica poderia, portanto, desenvolver uma práxis desveladora de conflitos socioambientais, no contexto do ensino e da aprendizagem escolar. Busca-se argumentar sobre a relevância da Pedagogia histórico-crítica na proposição de uma práxis de ensino que utilize a mediação didática como via de ajuste de conhecimentos científicos à realidade da sala de aula e à realidade sociocultural do estudante, em especial no tocante à relação sociedade e ambiente.
  • O ensino-aprendizagem da anatomia humana: avaliação do desempenho dos alunos após a utilização de mapas conceituais como uma estratégia pedagógica

    Silva,Janice Henriques da; Foureaux,Giselle; Sá,Marcos Augusto de; Schetino,Luana Pereira Leite; Guerra,Leonor Bezerra (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-01-01)
    Resumo O objetivo deste estudo foi implementar e avaliar o impacto da elaboração de Mapas Conceituais (MC) como estratégia pedagógica no ensino-aprendizagem da Anatomia Humana, uma das disciplinas do curso de Fisioterapia da Universidade Federal de Minas Gerais. Participaram do estudo 298 alunos regularmente matriculados, ao longo de seis semestres. A análise das médias das notas finais dos alunos, anteriores à ampliação do projeto dos MC, demonstrou decréscimo dessas médias ao longo dos semestres, o que foi revertido quando o projeto de ensino de MC foi implementado sistematicamente. A implementação dos MC também foi capaz de promover uma redução significativa no índice de reprovação. Assim, concluímos que o uso de MC parece ter contribuído para melhorar o desempenho dos alunos e também o índice de aprovação na disciplina de Anatomia Humana, principalmente após a sistematização do seu uso através do Projeto de Ensino apoiado pela Pró-Reitoria de Graduação da Instituição.
  • O processo de ensino e aprendizagem de Matemática para alunos surdos: uma revisão sistemática

    Dessbesel,Renata da Silva; Silva,Sani de Carvalho Rutz da; Shimazaki,Elsa Midori (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: Neste estudo objetivamos investigar as intervenções didático-pedagógicas na Educação Básica para o ensino de matemática a alunos surdos. Utilizamos uma revisão sistemática descritiva da literatura contida em artigos, dissertações e teses disponíveis nas bases de dados Scientific Electronic Library Online e Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia nos anos de 2013 a 2017. Usamos os descritores surdos, matemática e ensino, e localizamos 616 pesquisas. Após a seleção, consideramos 16 estudos como amostra final da revisão. Podemos inferir que os estudos apresentaram múltiplas possibilidades, como experiências em ambientes computacionais, cenários investigativos, uso de recursos como materiais didáticos, todos flexíveis e com planejamentos na aplicação. Ao pensarmos a educação matemática para surdos, foco deste estudo, observamos avanços nas pesquisas, tais como as contribuições que os trabalhos analisados trouxeram para a área. Todavia, alertamos para a necessidade de realizar mais pesquisas que respondam às necessidades da efetivação do processo de ensino e aprendizagem no interior das escolas.
  • Diagramas de energia de orbitais em livros didáticos de Química Geral: uma análise sob o viés da semiótica Peirceana

    Rozentalski,Evandro; Porto,Paulo Alves (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-04-01)
    Resumo: Neste artigo foi analisado o emprego de diagramas de energia de orbitais em livros didáticos de Química Geral, utilizados no ensino universitário brasileiro ao longo do século XX. Para isso, 16 livros publicados entre 1950 e 2001 foram selecionados, e a semiótica peirceana foi utilizada como referencial de análise para o entendimento sobre diagramas. A análise revelou que o uso de diagramas de energia de orbitais ocorre em diferentes contextos de aplicação e com diferentes objetivos. Do ponto de vista da semiótica, os significados dos signos que compõem os diagramas, e as regras que orientam sua construção e operação, são previamente convencionados, fornecendo, assim, bases mínimas a respeito de como interpretá-los. Todavia, aspectos mais sutis se afastam dessa base mínima e podem acarretar interpretações não pretendidas por seus autores. Tais concepções alternativas podem ser superadas através de compreensões mais elaboradas sobre a natureza e o papel das representações no ensino, fundamentadas na semiótica Peirceana.
  • Erros e dificuldades de aprendizagem de estudantes do ensino médio na interpretação da reação química como um sistema complexo

    Meneses,Fábia Maria Gomes de; Nuñez,Isauro Beltrán (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-01-01)
    Resumo: Conhecer a reação química como um sistema complexo é considerado um dos objetivos da educação química no Ensino Médio. O presente estudo objetiva avaliar e compreender esse conhecimento, considerando a resposta de 126 estudantes que responderam uma questão na prova de Química do Vestibular da UFRN, no ano de 2013. Para esse propósito, foram analisadas as respostas e identificados os erros assim como os níveis de desenvolvimento da habilidade de interpretar uma reação química como um sistema complexo, os quais foram relacionados a dificuldades de aprendizagem. Os resultados evidenciam o baixo desempenho dos estudantes e as limitações na compreensão e integração de parâmetros que caracterizam uma reação química. Esses erros podem estar também associados à forma fragmentada de organizar e ensinar os conteúdos relativos às reações químicas gerando dificuldades de aprendizagem, o que exige de novas propostas metodológicas de natureza intradisciplinar.
  • A genética humana nos livros didáticos brasileiros e o determinismo genético

    Prochazka,Luana de Souza; Franzolin,Fernanda (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-01-01)
    Resumo O tratamento da genética humana no ensino de genética pode ter por objetivo aproximar o assunto da realidade do aluno e ilustrar que os mecanismos gênicos não são exclusivos de outras espécies. Sendo os livros didáticos um dos principais recursos utilizados na escola, esta pesquisa teve por objetivo verificar quais características humanas são mencionadas nos livros didáticos brasileiros e como são abordadas, propiciando ou não ao aluno a compreensão da complexidade da expressão de suas características. Foram analisados livros aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático, quantificando as características humanas citadas e categorizando-as de acordo com o seu modo de tratamento. Os resultados demonstram que as características são menos priorizadas dentro dos livros didáticos; são em sua maioria descritas como monogênicas; e estão pouco relacionadas com informações sobre a influência do ambiente em sua expressão, podendo propiciar uma visão determinista da genética.
  • O que significa alfabetização ou letramento para os pesquisadores da educação científica e qual o impacto desses conceitos no ensino de ciências

    Cunha,Rodrigo Bastos (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-01-01)
    Resumo Este artigo aborda dois grupos distintos de estudos do campo da educação científica e do ensino de ciências que se apropriam de conceitos dos estudos da linguagem e do ensino de línguas, um que trata de alfabetização científica e outro que trata de letramento científico. O principal objetivo é identificar o que há em comum nos estudos desses dois grupos, que noção de alfabetização ou de letramento eles usam, e como esses conceitos influenciam na escolha do que deve ser ensinado na educação científica. Para isso, foram selecionados cinco artigos de cada grupo, publicados em periódicos da área de educação, entre os trabalhos mais influentes, com maior número de citações. Enquanto os que tratam de alfabetização consideram fundamental o ensino de conceitos científicos, os que optam por letramento priorizam, no ensino, a função social das ciências e das tecnologias e o desenvolvimento de atitudes e valores em relação a elas.

View more