• 110 anos após a hipótese de Sutton-Boveri: a teoria cromossômica da herança é compreendida pelos estudantes brasileiros?

      Santos,Felipe Domingos dos; Silva,Antonio Fernando Gouvea; Franco,Fernando Faria (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2015-12-01)
      ResumoA Teoria Cromossômica da Herança (TCH), elaborada no início do século XX, consiste na proposição de que os fatores mendelianos estariam ligados aos cromossomos. Neste trabalho, foi realizada uma análise qualitativa sobre ensino-aprendizagem da TCH, envolvendo análise documental dos materiais didáticos e entrevistas semiestruturadas com discentes do Ensino Médio. Os resultados sugerem que os discentes não foram capazes de relacionar padrões de herança mendelianos com o processo de meiose. Com relação à análise documental, foi observada a dissociação dos conteúdos de Genética mendeliana dos de divisão celular meiótica. Uma proposta para superação dessa dificuldade seria trabalhar as bases epistemológicas da TCH usando a história da ciência. Essa proposta está fundamentada na ideia de que o contexto histórico-filosófico humaniza as ciências, podendo colaborar para a formação crítica do discente bem como para a aprendizagem significativa sobre a elaboração dos conceitos relacionados à temática estudada.
    • A "crítica forte" da ciência e implicações para a educação em ciências

      Greca,Ileana María; Freire Jr.,Olival (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2004-12-01)
      Neste trabalho discutimos alguns elementos oriundos tanto do que se pode denominar vagamente de tendências pós-modernas na filosofia, quanto do campo da história social e da sociologia das ciências, e as possíveis implicações dos mesmos para a pesquisa e a educação em ciências. Nossa avaliação é que, independentemente do problemático de alguns de seus pressupostos, estas correntes têm a contribuir para a nossa compreensão da ciência e para a formação de cidadãos mais responsáveis.
    • A (re) construção dos conceitos de natureza, meio ambiente e educação ambiental por professores de duas escolas públicas

      Lima,Aguinel Messias de; Oliveira,Haydée Torres de (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2011-01-01)
      Esta pesquisa foi realizada com professores de duas escolas públicas com o objetivo de (re) construir conceitos de natureza, meio ambiente e Educação Ambiental (EA). Na primeira etapa de coleta de dados, foi utilizado um formulário com questões abertas aplicadas a 23 professores da Escola Estadual de Ensino Médio e a sete professores da Escola Municipal de Ensino Fundamental. Na segunda etapa, foi realizada uma "oficina conceitual" em cada escola. Os professores da Escola de Ensino Médio possuem formação acadêmica diversa, e os da escola de Ensino Fundamental são formados em Pedagogia. As análises dos resultados apontaram, em ambas escolas, uma mudança conceitual de EA preservacionista/recursista para transformadora; de meio ambiente como biosfera para o multidimensional; de natureza naturalista para uma perspectiva socioambiental. Por meio deste estudo, propõe-se discutir uma proposta de EA a partir da (re) construção de saberes com a coletividade de professores.
    • A alfabetização científica e o processo de ler e escrever em séries iniciais: emergências de um estudo de investigação-ação

      Brandi,Arlete Terezinha Esteves; Gurgel,Célia Margutti do Amaral (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2002-01-01)
      Este artigo aborda o processo de leitura e escrita, o ensino de Ciências nas séries iniciais do ensino fundamental e a formação inicial e continuada de professores que atuam, sobretudo, no primeiro ciclo, a partir de uma pesquisa apoiada na investigação-ação. O principal objetivo do trabalho foi identificar processos e resultados no decorrer de atividades de alfabetização articulados com conhecimentos de Ciências, em parceria com uma professora, para verificar em que termos seria possível ocorrer o redimensionamento de sua prática pedagógica neste ensino. Ao fazer uso da narrativa, esta investigação possibilita uma reflexão particular, sobre os modelos e propostas advindos dos Programas de Educação Continuada de nossos professores.
    • A aprendizagem de genética à luz da Teoria Fundamentada: um ensaio preliminar

      Silva,Cirlande Cabral da; Kalhil,Josefina Barrera (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2017-03-01)
      Resumo: O presente trabalho versa sobre as dificuldades que os alunos do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do Instituto Federal do Amazonas enfrentam quando estudam a disciplina Genética. Diante desse panorama, fizemos um ensaio preliminar para elaborar uma Teoria Substantiva que explicasse o motivo pelo qual ocorria tal fenômeno. Diante disso, seguimos os três passos recomendados pela Teoria Fundamentada: (1) a codificação aberta; (2) a codificação axial e (3) a codificação seletiva. Os métodos da Teoria Fundamentada se basearam em diretrizes sistemáticas, ainda que flexíveis, para coletar e analisar os dados visando à construção de teorias. Portanto, para esse estudo, elaboramos a seguinte Teoria Substantiva: a dificuldade de compreensão dos assuntos de Genética leva o aluno a uma interpretação incompleta dos fatos (fenômenos) em decorrência de uma percepção esporádica, não desenvolvendo assim atitudes reflexivas para o devido entendimento (entende, mas não interpreta) dos assuntos relacionados à Genética.
    • A aproximação sociocultural à mente, de James V. Wertsch, e implicações para a educação em ciências

      Pereira,Alexsandro Pereira de; Ostermann,Fernanda (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2012-01-01)
      Este artigo apresenta uma introdução à aproximação sociocultural à mente, de James V. Wertsch. Um primeiro pressuposto da aproximação sociocultural é a noção de que a "ação mediada" é a unidade de análise. A partir dessa perspectiva, a ação humana tipicamente emprega ferramentas culturais, ou meios mediacionais, que são fornecidos por um cenário sociocultural particular. O uso concreto dessas ferramentas culturais envolve uma "tensão irredutível" entre agentes ativos e itens como computadores, livros, linguagem, entre outros. O objetivo do presente trabalho é apresentar a aproximação sociocultural de Wertsch como possível referencial teórico para o ensino de ciências e para as pesquisas nessa área.
    • A articulação da temática da doação de sangue e o ensino de biologia no Ensino Médio: uma pesquisa baseada em design

      Bittencourt,Leylane Porto; Struchiner,Miriam (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2015-03-01)
      Este estudo constituiu uma Pesquisa baseada em Design (PBD) que teve como objetivo analisar a articulação da temática da doação de sangue e o ensino de Biologia na perspectiva Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS). A pesquisa foi realizada em uma escola federal do Rio de Janeiro e envolveu professores do setor de Biologia e 18 estudantes do terceiro ano do Ensino Médio. Seguiu as fases da PBD: (1) análise do problema educativo; (2) desenvolvimento do artefato pedagógico; (3) intervenção e avaliação; (4) reflexão para produzir princípios de design. Como resultados, verificou-se que os professores influenciaram na compreensão do problema educativo e seu encaminhamento na pesquisa. No desenvolvimento, a professora se deparou com desafios práticos para incorporação da tecnologia no contexto pedagógico. Na intervenção, a professora e estudantes avaliaram positivamente o uso da tecnologia, sobretudo no que se referiu à articulação da temática da doação de sangue ao ensino de Biologia.
    • A atividade de ensino e o desenvolvimento do pensamento teórico em matemática

      Cedro,Wellington Lima; Moraes,Silvia Pereira Gonzaga de; ROSA,JOSÉLIA EUZÉBIO DA (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2010-01-01)
      Neste artigo, buscamos refletir sobre a formação do pensamento teórico-matemático nos estudantes, tomando por base os pressupostos da perspectiva histórico-cultural. Apoiando-nos em estudos de Vigotski, Leontiev, Davídov e, mais recentemente, de Moura e Lanner de Moura, discutimos a relação entre o ensino, a aprendizagem e a formação do pensamento teórico em Matemática, tendo como base a atividade de ensino.
    • A área CTS no Brasil vista como rede social: onde aprendemos?

      Chrispino,Alvaro; Lima,Leonardo Silva de; Albuquerque,Márcia Bengio de; Freitas,Ana Claudia Carvalho de; Silva,Marco Aurélio Ferreira Brasil da (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2013-01-01)
      O presente trabalho apresenta o resultado de levantamento realizado em 22 periódicos nacionais na área de Ensino de Ciências, que buscou identificar os trabalhos mais citados como fontes de consulta ou referência, considerando os artigos que continham as palavras ciência, tecnologia e sociedade, juntas ou separadas. Os artigos encontrados foram modelados como uma rede de citações. Foram identificados 88 trabalhos, dos quais resultaram 394 fontes e listados os 13 trabalhos mais citados. Os resultados permitem inferir que: há predominância de autores nacionais como fonte de pesquisa dos trabalhos publicados nos principais periódicos; não estão presentes autores dos primeiros textos e trabalhos referidos na área; e que não é possível perceber a interdisciplinaridade e a contextualização características da área CTS. Resultados preliminares confirmam a necessidade de se conhecer quais as fontes de que se utilizam os autores dos principais trabalhos que servem de base para a produção CTS no Brasil.
    • A baixa procura pela licenciatura em física, com base em depoimentos de estudantes do ensino médio público do oeste catarinense

      Lunkes,Mércio José; Rocha Filho,João Bernardes da (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2011-01-01)
      O artigo contextualiza a carência de professores de nível médio, especialmente de Física, e apresenta resultados de uma pesquisa com estudantes do Ensino Médio público do Oeste catarinense, sobre expectativas e críticas em relação à carreira do magistério em Física. Foram investigados, em 2007, 157 alunos de 1ª série, e, em 2009, 132 alunos remanescentes, então na 3ª série. Da análise dos dados colhidos, identificou-se que os estudantes entram no Ensino Médio sem expectativas elevadas, mas com gosto pelo ensino de ciências, e saem dele com baixo interesse pela carreira docente em Física, impressionados pela ênfase da formulação matemática, a pouca aplicação cotidiana dos conteúdos estudados e a baixa valorização social do magistério. Foram identificados eventos escolares típicos, que ocorreram durante o Ensino Médio dos estudantes investigados, parcial ou totalmente responsáveis pela modificação de atitude dos estudantes, culminando na rejeição pela carreira do magistério em Física.
    • A biologia do conhecer de Maturana e algumas considerações aplicadas à educação

      Naputano,Marcelo; Justo,José Sterza (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2018-09-01)
      Resumo: Pretende-se considerar alguns elementos da teoria de Humberto Maturana, instituidor da Biologia do Conhecer, que parecem fundamentais para o desenvolvimento de uma epistemologia científica que possa colocar em evidência a possível superação ou tentativa de superação, da dicotomia entre a natureza e a cultura ou entre a biologia e a sociologia, considerando-se também suas implicações para a educação. Ou seja, são abordados alguns elementos relevantes da teoria de Maturana, descritos na obra Biologia do fenômeno social, e a possibilidade de sua aplicabilidade imediata na educação, consideradas na obra Uma abordagem da educação atual na perspectiva da biologia do conhecimento. Essas leituras são relevantes porque a teoria de Maturana reconsidera a importância da experiência como promotora de conhecimento e, desse modo, serão as possíveis considerações do concreto da educação a nos oferecer uma leitura mais aprofundada da teoria descrita. A conclusão trata de uma breve consideração pedagógica.
    • A biologia em obras infantis de Monteiro Lobato: modulações literárias, científicas e culturais

      Carvalho,Fabiana Aparecida de (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2008-01-01)
      A tessitura deste trabalho abarca os traços da Biologia presentes em duas obras infanto-juvenis de Monteiro Lobato. Os entendimentos acerca dos traços biológicos como evolução, seleção natural, tamanho, classificação e organização natural se hibridizam, mesclam-se a outros discursos e significados e apontam relações e significações que se dão entre os espaços - diferenças - dos múltiplos conhecimentos. Ao reconhecer que a Biologia participa dessa Literatura, construiu-se um olhar para seus significados que são (re)criados em relação às diferenças, não funcionando como decalque, cópia de um campo cultural único ou suposto como original. Ao migrar para o texto, os significados culturais desses traços biológicos expandem o campo da escritura por uma interrupção e um espaçamento. Investigaram-se as relações de diferenças que se estabelecem entre Literatura e Biologia, e a intensidade das narrativas que trazem traços de crenças, valores, interesses políticos no discurso científico, e que são arrastados para a Literatura, num trajeto híbrido e nômade.
    • A biologia nos museus de ciências: a questão dos textos em bioexposições

      Marandino,Martha (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2002-01-01)
      O artigo em questão discute a produção de textos em museus de ciências, a partir de dados obtidos em pesquisa de doutorado a qual buscou estudar o processo de construção do discurso expositivo em exposições ligadas ao campo da biologia. Neste trabalho apresenta-se, inicialmente, o referencial teórico sobre o tema, onde se discute as características dos textos científicos, dos textos de divulgação e dos textos afixados em museus. Alguns exemplos dos textos estudados em cinco museus são apresentados, com base nos dados obtidos através da análise qualitativa das exposições. Elementos como formato, estrutura, edição e linguagem são analisados, buscando caracterizar a diferença entre os três tipos de textos e o processo de recontextualização pelo qual esses passam na elaboração do discurso expositivo. No que se refere às características dos textos existentes nos museus de ciências, destaca-se que estes nunca são exatamente iguais aos textos científicos ou aos textos de divulgação, apesar de possuírem alguns elementos em comum. Conclui-se que entender as especificidades da cultura museal e do público visitante é imprescindível para a produção dos textos nos museus e, neste sentido, pesquisas de público que avaliem as inovações tecnológicas e as características dos textos devem ser estimuladas, para que estes realmente auxiliem e promovam a leitura nesses locais.
    • A carência de professores de ciências e matemática na Educação Básica e a ampliação das vagas no Ensino Superior

      Araujo,Renato Santos; Vianna,Deise Miranda (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2011-01-01)
      Este estudo parte das estatísticas do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira sobre o Ensino Superior, para responder questões de estudo que envolvem: a dimensão da carência de professores no país, o crescimento da oferta de vagas nas licenciaturas presenciais, e a distância e as estimativas sobre o volume total de vagas necessárias para que o país possa formar licenciados em número suficiente para atender a Educação Básica. Metodologicamente, este trabalho se apresenta como um estudo documental alicerçado na análise sistematizada de documentos, estatísticas e artigos da literatura. Os dados estatísticos sobre vagas, candidatos, ingressos, matrículas e concluintes são então apresentados e discutidos quantitativamente, buscando-se elementos que fundamentem as considerações feitas para o fortalecimento das políticas públicas na área. As conclusões apontam que medidas complementares à ampliação de vagas nos cursos de licenciatura são necessárias para a solução da carência de professores no Brasil.
    • A ciência nos meios de comunicação de massa: divulgação de conhecimento ou reforço do imaginário social?

      Pechula,Márcia Reami (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2007-08-01)
      O texto descreve a crise teórico-metodológica da ciência moderna instaurada no século XX, contraposta ao imaginário social presente na recepção da ciência divulgada pelos meios de comunicação de massa. A descrição demonstra que há um paradoxo entre a produção do conhecimento científico, forjado nos centros e instituições científicas, e a visão geral daqueles que recebem as informações científicas via meios de comunicação de massa. Para tanto, o trabalho estrutura-se em quatro etapas: 1º) descreve o processo da crise teórico-metodológica da ciência no século XX, no âmbito acadêmico; 2º) analisa a formação dos elementos constitutivos do imaginário social, sob a perspectiva sociológica; 3º) analisa as condições da ciência como informação nos meios de comunicação de massa; 4º) demonstra a veiculação das informações científicas dos meios de comunicação de massa, exemplificada pela leitura da revista Superinteressante.
    • A comunicação como barreira à inclusão de alunos com deficiência visual em aulas de mecânica

      Camargo,Eder Pires de (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2010-01-01)
      O presente artigo encontra-se inserido em um estudo que busca compreender as principais barreiras para a inclusão de alunos com deficiência visual no contexto do ensino de física. Focalizando aulas de mecânica, analisa as dificuldades comunicacionais entre licenciandos e discentes com deficiência visual. Para tal, enfatiza as estruturas empírica e semântico-sensorial das linguagens utilizadas, indicando fatores geradores de dificuldades de acessibilidade às informações veiculadas. Recomenda, ainda, alternativas que se destinam a dar condições à participação efetiva do discente com deficiência visual no processo comunicativo. Conclui afirmando que a comunicação representa a principal barreira à participação efetiva de alunos com deficiência visual em aulas de mecânica, e enfatiza a importância da criação de canais comunicacionais adequados como condição básica à inclusão desses alunos.
    • A concepção de ciência de Popper e o ensino de ciências

      Rufatto,Carlos Alberto; Carneiro,Marcelo Carbone (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2009-01-01)
      Procurou-se identificar as consequências mais importantes da concepção de ciência de Popper, que deu origem a um rico debate na Filosofia das Ciências, para o Ensino de Ciências. O acompanhamento deste debate permite perceber a riqueza do processo científico, reconhecendo as contribuições daqueles que debateram com Popper; bem como a importância dos aspectos da ciência que Popper valorizou e procurou preservar. As críticas e os debates em torno das abordagens de mudança conceitual contribuíram para a percepção da riqueza e complexidade desse processo. Quando considerados os objetivos institucionais das escolas e as expectativas sociais em torno da compreensão adequada e da procura de superação dos paradigmas vigentes a manutenção de certos aspectos, inerentes ao processo de mudança conceitual, pode se mostrar relevante. Neste sentido, a obra de Popper pode oferecer importante apoio para valorizar aspectos racionais que poderiam presidir o processo de aprender Ciências.
    • A construção coletiva do conhecimento científico sobre a estrutura do DNA

      Scheid,Neusa Maria John; Ferrari,Nadir; Delizoicov,Demétrio (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2005-08-01)
      Neste artigo, a epistemologia de Ludwik Fleck é utilizada na interpretação de relatos sobre a evolução do conhecimento científico que culminou na proposição do modelo de dupla hélice para a molécula de DNA e sua aceitação pela comunidade científica. A compreensão dos coletivos de pensamento e dos estilos de pensamento envolvidos nesse processo permite explorar uma visão mais adequada da produção do conhecimento científico, contribuindo para a melhoria da educação científica de professores de biologia e de ciências.
    • A construção coletiva interdisciplinar em educação ambiental no ensino médio: a microbacia hidrográfica do Ribeirão dos Peixes como tema gerador

      Lucatto,Luis Gustavo; Talamoni,Jandira Liria Biscalquini (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2007-12-01)
      O Ribeirão dos Peixes é o principal corpo de água do município de Dois Córregos (SP), e as conseqüências das atividades antrópicas no local exigem urgentes providências para a recuperação do sistema. Considerando que as bacias hidrográficas representam uma temática bastante adequada para um programa de Educação Ambiental e, ainda, as dificuldades/necessidades apresentadas, pelos professores, para o desenvolvimento de práticas que estimulem a conscientização dos alunos com respeito às questões ambientais, o presente estudo visou à formação interdisciplinar de educadores que atuavam no terceiro ano do ensino médio de uma escola estadual, no sentido de possibilitar que trabalhassem posteriormente com seus alunos a dimensão ambiental da microbacia hidrográfica do Ribeirão dos Peixes. Uma investigação inicial sobre as práticas pedagógicas dos professores em relação à abordagem do tema e à Educação Ambiental forneceu subsídios para que este trabalho fosse conduzido, por meio da Pesquisa-ação-participativa e complementada pelo Ensino por pesquisa.
    • A construção de argumentos em aulas de ciências: o papel dos dados, evidências e variáveis no estabelecimento de justificativas

      Sasseron,Lucia Helena; Carvalho,Anna Maria Pessoa de (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., 2014-01-01)
      Nosso foco, neste trabalho, recai sobre ações em aulas de ciências que contribuem para a construção de argumentos, sobretudo o trabalho com dados, evidências e variáveis para a construção de justificativas. Nosso referencial teórico principal é o padrão de argumento de Toulmin (TAP-1958/2006). Analisamos a transcrição da gravação de duas aulas de ciências ocorridas em um 4º ano do Ensino Fundamental. A análise inicial permitiu evidenciar os argumentos construídos coletivamente nestas aulas. A partir deste dado, pudemos identificar de que maneira cada elemento do TAP era construído, considerando, ao mesmo tempo, o trabalho desenvolvido pela professora. Chama a atenção que a construção do argumento ocorre em uma ordem não intuitiva: a professora não parte da construção de uma alegação, mas a alegação constitui-se como decorrência da análise de diversas situações; fornecendo-nos evidências de que o processo por ela utilizado é um processo de investigação sobre dados empíricos.