Show simple item record

dc.contributor.authorMarisa Silva
dc.contributor.authorAlexandra Oliveira Doroftei
dc.contributor.authorEunice Macedo
dc.contributor.authorIsabel Costa
dc.contributor.authorFlorbela Sousa
dc.contributor.authorHelena C. Araújo
dc.date.accessioned2019-10-25T05:29:45Z
dc.date.available2019-10-25T05:29:45Z
dc.date.created2017-09-25 09:39
dc.date.issued2014
dc.identifieroai:redalyc.org:34932505002
dc.identifierhttp://www.redalyc.org/articulo.oa?id=34932505002
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.12424/1346031
dc.description.abstractTendo em conta a descentralização de competências em matéria de educação entre o estado central e as autarquias, no âmbito de um projeto de investiga - ção, foram entrevistados/as representantes de Associações de Pais e Encarre - gados/as de Educação de agrupamentos de escolas do ensino básico, com o objetivo de perceber as suas perspetivas sobre as orientações de política edu - cativa dos municípios, a apreciação que fazem das ações concretizadas nesse âmbito, bem como as formas de cooperação que se observam entre os vários atores. A apreciação relativamente ao trabalho desenvolvido é, na generalida - de, positiva, embora existam vozes que se distanciam da atuação municipal. Relativamente às orientações de política educativa, sobressaem a promoção do sucesso escolar e a igualdade de oportunidades, suportadas por ações que visam essencialmente o fomento das aprendizagens dos/as alunos/as e da qua - lidade de vida das famílias. O município é visto como um parceiro central e fundamental no âmbito da educação, colaborando com as escolas e com as en - tidades locais que trabalham no campo da educação. O trabalho em rede surge como uma estratégia utilizada e valorizada, particularmente na articulação das atividades desenvolvidas e dinamizadas em conjunto com todos os atores com influência no campo educativo, especialmente ao nível local.
dc.format.mediumapplication/pdf
dc.languagept
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
dc.relation.ispartofhttp://www.redalyc.org/revista.oa?id=349
dc.rightsRevista Lusófona de Educação
dc.sourceRevista Lusófona de Educação (Portugal) Num.27
dc.subjectEducación
dc.subjectPais
dc.subjectpolítica educativa municipal
dc.subjecttrabalhar em rede
dc.subjectsucesso escolar
dc.titleAssociações de pais e política educativa municipal: redes em construção
dc.typeArtículo científico
ge.collectioncodeOAIDATA
ge.dataimportlabelOAI metadata object
ge.identifier.legacyglobethics:11329732
ge.identifier.permalinkhttps://www.globethics.net/gel/11329732
ge.lastmodificationdate2017-09-25 09:39
ge.lastmodificationuseradmin@pointsoftware.ch (import)
ge.submissions0
ge.oai.exportid149403
ge.oai.repositoryid3008
ge.oai.streamid2
ge.setnameGlobeEthicsLib
ge.setspecglobeethicslib
ge.linkhttp://www.redalyc.org/articulo.oa?id=34932505002


This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record