Show simple item record

dc.contributor.authorEric Ferdinando Kanai Passone
dc.date.accessioned2019-10-25T07:00:12Z
dc.date.available2019-10-25T07:00:12Z
dc.date.created2017-09-25 09:44
dc.date.issued2015
dc.identifieroai:redalyc.org:29835330012
dc.identifierhttp://www.redalyc.org/articulo.oa?id=29835330012
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.12424/1355402
dc.description.abstractA partir da indagação conceitual própria da psicanálise no campo da educação, este trabalho reflete a respeito da outra cena da política de avaliação educacional no Brasil. Tendo como referência estudos de Freud, Lacan e psicanalistas contemporâneos, o artigo busca discutir o desejo que sustenta o imaginário social desse discurso hegemônico a respeito da avaliação e que determina as práticas discursivas pedagógicas contemporâneas. Para esta reflexão, parte-se da constatação de que as práticas discursivas articuladas em torno da avaliação externa da educação básica e da gestão do sistema público de ensino por resultados e incentivos geram os piores efeitos sobre o ato educativo, sobre o professor, sobre a criança e a própria gestão educacional. Tais práticas reinscrevem a educação a partir do discurso do capital, cuja marca é a produção em massa de capital humano de excelência, e do discurso científico--universitário de análise da política educacional, no qual o sujeito passa a ser identificado e rotulado de acordo com os resultados e padrões normativos. Esse cenário, característico das sociedades globalizadas, demanda novas análises, bem como pesquisas para ampliar o quadro teórico a respeito do estatuto do sujeito do desejo, do ato educativo e das possíveis posições que a criança assume junto à demanda do adulto no contexto de políticas educacionais que vinculam avaliação da educação e mecanismos de incentivos por resultados. Como conclusão, pontuamos que a vinculação entre avaliação e incentivo tem tornado a educação um acontecimento ainda mais difícil, pois reforça os efeitos do discurso pedagógico hegemônico e reduz as condições de a educação acontecer para grande parcela da população do nosso país.
dc.format.mediumapplication/pdf
dc.languagept
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade de São Paulo
dc.relation.ispartofhttp://www.redalyc.org/revista.oa?id=298
dc.rightsEducação e Pesquisa
dc.sourceEducação e Pesquisa (Brasil) Num.1 Vol.41
dc.subjectEducación
dc.subjectPsicanálise
dc.subjectEducação
dc.subjectAvaliação educacional
dc.subjectSubjetividade
dc.titleNotas psicanalíticas: os discursos contemporâneos acerca da avaliação educacional no Brasil
dc.typeArtículo científico
ge.collectioncodeOAIDATA
ge.dataimportlabelOAI metadata object
ge.identifier.legacyglobethics:11339149
ge.identifier.permalinkhttps://www.globethics.net/gel/11339149
ge.lastmodificationdate2017-09-25 09:44
ge.lastmodificationuseradmin@pointsoftware.ch (import)
ge.submissions0
ge.oai.exportid149403
ge.oai.repositoryid3008
ge.oai.streamid2
ge.setnameGlobeEthicsLib
ge.setspecglobeethicslib
ge.linkhttp://www.redalyc.org/articulo.oa?id=29835330012


This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record