Show simple item record

dc.contributor.authorRejane de Fontes Souza
dc.date.accessioned2019-10-25T07:00:26Z
dc.date.available2019-10-25T07:00:26Z
dc.date.created2017-09-25 09:44
dc.date.issued2004
dc.identifieroai:redalyc.org:29830205
dc.identifierhttp://www.redalyc.org/articulo.oa?id=29830205
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.12424/1355519
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho é refletir sobre a importância do método narrativo e da escuta pedagógica para a construção de discursos alternativos à fala hegemônica na educação, mediante uma atuação docente que investigue sua própria prática. Com base na escuta das falas de crianças hospitalizadas e em leituras de Walter Benjamin, este texto se propõe a subverter o pensamento que tem dominado o cenário educacional no Brasil. Embora esse pensamento hegemônico nos obrigue a acreditar que não existem alternativas, as propostas de reformas são plurais e desmentem a ideologia veiculada pela mídia. Essas reformas nascem na base da sociedade civil e estão articuladas com setores populares, cujos protagonistas são os educadores. As experiências instituintes em escolas públicas e fora delas procuram responder às mudanças de nosso tempo. A sociedade da informação mediática e do bombardeio visual abre mão da reflexão e da análise minuciosa da produção cultural e educacional que a invade, reproduzindo como se fossem dogmas os jargões que a mídia produz. Qual o lugar dos indivíduos excluídos na sociedade do espetáculo? Na sociedade de promessas de lucros fáceis, fama rápida e conhecimentos sem aprendizado? Em meio à complexa cultura informacional de discursos desconectados, o que parece ser comum, para a maior parte das crianças hospitalizadas no Brasil, é que elas são marcadas pelo ciclo da miséria, da exclusão e pela ausência de quem, as permitindo falar, escute suas vozes. Conclui- se que escutar a narrativa dos excluídos conseqüentemente tem implicações na ampliação de experiências educativas que possam contar uma outra história: a de um mundo mais humanizado.
dc.format.mediumapplication/pdf
dc.languagept
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade de São Paulo
dc.relation.ispartofhttp://www.redalyc.org/revista.oa?id=298
dc.rightsEducação e Pesquisa
dc.sourceEducação e Pesquisa (Brasil) Num.2 Vol.30
dc.subjectEducación
dc.subjectEducação Experiências instituintes Escuta pedagógica Exclusão
dc.titleA reinvenção da escola a partir de uma experiência instituinte em hospital
dc.typeArtículo científico
ge.collectioncodeOAIDATA
ge.dataimportlabelOAI metadata object
ge.identifier.legacyglobethics:11339267
ge.identifier.permalinkhttps://www.globethics.net/gel/11339267
ge.lastmodificationdate2017-09-25 09:44
ge.lastmodificationuseradmin@pointsoftware.ch (import)
ge.submissions0
ge.oai.exportid149403
ge.oai.repositoryid3008
ge.oai.streamid2
ge.setnameGlobeEthicsLib
ge.setspecglobeethicslib
ge.linkhttp://www.redalyc.org/articulo.oa?id=29830205


This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record