Show simple item record

dc.contributor.authorVanessa Lima Caldeira Franceschini
dc.contributor.authorPaula Miranda-Ribeiro
dc.contributor.authorMarília Miranda Forte Gomes
dc.date.accessioned2019-10-25T07:00:52Z
dc.date.available2019-10-25T07:00:52Z
dc.date.created2017-09-25 09:44
dc.date.issued2016
dc.identifieroai:redalyc.org:29847323013
dc.identifierhttp://www.redalyc.org/articulo.oa?id=29847323013
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.12424/1355772
dc.description.abstractAtualmente, o ensino fundamental (EF) está praticamente universalizado no Brasil e as taxas de escolarização bruta e líquida têm aumentado no ensino médio (EM). Apesar dos avanços, os resultados educacionais fornecidos pelos órgãos governamentais demonstram que o desempenho dos alunos, tanto no EF quanto no EM, tem declinado para diferentes subgrupos da população. Particularmente, alguns trabalhos têm evidenciado diferenciais educacionais importantes, segundo sexo e raça. No entanto, os estudos voltados para se entender quais os fatores associados ao desempenho escolar são, em sua maioria, direcionados para o EF. Diante disso, o objetivo deste trabalho é verificar a relação entre raça/cor, segundo sexo, para os adolescentes matriculados no 2º ano do EM, em escolas da rede estadual de ensino (REE) de nove municípios mineiros integrantes da região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Os dados utilizados foram os da Pesquisa Jovem (PJ) e os do Censo Escolar, referentes ao ano de 2009, e foram aplicados modelos multivariados de regressão logística. No geral, os resultados mostraram diferenciais importantes segundo raça/cor e sexo. Os riscos de reprovação no 2º ano do EM foram maiores para aqueles que se autodeclararam como sendo da raça/cor parda, sendo a situação ainda pior para o sexo feminino (OR=2,23) comparada ao sexo masculino (OR=1,66).
dc.format.mediumapplication/pdf
dc.languagept
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade de São Paulo
dc.relation.ispartofhttp://www.redalyc.org/revista.oa?id=298
dc.rightsEducação e Pesquisa
dc.sourceEducação e Pesquisa (Brasil) Num.3 Vol.42
dc.subjectEducación
dc.subjectRaça/Cor
dc.subjectReprovação
dc.subjectEnsino médio
dc.subjectAdolescentes
dc.subjectBrasil
dc.titleA cor da reprovação: fatores associados à reprovação dos alunos do ensino médio
dc.typeArtículo científico
ge.collectioncodeOAIDATA
ge.dataimportlabelOAI metadata object
ge.identifier.legacyglobethics:11339523
ge.identifier.permalinkhttps://www.globethics.net/gel/11339523
ge.lastmodificationdate2017-09-25 09:44
ge.lastmodificationuseradmin@pointsoftware.ch (import)
ge.submissions0
ge.oai.exportid149403
ge.oai.repositoryid3008
ge.oai.streamid2
ge.setnameGlobeEthicsLib
ge.setspecglobeethicslib
ge.linkhttp://www.redalyc.org/articulo.oa?id=29847323013


This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record