Educação & Realidade main objective is the dissemination of scientific production in education and encouragement of academic debate for the production of new knowledge. It also aims at the expansion of analytical tools in order to expand the borders of thinking and practice in education. Educação & Realidade publishes articles – based in theoretical studies, research, reflections on concrete practices and current or controversial debates – related to various areas in the field of education and their interfaces with the arts, philosophy, letters, social sciences and humanities. The texts published in Educação & Realidade, in Portuguese, Spanish or English, offer a perspective that contributes to the discussion and advancement of the ways the themes have been currently treated in the field of education. The plurality of theoretical perspectives is one of the pillars of the editorial policy of Educação & Realidade, as evidenced by its history of leadership in proposing burning issues in education. The journal aims to serve as a central vehicle for not only the knowledge and research that are already consolidated, but also for innovative perspectives in terms of methodology and for texts that offer alternatives to established models in the area.

News

The Globethics.net library has articles of Educação & Realidade as of vol. 37(2012) to current.

Recent Submissions

  • A Prática Espinosana de uma Educação Menor

    Oliveira,Fernando Bonadia de (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo: O conceito de educação menor, proposto por Sílvio Gallo em trabalho publicado na Revista Educação & Realidade no ano de 2002, parte de um deslocamento do conceito de literatura menor, criado por Gilles Deleuze e Félix Guattari. O objetivo deste artigo é identificar Bento de Espinosa (1632-1677), no contexto do século XVII, à prática de certa espécie de educação menor. Tal identificação será construída por meio de um exame de alguns aspectos da biografia do filósofo e de elementos colhidos de sua obra. Demonstra-se que Espinosa, em sua atividade como professor, manteve uma forma de educar não institucionalizada, desterritorializada e rizomática, assim como define o conceito de educação menor.
  • Developing Flexibility in Mental Calculation

    Rathgeb-Schnierer,Elisabeth; Green,Michael G (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Abstract: Flexibility in performing mental calculations has become an important focus for mathematics educators, with research surging over the past two decades. Contemporary research results lends strong support for the development of mental flexibility in elementary classrooms. This report focuses on three interrelated themes: (1) a model of mental calculation that allows the study of flexible solution processes; (2) a review of definitions of flexibility and summary of reported research; and (3) an examination of the prerequisites for promoting mental flexibility. The approach termed Zahlenblickschulung is introduced with examples of activities that encourage students to sort numerical problems and reason about the sorting.
  • Notas à Recepção do Pensamento de Álvaro Vieira Pinto: o caso Vaz e a educação em Consciência e Realidade Nacional

    Costa,Breno Augusto da; Martins,Adriano Eurípedes Medeiros (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo: O objetivo deste trabalho é discutir a apreciação realizada por padre Vaz do livro de Álvaro Vieira Pinto, Consciência e Realidade Nacional, enfocando a imputação da presença de totalitarismo na obra, bem como apresentar as reflexões sobre educação nesta contidas. Uma das críticas realizada por padre Vaz é que a obra não restitui nenhum traço social, histórico, cultural ou político ligado ao Brasil, a outra acusa a possibilidade de um totalitarismo implícito na obra de Vieira Pinto. Entretanto, ambas as críticas não condizem com o pensamento exposto na obra. A apreciação de Vaz tornou-se uma referência, que influenciou a recepção da obra de Vieira Pinto por um viés reducionista.
  • Building Bridges and Borders with Deficit Thinking

    Koyama,Jill; Desjardin,Suzanne (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Abstract: In this paper, we look at a high school to college transition program intended to prepare Latinx youth living in Arizona, a southwestern US border state, to negotiate, if not cross, borders, including those associated with accessing college. Purposefully, we problematize the at-risk discourses that reify the nature of these border landscapes within neoliberal framings aimed at explaining educational patterns of Latinxs and that infuse the college bridge program we examine. We demonstrate that while the program provides social and cultural capital, as well as additional temporary academic supports that high school students need to navigate college-going processes, it is also embedded with deficit perspectives that frame Latinxs as at-risk because of their culture, ethnicity, and language, or conversely, disregard their heritage entirely. Finally, we offer recommendations for future research of bridge and transition programs. We argue for turning examinations upside down to resituate and reconsider, and potentially dismantle, the enactments of at-risk deficit thinking, which still undergird many programs aimed at mediating borders experienced by Latinxs in the US.
  • A Tradição Alemã do Cultivo de si (Bildung) e sua Significação Histórica

    Alves,Alexandre (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo Este artigo tem como objetivo analisar o significado histórico do ideal alemão de formação ou cultivo de si (Bildung), considerando diferentes usos e interpretações ao longo do tempo. Com base na semântica histórica de Reinhart Koselleck e na bibliografia sobre o tema, ele reconstrói as principais transformações na sua estrutura semântica desde as origens na baixa Idade Média até a institucionalização no sistema escolar alemão no século XIX. O desenvolvimento do ideal de Bildung na Alemanha é marcado pela tensão entre sua função de integração por meio da educação e sua função como instrumento de distinção social. A reflexão sobre esse ideal educacional é apresentada como contraponto às práticas educativas atuais, baseadas nos imperativos do mercado e na gestão neoliberal do capital humano.
  • Práticas Culturais e Jogos de Linguagem entre os Povos Xakriabá

    Gerken,Carlos Henrique de Souza; Galvão,Ana Maria de Oliveira; Dias,Felipe Silva (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo O artigo analisa práticas culturais e jogos de linguagem entre os povos indígenas Xakriabá, Minas Gerais. A pesquisa foi realizada por meio de observação participante e entrevistas e focou a Folia de Reis, o Samba Chula e a Loa, caracterizando-as como formas multimodais de linguagem que, distanciando-se das práticas de oralidade cotidianas, compõem um mosaico simbólico construído por intermédio de reflexão sobre a própria linguagem e pelo uso de estratégias de construção dos sentidos como o ritmo, a melodia e o uso de rimas que permitem um processo de ressignificação de sua identidade como povo Xakriabá, além de serem referência para os professores na elaboração de práticas pedagógicas na escola indígena.
  • A Cidade como Espaço Educador: por uma prática pedagógica espacial com estudantes de pedagogia

    Ferretti,Orlando Ednei (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    RESUMO Neste texto procuramos construir uma reflexão sobre o ensino de Geografia para os anos iniciais do ensino fundamental e a formação dos estudantes de pedagogia. Abordamos esses temas a partir de contextos reais, com discussões sobre as noções de espaço, lugar, paisagem e território e, para tanto, escolhemos espaços de relação direta com os estudantes na cidade, que é seu território. A pesquisa foi realizada em grupos, articulada com o trabalho de campo em que o professor discute e aponta elementos fundamentais do conteúdo temático. Deste reconhecimento da paisagem, cria-se lugares e reflete-se sobre a produção do espaço. A metodologia deste trabalho foi construída tendo por base o estudo do meio.
  • Decolonizing English Language Teaching for Brazilian Indigenous Peoples

    Rodrigues,Walace; Albuquerque,Francisco Edviges; Miller,Michol (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Abstract This paper investigates the design and methods of English language teaching (ELT) curricula in the Brazilian indigenous educational context. Under Brazilian federal law, English is a mandatory curricular requirement for all, including indigenous students. This paper analyzes contributions relevant to the decolonization of English teaching in indigenous contexts from postcolonial theories on education, perspectives on decolonized ELT, and sociocultural learning theory. An argument is made for the development of ELT curricula and methodology in collaboration with indigenous teachers, in order to prioritize their communities, cultures, and traditional knowledge.
  • Flexibilização e Intensificação do Trabalho Docente no Brasil e em Portugal

    Piovezan,Patricia Regina; Ri,Neusa Maria Dal (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    RESUMO O principal objetivo deste texto é apresentar aos leitores uma análise sobre os impactos da flexibilização e da intensificação do trabalho na carreira dos professores do Brasil e de Portugal, ocorridos nos últimos 27 anos. Ainda, destacamos as principais legislações dos países que levaram à ampliação da flexibilização e intensificação do trabalho docente. Para o estudo, realizamos as pesquisas bibliográfica, documental e empírica. A coleta de dados empíricos foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas. Embora o Brasil, Estado de São Paulo, e Portugal possuam realidades socioeconômicas, políticas e institucionais distintas, pudemos verificar que há uma convergência entre os países em relação ao fenômeno da precarização do trabalho docente.
  • Representações de Mulher na Pedagogia Visual de Germaine Dulac

    Duarte,Rosália; Gusmão,Milene (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo Este artigo apresenta resultados de estudo que analisa representações da mulher em filmes realizados pela cineasta francesa Germaine Dulac, na década de 1920. Com base em artigos escritos pela diretora e na análise de dois de seus filmes: La souriente madame Beudet (1922) e L'Invitation au Voyage (1927), são descritas e analisadas as opções estéticas que orientaram a construção de sua pedagogia visual, no contexto das disputas em torno da configuração estético/política do cinema como arte e da luta pela emancipação das mulheres, do qual participou ativamente. A estrutura argumentativa destaca o papel da educação pelo/para o cinema nas relações entre cinema, memória e processos formativos.
  • Interpelações Éticas à Educação Inclusiva

    Voltolini,Rinaldo (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo: Neste artigo propomos analisar criticamente a educação inclusiva enquanto um dispositivo institucional, constituído na intersecção dos discursos jurídico e administrativo, o que lhe confere uma forma normatizante e tecnicista, com prejuízos para os próprios objetivos da inclusão. A interpelação ética - procedimento construído nas fronteiras do discurso psicanalítico e da abordagem filosófica - nos permite interrogar as raízes desse dispositivo, reabrindo vias de tratamento dos impasses da inclusão, vias fechadas pelo regime do dispositivo. A conversão do olhar - engajamento subjetivo na inclusão - e a higiene simbólica - processo de articulação do saber e do conhecimento - aparecem como duas dessas vias reabertas pela interpelação ética.
  • Política de Educação Especial e os Desafios de uma Perspectiva Inclusiva

    NEVES,Libéria Rodrigues; Rahme,Mônica Maria Farid; Ferreira,Carla Mercês da Rocha Jatobá (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo: Este artigo analisa os significados do documento Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (2008) e sua relevância para a definição dos rumos da escolarização dos estudantes com deficiência no Brasil, nos últimos dez anos. Destaca a centralidade conferida pela Política ao Atendimento Educacional Especializado (AEE), como complementar e/ou suplementar ao ensino comum, no processo de inclusão escolar. Diante disso, propõe-se uma interlocução com o discurso psicanalítico, de modo a problematizar o lugar atribuído ao AEE nesse contexto, bem como a persistência de movimentos segregadores, que insistem em se inscrever mesmo que a orientação política proponha uma Educação Inclusiva.
  • Clínica e Escolarização dos Alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA)

    Pimenta,Paula Ramos (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo: O artigo analisa as prerrogativas da Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva para a inclusão escolar dos alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Problematiza as implicações, para a educação, de se concebê-los como pessoas com deficiência, o que acarretaria um risco de o educador desconsiderar o funcionamento psíquico particular desses alunos, demonstrado pelas teorias psicológicas analisadas - Teoria da Mente e Psicanálise. Empenha-se em fazer com que os achados de tais teorias contribuam para a reflexão do professor com seus alunos, em especial aquele de atendimento educacional especializado (AEE), tanto nas estratégias comportamentais, quanto na preparação do material pedagógico que leve em conta suas características psíquicas conhecidas.
  • Dez Anos da PNEEPEI: uma análise pela perspectiva da biopolítica

    Pagni,Pedro Angelo (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo: Em meio às incertezas do quadro político atual e de uma crise institucional sem precedentes no Brasil, este ensaio analisa teoricamente os problemas decorrentes da elaboração, implantação e dos refluxos da PNEEPEI pela perspectiva da biopolítica. Para isso, apoiados nas análises de Foucault e Agamben, compreenderemos o modo como a governamentalidade estatal brasileira se ocupa da inclusão das pessoas com deficiência na escola, elucidando suas faces tanto biopolítica quanto tanatopolítica. À luz da crítica ao paradigma científico que congrega essas faces, no qual a PNEEPEI se apoia, propomos um paradigma estético de inclusão, com vistas a melhor atender as demandas do ethos dessas pessoas na escola.
  • Política de Acessibilidade: o que dizem as pessoas com deficiência visual

    Bruno,Marilda Moraes Garcia; Nascimento,Ricardo Augusto Lins do (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo: O propósito deste estudo foi discutir a política nacional de inclusão digital e o impacto da Tecnologia Assistiva (TA) para a educação e a inclusão de pessoas com Deficiência Visual. As análises ancoradas nos Estudos Culturais e na opinião de pessoas com baixa visão e cegueira indicaram avanços e desafios para melhoria dos recursos e adaptação de aplicativos de TA para que se efetivem o acesso ao conhecimento, o domínio e o uso funcional dos recursos, de forma que garantam o direito à educação e à qualidade da inclusão escolar e social.
  • Política de Educação Especial: sobre ambivalência, tensão e indeterminação

    Ullrich,Wladimir Brasil (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo: O artigo propõe retomar a discussão teórica que influenciou a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, com o objetivo de refletir sobre seus efeitos após uma década da publicação. Revisitamos questionamentos que constituem o debate nessa área, tomando por eixo central a análise de sua base conceitual - a adjetivação especial e a ideia de inclusão - considerando-a sob o registro da modernidade. Além disso, destacamos uma estrutura dilemática a sustentar questões fundamentais em Educação Especial, bem como advertir sobre a força de certa ambivalência e tensão que as políticas e os discursos que engendram a Educação Especial pretendem superar.
  • Sobre Educação, Política e Singularidade

    Rahme,Mônica Maria Farid; Ferreira,Carla Mercês da Rocha Jatobá; Neves,Libéria Rodrigues (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    Resumo: O artigo discute, em um primeiro momento, questões relativas à configuração da política de Educação Especial no Brasil a partir dos anos 2000, destacando elementos que marcaram o processo de institucionalização da inclusão dos alunos, público alvo da educação especial na escola comum, bem como seus desafios atuais. Tendo como referência essas problematizações, busca-se, em um segundo momento, contextualizar os trabalhos que compõem esta Seção Temática. Partindo de abordagens teórico-metodológicas distintas, esses textos conservam em comum uma preocupação ética com os desdobramentos da Educação Especial para a sociedade e com a efetivação do princípio constitucional da educação como um direito de todos.
  • Existir é Ordinário: mapas de resistências nos currículos e na docência

    Garcia,Alexandra; Rodrigues,Allan (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    RESUMO: Diante das palavras docência, currículo e escola hoje, o verbo resistir soa como premissa incontornável às possibilidades de formas sociais mais justas, democráticas e solidárias. Partindo de resultados de pesquisas quanto à produção dos currículos e à formação docente, buscamos, através de narrativas docentes, mapear movimentos de resistência do público e do comum em práticas cotidianas. Argumentamos que as formas de resistência não se produzem, necessariamente, como respostas às lógicas hegemônicas e às pautas de redução da vida aos interesses econômicos. Resistir, no diálogo que estabelecemos com autores do campo da filosofia, das novas epistemologias e dos estudos do cotidiano, implica na produção comum e cotidiana das formas de existir.
  • Autonomia e Políticaspráticas de Currículos: uma equação entre raízes e opções

    Gonçalves,Rafael Marques (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    RESUMO: Este artigo busca trazer para o debate alguns caminhos que tenho percorrido na busca de compreender, por meio dos encontros e das conversas com professoras, as relações políticaspráticas de currículos pensadospraticados tecidos cotidianamente e como estes contribuem para entender que existem diferentes situações, mesmo que sejam controversas e de regulação, em que diferentes produções curriculares são viabilizadas. A partir de uma conversa sobre autonomia docente e prática cotidiana partimos da ideia de que as políticaspráticas de currículos estão entrelaçadas aos cotidianos de cada uma das docentes, às suas posições políticas de compreensão do que é a escola e de como tecem seus currículos cotidianamente.
  • Tsunami Conservador e Resistência: a CONAPE em defesa da educação pública

    Oliveira,Inês Barbosa de; SÜSSEKIND,MARIA LUIZA (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação, 2019-01-01)
    RESUMO: O momento de ataques à democracia e ruptura com políticas desenvolvidas pelos governos populares (2003-2016), no Brasil hoje, vem produzindo reverberações na política educacional e tem encontrado diversas resistências. Propomos neste texto, tratar das especificidades dessa forma de resistência que foi a realização da CONAPE, em maio de 2018, em Belo Horizonte. No desenvolvimento de nossa argumentação, primeiramente situamos o golpe e suas consequências no contexto do que chamamos de tsunami conservador transnacional que opera em diferentes dimensões e aspectos da vida social, em que vamos tratar das resistências em geral, e da CONAPE, em particular, apontando que a luta por um mundo justo e solidário não se deixa paralisar.

View more