Educar em Revista has the task of publishing with regular flow original articles from research on the educational field, as well as translations and book reviews of wide academic interest. It aims at approaching current and relevant issues in order to understand educational phenomena, and it accepts papers directly related to the Education field.

News

The Globethics.net library contains articles of Educar em Revista as of vol. 1(1981) to current.

Recent Submissions

  • As Trilhas da refacção textual de uma estudante de EJA captadas pelo software Camtasia e pelo editor de texto Word

    Araújo,Adelma Lúcia de Oliveira Silva; Thomopoulos,Margareth de Souza Freitas (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO Este artigo aborda o uso do software Camtasia e do editor de texto do Word como instrumentos auxiliares para a descrição dos procedimentos de refacção textual digital de um relato autobiográfico produzido por um sujeito adulto do sexo feminino em fase de alfabetização. O método utilizado é o descritivo, com abordagem qualitativa, e a metodologia é a do estudo de caso. Enquanto o software Camtasia captura as pistas deixadas na escrita da tela digital do editor de texto Word, mostrando as ações realizadas pelo sujeito em seu trabalho com o texto, os recursos da revisão de texto do Word permitem perceber fatos singulares da escrita da aprendiz e levantar outros relacionados ao percurso traçado por ela em sua manipulação da língua. Assim, a cada momento em que a aprendiz reelabora, aceita ou não a marcação do software e escolhe o que considera a melhor solução para um problema percebido, evidencia-se seu trabalho ativo na construção e reconstrução do aprendizado, com independência, autonomia e protagonismo. A conclusão de nossa pesquisa aponta para a relevância do uso de novas tecnologias como facilitadoras do acesso aos dados singulares fundamentais para a compreensão do processo de ensino-aprendizagem.
  • A Pesquisa-ação na formação continuada em Educação Ambiental para professores de matemática

    Liell,Cláudio Cristiano; Bayer,Arno (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO Este artigo, que parte de uma pesquisa de doutorado, apresenta e analisa as implicações de um trabalho de formação continuada em educação ambiental e educação matemática baseado nos pressupostos da pesquisa qualitativa da “Pesquisa-Ação”. A formação realizada, envolveu oito professores de matemática dos anos finais do Ensino Fundamental da rede municipal e estadual de São Sebastião do Caí, estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Os procedimentos utilizados nesta formação seguiram os passos de planejamento, ação, observação e reflexão para tomada de decisões. Este artigo está fundamentado principalmente nas ideias de Carvalho (2001), Jacobi (2005), Sorrentino (2001), Castro (2001), Penteado (2010), Behrens (1996), Thiollent (1985,1998) e de acordo com os dados coletados, percebeu-se que a formação desenvolvida, deu subsídios teórico-práticos aos educadores para que realizassem práticas de sala de aula que fomentassem o desenvolvimento da consciência ambiental dos envolvidos no processo educativo e também, por meio do desenvolvimento das atividades envolvendo temáticas ambientais nas aulas, contextualizar a matemática, aproximando-a da realidade local dos estudantes.
  • La funzione pedagogica dell’estetica totalitaria. La scuola fascista e la celebrazione della Prima Guerra Mondiale in Italia. Il caso di Torino

    Bianchini,Paolo (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    SOMMARIO La scuola, anche dal punto di vista architettonico e dell’arredo scolastico, è senza dubbio un prodotto culturale tipico di ogni epoca storica. Durante il fascismo, essa ha svolto il compito di formare il cittadino-soldato, amante della patria e obbediente ai voleri del duce. Servendosi in maniera massiccia dell’arte e della bellezza, la scuola ha assunto un compito centrale nello Stato fascista, venendo incaricata della trasmissione di un’identità nazionale basata sul culto di coloro che erano morti per la costruzione dell’Italia unita. L’arte, in tutte le sue forme, ma specialmente quelle architettoniche e plastiche, è stata per questo abilmente utilizzata nel ventennio fascista come strumento di trasmissione di una pedagogia della morte e della guerra, considerata come imprescindibile per l’“italiano nuovo”. Il saggio indaga i meccanismi con cui l’estetica totalitaria fascista è stata applicata nelle scuole di Torino negli anni del primo dopoguerra, ricoprendo una parte imprescindibile - seppur insospettabile per molti - nella costruzione del consenso.
  • A construção social do professor de música

    Bueno,Paula Alexandra Reis; Bueno,Roberto Eduardo (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO O presente estudo teve como objetivo verificar o potencial das Licenciaturas em Música em ressocializar o indivíduo em sua formação musical. Aferiu-se como esta instância socializadora participa na construção identitária de jovens professores de música, em especial da identidade profissional. O estudo abrangeu todas as instituições com o curso de Licenciatura em Música na modalidade presencial no Estado do Paraná, região sul do Brasil, observadas a partir do contato com seus discentes. Desta forma, a pesquisa contou com cento e sessenta (160) indivíduos investigados na primeira fase (2015), os quais eram estudantes das séries finais do curso; e, destes, dezessete (17) indivíduos foram selecionados para uma entrevista em profundidade, concretizada na segunda fase do estudo (2017). A primeira etapa analítica recebeu um tratamento quantitativo, privilegiando a análise descritiva, seguida da Análise de Correspondências Múltiplas (ACM) e da Análise de Clusters. Esta abordagem revelou diferentes perfis de gostos e práticas de cultura. A segunda etapa analítica teve um processamento de caráter qualitativo. Encontrou-se pluralidades de formas de socialização no mundo contemporâneo, que promoveram a construção de identidades com disposições híbridas de habitus, forjadas a partir de diversas matrizes de cultura e em interações humanas significativas. As Licenciaturas em Música do Paraná foram capazes de promover uma percepção mais crítica e reflexiva acerca do universo musical, mas especialmente a construção do professor de música.
  • Formação de professores/as em gênero e sexualidade: possibilidades e desafios

    Soares,Zilene Pereira; Monteiro,Simone Souza (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO A pesquisa analisou a influência do curso Gênero e Diversidade na Escola (GDE) sobre a abordagem das temáticas gênero e sexualidade na prática pedagógica de 12 professores/as de Ciências do Ensino Fundamental no Estado do Rio de Janeiro. A pesquisa foi orientada por uma abordagem qualitativa, e a partir de entrevistas semiestruturadas constatou-se que o curso contribuiu para ampliar a visão dos/as docentes acerca da construção sociocultural das identidades sexuais e de gênero, e subsidiou a implementação de atividades sobre o tema no contexto escolar. Os depoimentos assinalaram para a necessidade de formação continuada de profissionais da educação e de iniciativas de consolidação das ações dentro das instituições escolares. Revelaram as difíceis condições de trabalho, falta de incentivos e entraves diversos que aumentam o sentimento de isolamento entre esses profissionais que lutam por modificar uma realidade. Contudo, pequenas iniciativas, ainda que em diferentes intensidades, trazem contribuições importantes ao cotidiano, apontando para o início da construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Conclui-se que inserir o tema em sala de aula depende quase que exclusivamente da disposição pessoal do/a professor/a em enfrentar todas as adversidades na afirmação dos direitos de igualdade. Espera-se que esse trabalho possa contribuir para a transformação das práticas escolares, desestabilizando padrões pré-concebidos, além de ampliar a divulgação de pesquisas na área de Ensino de Ciências.
  • Contextos socioeducativos de prácticas y sus aportes a la formación pedagógica del futuro profesorado

    Flores-Lueg,Carolina; Turra-Díaz,Omar (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMEN La formación práctica instalada en los planes de estudio de la Formación Inicial Docente (FID) se concibe como un espacio curricular fundamental para el aprendizaje de la enseñanza y la construcción de conocimientos pedagógicos en el futuro profesorado. Considerando que el desempeño profesional docente se desarrolla en contextos demográficos y socioculturales diversos, se presentan en este artículo resultados de una investigación que indagó en las significaciones que atribuye el estudiantado de pedagogía a la experiencia de formación práctica en dos contextos socioeducativos distintos: la escuela urbana y la escuela rural. En su diseño, se utilizó una metodología cualitativa, siendo la entrevista semiestructurada la técnica de producción de información. Participaron doce estudiantes pertenecientes a dos carreras de pedagogía de naturaleza generalista, de una universidad pública de Chile. Entre los resultados principales se destaca una positiva valoración de la formación práctica en ambos contextos de desempeño, y en particular, para el caso de la ruralidad, la inmersión formativa en este espacio educativo contribuye a ampliar los significados acerca del ser docente, relevando el rol social y el trabajo con la comunidad que desarrollan el profesorado en este contexto.
  • Crítica da educação e da escola sob o prisma da arte literária nos ensaios do escritor Bartolomeu Campos de Queirós (1944-2012)

    Zica,Matheus da Cruz e (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO Um dos pressupostos dessa pesquisa é que o literato Bartolomeu Campos de Queirós (1944-2012) produziu um pensamento crítico engajado nas ocasiões em que foi convidado a tratar publicamente de seu processo de escrita e de suas memórias de professor, aluno e leitor. Mineiro do interior, ao longo de sua trajetória biográfica publicou mais de 60 livros, sendo a maioria de natureza literária. O objetivo específico desse artigo é indagar sobre o uso de seu lugar de fala como escritor para lançar provocações ao modo como se tem constituído as relações entre arte, educação e escola em alguns dos principais textos críticos que produziu ao longo das décadas de 1980, 1990 e 2000.
  • Como identificar a originalidade num artigo científico ou numa tese de doutoramento?

    Vagarinho,João Paulo (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO Originalidade é um requisito indispensável na ciência, principalmente para a aceitação de teses de doutoramento ou quando se pretende publicar artigos científicos. Na literatura existente, podemos encontrar muitas definições sobre originalidade, porém não existe um consenso alargado para adotar uma definição generalizada; como resultado, verifica-se falta de rigor nas definições que envolvem o termo, falta de clareza sobre a identificação das suas características, ausência de uma descrição sobre elas e não conseguimos entender quais as características que diferem um artigo cientifico de uma tese de doutoramento. Recorrendo a dois inquéritos construídos para o efeito e à revisão bibliográfica de 48 artigos durante 2017, encontramos 12 características que são específicas e concretas do termo originalidade. Em adição, encontrámos o que difere o termo originalidade quando este está ligado a um artigo cientifico e a uma tese de doutoramento. Assim, já existe uma base para investigadores, professores, equipas editoriais e alunos poderem identificar a originalidade em trabalhos científicos ou para outras partes interessadas construírem uma definição correta para este termo. O trabalho apresentado é igualmente benéfico em contextos de estandardização e qualidade da investigação cientifica.
  • A questão antropológica na Educação quando o tempo da barbárie está de volta

    Charlot,Bernard (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO Por um lado, indícios de volta da barbárie; por outro, debates sobre os direitos dos animais, de robôs e até de extraterrestres. Hoje, observa-se uma indeterminação crescente quanto à definição do que é um ser humano, ou seja, quanto à questão antropológica. Essa é uma questão fundamental para quem se interessa pela educação. O que os discursos sobre a educação nos dizem sobre o homem? Em um primeiro momento, interrogam-se as pedagogias “tradicionais” e “novas”, que repousam sobre discursos sobre a natureza humana. A seguir, constata-se que não existe hoje uma pedagogia “contemporânea”, com uma dimensão antropológica, mas bricolagens pedagógicas numa lógica socioeconômica da performance e da concorrência. Depois, esboça-se, do ponto de vista antropológico, a análise de alguns discursos contemporâneos, sobre a “qualidade da educação”, a “neuroeducação”, a “cibercultura”, o “transhumanismo”. Enfim, alguns ensinos da ciência contemporânea sobre o cérebro, os genes e a evolução possibilitam entender que o ser humano é uma aventura singular e coletiva e sonhar em uma educação da solidariedade e da dignidade que contribua com a luta contra a barbárie.
  • Formando una “Escuela de Campeones”. Deporte, moralidad, pedagogía y estética Peronista

    Galak,Eduardo; Serra,María Silvia (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMEN “Escuela de Campeones”, film argentino dirigido por Ralph Pappier y estrenado a finales de 1950, basa su argumento en el relato de un hecho histórico: las dificultades por las que atravesaron quienes quisieron incorporar los deportes como contenidos pedagógicos. Enfocada en la vida del escocés Alejandro Watson Hutton, la película muestra las vicisitudes de este docente desde su arribo a la ciudad porteña en 1885, en su intento por enseñar en el elitista y conservador colegio Buenos Aires English High School, a través de renovados y modernos métodos pedagógicos. En este trabajo abordamos “Escuela de Campeones” desde tres ejes: a) la educación que propone, que combina una mirada de la escolaridad que recoge cierta renovación de la pedagogía, con una tarea educativa “moderna” que trasciende los muros de las escuelas, b) la postulación de los deportes como recursos pedagógicos para transmitir sentidos morales, cívicos y sociales, y c) la puesta en imagen de una estética peronista, que incluye desde recursos cinematográficos hasta particulares lecturas del presente y del pasado. En síntesis, “Escuela de Campeones” constituye una obra de difusión masiva en la que es posible leer discursos sobre lo educativo que resultaron dominantes durante la década peronista entre 1946 y 1955, así como una particular mirada de lo ocurrido con los sentidos de la escolarización en la Argentina desde fin de siglo XIX.
  • A educação estética dos trabalhadores nas páginas do jornal Il Grido del Popolo (Piemonte, Itália, 1892-1905).

    Oliveira,Marcus Aurelio Taborda de (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO O artigo foca nas diferentes iniciativas para a educação estética dos trabalhadores do Piemonte entre o final do séc. XIX e os primeiros anos do séc. XX, tendo como fonte privilegiada a série do semanário Il Grido del Popolo, de orientação socialista, publicado pelos trabalhadores tipógrafos daquela região da Itália. No ideário ali expresso a educação estética era um dos fundamentos da “reforma moral e intelectual” dos trabalhadores no tocante às desejadas atividades escolares, mas sobretudo, em relação a um amplo conjunto de possibilidades de educação social, tais como o teatro, a literatura, as universidades populares, a música entre outras. A máxima da elevação moral e intelectual considerava a educação estética desde o conhecimento das obras de grandes nomes da literatura, da música e das artes em geral, até o estímulo à produção artística dos trabalhadores. Naquele âmbito de preocupações o acesso à e a produção cultural não eram apenas uma forma de luta política, mas o reconhecimento que a cultura é patrimônio comum, portanto um direito de todos, contrariando a premissa que a cultura seria prerrogativa das classes dominantes, corrente no período.
  • Elogio do anacronismo: afetos, memórias, experiências, em Asas do Desejo , de Wim Wenders

    Vaz,Alexandre Fernandez (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO Tomando como objeto o filme “Asas do desejo", de Wim Wenders, o presente trabalho analisa um conjunto de questões estéticas e políticas do nosso tempo, considerando, por paradoxal que seja, o caráter anacrônico daquela obra. Procura um diagnóstico do tempo em dois momentos, o da Guerra Fria e o das condições subjetivas em uma cidade, Berlim, que sintetiza o espírito pós-utópico. Para tanto, analisa a figura dos anjos, recolocando a relação entre desejo e materialidade, de onde emerge a questão da experiência. Os anjos vivem em condição etérea, lembram-se de tudo, apesar da ausência de corpo, o que os deixa em eterno presente, apartados da história. Metodologicamente, o trabalho encontra um anteparo para o filme na obra de Walter Benjamin, cujos textos sobre Berlim articulam memória social e literatura. Se os anjos são o fio que conduz a narrativa, outros personagens incorporam temas também analisados: o velho narrador, os sentidos abertos das crianças, o desejo pela trapezista. Observando o duplo sentido de errar e a condição de desejante de um dos anjos, o texto conclui com a ideia segundo a qual é o desejo que inscreve o ser humano na história.
  • Apresentação: da educação, da arte, e das suas relações: caminhos pela história.

    Osinski,Dulce Regina Baggio; Oliveira,Marcus Aurelio Taborda de (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
  • O papel social do desenho na formação do homem novo oitocentista

    Trinchão,Gláucia Maria Costa (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO Em uma vertente histórica, o artigo analisa e salienta a relação entre Desenho e Educação, levando em consideração o papel social do Desenho na formação profissional da infância e adolescência na virada do século XVIII ao século XIX, no ocidente. Reflete sobre a criação da escola pública e sua configuração ideológica e traz as propostas educativas para inserção desse saber nos espaços escolares, de ensino primário e secundário, como conhecimento importante para a formação da nova sociedade que precisava emergir e da nova mão de obra necessária ao desenvolvimento industrial que avançava no século XIX. Esta sociedade tinha o entendimento do desenho tanto enquanto conhecimento interdisciplinar quanto como um processo educativo do corpo, da mente e dos sentidos para a construção de um novo comportamento social, de civilidade, hábitos e valores sociais, findando por transformar essa linguagem em um instrumento de formação social e profissional pelo processo de alfabetização gráfica à visibilidade dos fundamentos das Artes e das Ciências, para a construção de um homem novo para atender a indústria (arte e técnica) nacional.
  • Mimese: sobre processos de conhecimento, representação artística e formação na história da educação.

    Carvalho,Marcus Vinicius Corrêa (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO Proponho neste texto uma análise das relações decisivas, para a cultura ocidental, entre mimese e educação. Em minha perspectiva, esses termos são mesmo indissociáveis no exercício do ato educador, na medida em que, ao longo do desdobramento dos esforços formativos durante a trajetória ocidental nos últimos dois mil anos, o significado polissêmico do termo mimese ultrapassou em muito sua tradução consagrada como “imitação”, definindo aspectos cruciais do que se entende como educação.
  • I Salão de Arte Infantil: apontamentos do crítico de arte José Geraldo Vieira sobre a expressão artística da criança (1961)

    Osinski,Dulce Regina Baggio (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO Este estudo analisará os artigos de autoria do escritor, crítico literário e crítico de arte José Geraldo Vieira (1897-1977), publicados no jornal Folha de São Paulo em 1961, por ocasião da realização da exposição de pinturas e desenhos de crianças que aconteceu na Galeria de Arte da Folha, como parte do I Salão de Arte Infantil, promovido por aquele jornal. O evento se inseria numa série de ações apoiadas em movimentos que defendiam a importância da livre-expressão artística da criança como parte de seu processo educacional e de desenvolvimento. Nesses textos, o autor tece considerações sobre as características da manifestação artística infantil, as quais serão colocadas em tensão com ideias sobre o tema que circulavam no período. Como fontes privilegiadas são utilizados artigos publicados na Folha de São Paulo e em outros jornais, como o Diário de Notícias e o Correio da Manhã.
  • As experiências espaciais das crianças no espaço urbano

    Guimarães,Iara Vieira; Lopes,Jader Janer Moreira (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-02-01)
    RESUMO O artigo trata de uma pesquisa que objetivou compreender como tem sido construída a espacialização das crianças em uma cidade de médio porte do Sudeste do Brasil e, desse modo, quais as possibilidades e os constrangimentos que se têm apresentado para elas na contemporaneidade. Como as experiências espaciais das crianças estão sendo desenhadas no cenário contemporâneo? Como elas se movem na cidade? Como se conduzem ou são conduzidas no espaço da cidade? Temos aí uma infância independente ou confinada? A pesquisa realizada com as crianças por meio de oficinas, do uso de imagens, das produções infantis e do diálogo construído com os pesquisadores, buscou registrar e analisar as relações das crianças com o território zonal, as repercussões desse relacionamento para o viver no espaço urbano, e o processo formativo inerente à educação geográfica. Os dados da pesquisa nos mostram que a educação geográfica deve tomar como objeto de preocupação a conexão das crianças com o entorno, para que elas possam pensar no futuro das cidades.
  • A formação em Pedagogia na Faculdade de Educação da UFMG: um olhar a partir das percepções de professores e egressos

    Vargas,Michely de Lima Ferreira; Peixoto,Maria do Carmo de Lacerda (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-08-01)
    RESUMO Este artigo, derivado de Tese de Doutorado defendida na Faculdade de Educação (FaE) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) no ano de 2016, apresenta algumas reflexões acerca da formação em Pedagogia ofertada por essa instituição na modalidade presencial. Essa análise é efetuada a partir da apresentação de um breve histórico das reformas curriculares implementadas pela instituição, focalizando em especial a reforma realizada após a aprovação das Diretrizes Curriculares Nacionais de Pedagogia (DCNP). De forma a aprofundar a análise, são comentadas entrevistas realizadas com professores que participaram dessa reforma, sendo também apresentados dados coletados por meio de questionário aplicado a egressos graduados pela instituição entre 2000 e 2011, que informaram suas percepções sobre a formação obtida durante a graduação em Pedagogia na UFMG, contemplando-se ainda aspectos relacionados à sua inserção profissional. Os resultados evidenciam que a escola permanece como o principal setor de atuação e que a docência é predominante principalmente no ensino fundamental, não obstante a emergência de outros campos e atividades, com destaque para o EaD e o ensino superior. Os egressos consideram, de modo geral, que o curso oferece sólida formação teórica, apesar de demandarem melhor conexão entre teoria e prática e de sugerirem a inclusão de conteúdos voltados para as TICS na matriz curricular. A satisfação com a atividade exercida é conciliada com a percepção de desvalorização social da Pedagogia e dos pedagogos.
  • Autoridade enfraquecida, violência contra professores e trabalho pedagógico

    Pereira,Antônio Igo Barreto; Zuin,Antônio Álvaro Soares (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-08-01)
    RESUMO Este artigo tem como objetivo analisar as ligações entre desautorização e violência escolar contra professores em uma instituição de educação básica e identificar seus possíveis efeitos no trabalho docente. Resultou de uma pesquisa com abordagem metodológica mista, delineamento exploratório e formato de estudo de caso. Foi realizada em uma escola pública estadual de ensino médio da cidade de Rio Branco (AC) no ano de 2015. A coleta de dados aconteceu em duas etapas: preliminar (levantamento documental) e principal (entrevista semiestruturada e questionário fechado). Os sujeitos foram 35 professores. A pesquisa procurou compreender a perspectiva dos sujeitos vitimados pela desautorização e pela violência. Os resultados indicam que os professores associam a violência, que dizem sofrer, ao enfraquecimento de sua autoridade, cujas consequências têm afetado diretamente seu desempenho profissional. Apesar de existir entre os professores um clima de insegurança e medo, ficou evidente que estes não são vítimas diretas de graves violações, mas de microviolências, entretanto, guiados por um imaginário da violência escolar, agem como se assim o fossem. Concluiu-se, portanto, que as falas dos professores sobre a desautorização e o aumento da violência revelam muito mais do que aparentam, simbolizam também uma denúncia da precarização do trabalho docente e do descaso com a educação; expressam, ainda, uma tentativa de significar suas angústias diante da frustração profissional; representam, por fim, um recurso para justificar ou encobrir a desistência psicológica e física do trabalho.
  • Fundamentos teórico-metodológicos da pedagogia histórico-crítica: uma relação necessária entre história e filosofia

    Silva,Matheus Bernardo (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-08-01)
    RESUMO O presente artigo propõe explicitar uma análise sobre os fundamentos teórico-metodológicos da pedagogia histórico-crítica. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica desenvolvida por meio das diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos filosófico-científicos. Tomou-se como hipótese que o destaque da teoria pedagógica histórico-crítica parte do princípio da relação entre história e filosofia como elementos fundantes para compreender e efetivar a prática pedagógica na esfera escolar. Neste sentido, por meio de um aprofundamento teórico sobre tal teoria, destacou-se que a história é compreendida como conteúdo e forma da filosofia e, sendo assim, a história se torna o eixo condutor do currículo escolar e, portanto, da prática pedagógica. Conclui-se que a articulação entre história e filosofia, por meio da concepção dialética da história, é primordial para a fundamentação teórico-metodológica da pedagogia histórico-crítica.

View more