Educar em Revista has the task of publishing with regular flow original articles from research on the educational field, as well as translations and book reviews of wide academic interest. It aims at approaching current and relevant issues in order to understand educational phenomena, and it accepts papers directly related to the Education field.

News

The Globethics.net library contains articles of Educar em Revista as of vol. 1(1981) to current.

Recent Submissions

  • Una rilettura interculturale del concetto di spazio potenziale di Donald Winnicott. Analisi di un’esperienza educativa italiana

    Pentini, Anna Aluffi (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2018-04-01)
    SOMMARIO In questo contributo si vuole dare conto della situazione italiana per quanto riguarda l’approccio educativo alla prima infanzia, e descrivere un progetto interculturale1, ideato, realizzato, monitorato e sostenuto per venti anni a Roma in un’ottica di pedagogia sociale2. Il nucleo fondante di questo progetto è il concetto di spazio potenziale di Winnicott (1971, 1986), applicato all’educazione interculturale e al sostegno alla genitorialità. Dati gli sviluppi delle politiche educative italiane attuali,3alcune pratiche che sono state concretamente realizzate in questo progetto, grazie al costante accompagnamento di consulenza pedagogica, potranno essere recuperate per promuovere una dimensione di accoglienza delle diversità nel contesto formativo e per rendere l’istituzione scolastica, anche quella della prima infanzia, un contesto democratico in cui si promuove la parità tra i bambini.
  • A modelagem matemática nos anos iniciais como perspectiva para o ensino de matemática: um panorama de publicações brasileiras em periódicos (de 2009 a 2018)

    Villa-Ochoa, Jhony Alexander; Soares, Maria Rosana; Alencar, Edvonete Souza de (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-12-05)
    RESUMO Este artigo apresenta um panorama de produções científicas relativas à modelagem matemática nos anos iniciais do ensino fundamental do Brasil como nova perspectiva para o ensino de matemática, tendo-se por referência o período de 2009 a 2018. Esta investigação foi realizada segundo os critérios da pesquisa qualitativa, utilizando os caracteres descritivo e analítico e os aspectos de uma pesquisa denominada estado da arte. A coleta e o registro dos dados foram efetivados a partir de meios e materiais audiovisuais: pesquisas em bibliotecas on-line de quatro periódicos da área de Educação Matemática: Boletim de Educação Matemática (BOLEMA), Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática (GEPEM) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Educação Matemática Pesquisa (EMP) e Zetetiké, bem como pelo uso de software do Microsoft Office Word para os filtros e análises no período investigado. Foram identificados os objetivos, desenvolvidos pelas investigações, metodologias adotadas e atividades, chegando-se aos resultados encontrados. As análises dos artigos permitiram compreender como a modelagem matemática tem sido utilizada como uma perspectiva inovadora de ensino para essa disciplina, e para outras áreas do conhecimento, revelando produções científicas mínimas no assunto tratado e necessidades de incentivo para o desenvolvimento de investigações na área.
  • Um estudo exploratório das tensões nos critérios de seleção de problemas em professores do Ensino Fundamental

    Piñeiro, Juan Luis; Ortiz, Claudia Vásquez (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2019-12-05)
    RESUMO A resolução de problemas é considerada central na aprendizagem e no ensino da matemática escolar. Sua implementação nas salas de aula, no entanto, tem sido elusiva e difícil. Um dos fatores identificados como responsáveis foram as concepções dos professores sobre o processo de resolução de problemas, nos quais são valorizados e relacionados ao desenvolvimento do pensamento, ao mesmo tempo em que seu ensino é processualizado. Esse entendimento influenciará a seleção de problemas que o professor faz. Sendo este um papel crítico para a sua implementação bem-sucedida, neste trabalho pretendemos investigar as tensões existentes nos critérios de seleção utilizados pelos professores do Ensino Fundamental do Chile. Construímos e aplicamos um questionário aberto aos participantes de um workshop voluntário sobre a seleção de problemas matemáticos. A análise de suas respostas por meio de uma análise de conteúdo revela que esses professores manifestam concepções objetivistas, utilitárias e humanistas sobre os problemas. Neles é possível identificar as tensões Say/Grow e Security/Challenge e outro par que amplia a visão sobre as tensões que podem emergir no contexto escolar. Conclui-se que as diferentes perspectivas sobre os conceitos promovem tensões na seleção de problemas relacionados com a forma como se dirige a classe, a relação entre o professor e o sistema escolar e entre o professor e a resolução de problemas.
  • Políticas de Educação Especial numa perspectiva inclusiva em Angola: contexto, avanços e necessidades emergentes (1979-2017)

    , António; Mendes, Geovana Mendonça Lunardi; González, Osvaldo Hernández (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-12-06)
    RESUMO Partindo da tese universal de que toda a criança tem o direito à educação, inclusive as com deficiência, a pesquisa remete-nos a uma análise das Políticas de Educação Especial desde uma perspectiva inclusiva em Angola, acreditando que todo um conjunto de fatores multifacetados e contextuais tenham implicações na sua prática. Com o objetivo de analisar o percurso da atual política de educação especial angolana, os contextos da tardia Proclamação da Independência, da guerra civil e da pobreza extrema do país que o influenciaram em grande escala, a sua implementação é também impactada pela diversidade cultural do país. O recorte temporal do estudo abrange o período que vai do ano de implementação da educação especial (Decreto 56/79, em 1979) ao da criação da primeira Política de Educação Especial (Decreto Presidencial nº187/17, em 2017). Com base em uma abordagem qualitativa de matriz documental e bibliográfica, primando fundamentalmente documentos da Organização das Nações Unidas (ONU) que defendem um enfoque de promoção dos Direitos Humanos e autores que enfatizam o reconhecimento das diferenças, da diversidade e de como a realidade local pode influenciar na política educativa (AINSCOW, 2001; SACRISTÁN, 2000; QUIROGA, 2010; ARTILES; KOZLESKI, 2019; entre outros), os resultados levaram-nos a aferir que a educação especial em Angola é concebida como uma área específica e diferenciada da educação geral, fundamentada em um modelo médico da deficiência. Contudo, ficou igualmente evidente no discurso político a intenção de fazer o sistema educativo cada vez mais inclusivo, apesar de as práticas revelarem um longo caminho por ser percorrido para que o discurso assumido esteja mais próximo das práticas.
  • Uma moral “corporal” generificada nos manuais escolares franceses de moral e de higiene (1880-1974)

    Gleyse, Jacques; Lima Neto, Avelino Aldo de (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-08-20)
    RESUMO O estudo dos manuais escolares franceses de Moral e Higiene do final do século XIX ao segundo terço do século XX permite descrever os preconceitos e estereótipos de gênero ligados aos diversos temas presentes nessas obras. As poucas rupturas nelas identificadas estão mais associadas a mudanças nos procedimentos didáticos do que à questão do gênero. Nesse domínio, o tratamento é bastante diferente conforme o sexo. Igualmente distintas são as temáticas encontradas quando se trata do autocuidado, de prescrições e de proibições corporais. Nas recomendações às meninas, são frequentes os assuntos da paciência, do asseio, da temperança, da coragem moral, da ordem, da sobriedade na comida e bebida; nos conselhos aos meninos, surgem as discussões sobre a coragem, a embriaguez, o alcoolismo, as proezas físicas, o suicídio, a mutilação, o trabalho e a preguiça. Os acontecimentos marcantes quanto à situação da mulher no século XX não parecem ter impactado os manuais escolares, tanto em termos dos textos escolhidos como da iconografia, com pouquíssimas exceções.
  • A Educação Ambiental nos microcontextos de produção do currículo na escola

    Farias Filho, Everaldo Nunes de; Farias, Carmen Roselaine de Oliveira (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-10-22)
    RESUMO Este estudo teve como objetivo analisar a inserção da educação ambiental (EA) em microprocessos políticos de produção do currículo em duas escolas de ensino fundamental localizadas em Pernambuco. Tomamos como referencial teórico-metodológico a abordagem do ciclo de políticas, com enfoque no contexto da prática. A metodologia da pesquisa incluiu técnicas de observação participante, análise documental e entrevistas semiestruturadas. Os resultados evidenciam a existência de microcontextos políticos interdependentes entre si que, em articulação, estabelecem os espaços e os modos de inserção da educação ambiental nas escolas. Desse modo, vemos a educação ambiental contemplada nas duas escolas em projetos didáticos associados a temas transversais e a conteúdos de componentes curriculares a partir das expectativas e dos processos políticos de definição curricular. Cada um desses contextos apresenta suas particularidades que incidem sobre a elaboração curricular e a forma de inserção da EA nas práticas educativas. Contudo, um elemento comum que aparece nos resultados, é falta de referência às políticas curriculares nacionais de EA nos textos e discursos escolares, fato que nos leva a supor certo descompasso nos macrocontextos do ciclo de produção de políticas de EA para a educação básica.
  • Inteligência Artificial e formação danificada: aprendizagem profunda e ética rasa entre professores e alunos

    Zuin, Antônio A. S. (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-09-24)
    RESUMO Em tempos de conexão ininterrupta, consolida-se o denominado capitalismo de vigilância. Nesse estágio do modo de produção capitalista, o capital é produzido e reproduzido por meio do controle dos grandes dados (big data), que são obtidos através dos dispositivos de vigilância presentes tanto nos softwares algorítmicos, quanto nas câmeras de reconhecimento facial. Nesse contexto, insere-se o objetivo deste artigo: refletir sobre a forma como a utilização de dispositivos de decisão diretiva (directive decision devices), fundamentados nos princípios da Inteligência Artificial (IA), pode fazer com que um sistema de vigilância prevaleça entre professores e alunos, em detrimento de relações eticamente elaboradas entre ambos. Conclui- se que a chamada aprendizagem profunda, algoritmicamente produzida, deve ser repensada nos termos da revitalização da formação (Bildung), que questiona a pretensão de tal aprendizagem fomentar procedimentos éticos entre professores e alunos pautados num sistema de premiação e punição decorrente da vigilância digital ubíqua.
  • A abordagem “Histórias de vida em formação” como superação da dupla armadilha do conceito sem vida e da vida sem conceito

    Lainé, Alex (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-04-28)
    RESUMO Este artigo pretende mostrar como realizar um processo eminentemente formativo, fundamentado em uma prática concreta de histórias de vida em grupo num contexto de formação. Por esses termos entendemos um processo por meio do qual cada narrador engaja-se em algo que lhe auto represente e que se transforma com vistas a aumentar o seu poder de aprender. Em paralelo, a visão de cada participante sobre o seu ambiente é modificada. As condições éticas, deontológicas e metodológicas necessárias para este tipo de trabalho são especificadas ao mesmo tempo em que o autor sublinha a importância da dialética que se desdobra entre a implicação individual de cada participante e o coletivo.
  • Las competencias digitales docentes en entornos universitarios basados en el Digcomp

    Cuadrado, Ana María Martín; Sánchez, Lourdes Pérez; Torre, María Jordano de la (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2020-12-21)
    RESUMEN Este artículo describe una propuesta de adaptación de los descriptores sugeridos por la Unión Europea mediante el DigComp para las áreas competenciales de la Información y la Comunicación al personal docente universitario. Esta se ha llevado a cabo gracias a la retroalimentación recibida de diferentes cursos impartidos en forma de NOOC (Nano-Open Massive Courses) en diferentes ediciones desde el año académico 2016-17. De este modo, se han obtenido datos provenientes de los test de diagnóstico realizados antes de realizar cada curso, encuestas iniciales y finales a cada usuario y la propia observación de los mismos. Una de las conclusiones más relevantes del estudio ha sido la del haber recibido más cantidad de alumnos en los cursos de nivel básico, seguida del avanzado y del intermedio, en la mayoría de los casos. El estudio que aquí se presenta se centra, entre otras cosas, en tratar de encontrar las razones por las cuales se ha producido este hecho a la vez que se muestra una panorámica del grado de competencia digital con el que cuentan estos docentes en la actualidad. Esto nos permitirá seguir adaptando los descriptores anteriormente mencionados a las necesidades actuales, que incluso podrían haberse visto influenciadas por la crisis del Covid-19 que provocó que la enseñanza presencial se digitalizara en un corto periodo de tiempo.
  • De lo presencial a lo virtual, un modelo para el uso de la formación en línea en tiempos de Covid-19

    Reyes, Roberto Canales; Quiróz, Juan Silva (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2020-12-21)
    RESUMEN La formación virtual ha ido lentamente ganando espacio en la Educación Superior, pero la emergencia del Covid-19 aceleró este proceso. Sin duda que los tiempos actuales son una gran oportunidad para innovar y para acercar la formación virtual a las comunidades educativas, pero es necesario hacerlo en forma apropiada, de lo contrario podemos obtener resultados no esperados y ante la mirada crítica de los estudiantes, invalidar esta modalidad de formación. Este artículo presenta un modelo de cómo enfrentar la formación virtual en tiempos de crisis, de cómo transitar de lo presencial a lo virtual, de modo de integrar las potencialidades que las tecnologías digitales nos proveen para generar entornos que promuevan aprendizajes de calidad en los estudiantes.
  • Repetência e reprovação na implementação da escola graduada: emergência e significados históricos

    Rocha,Fernanda Cristina Campos da; Gouvea,Maria Cristina Soares de (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-01-01)
    RESUMO O artigo busca investigar a emergência da reprovação e da repetência escolar nos primeiros anos de implementação da escola graduada, em Minas Gerais. Procura-se apreender sua ocorrência e os significados que lhes eram atribuídos pelos profissionais da Educação de uma escola primária: o Grupo Escolar Paula Rocha, na cidade de Sabará/MG. Entendemos que tais fenômenos relacionam-se com a organização da escola graduada, no interior de uma cultura escolar fundada na homogeneização das turmas e na complexificação dos processos avaliativos. O corpusdocumental foi constituído pela legislação educacional, relatórios de direção e inspeção, atas de exames, termos de promoção e livros de matrículas. Verificou-se no período analisado, entre 1907 e 1930, que reprovação e repetência eram concentradas no 1º Ano escolar, sendo compreendidas como fenômenos distintos. A repetência constituía recurso didático que procurava garantir a aprendizagem diante da extensão do Programa de Ensino e a pouca idade dos estudantes. Estas eram também as justificativas para a reprovação, que incidia mesmo entre alunos aprovados nos exames finais. Verificou-se a criação, pela escola, de estratégias de organização seriada e de avaliação que buscassem garantir a aprendizagem e facilitassem a homogeneização das turmas.
  • Ascensão na carreira docente e diferenças de gênero

    Monteiro,Mariana Kubilius; Altmann,Helena (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-01-01)
    RESUMO Este artigo analisa diferenças entre mulheres e homens na ocupação da carreira docente, área considerada feminina, mas cuja carreira demonstra diferenças de gênero. Noções como a divisão sexual do trabalho de Helena Hirata e Danièle Kergoat (2007) e a existência do glass escalator de Christine Williams (1992, 2013, 2015) em carreiras feminizadas levam ao questionamento sobre quais diferenciações estão presentes na área da educação. A partir de dados quantitativos e entrevistas realizadas com diretoras e diretores, analisamos as diferenças de gênero na ascensão na carreira docente. Os resultados da pesquisa revelam a presença de vantagens para homens na carreira, sejam no que se refere à primeira experiência vivenciada na gestão escolar - idade mais jovem e menor tempo de manejo de sala de aula -, sejam relacionadas aos tipos de incentivo recebidos e à forma de provimento do primeiro cargo na gestão escolar. O provimento por concurso público possibilita uma aparente igualdade entre mulheres e homens no que se refere à idade de ingresso nos cargos de especialistas, embora não garanta uma igualdade na distribuição de mulheres e homens entre os diversos cargos. Os homens estão percentualmente mais presentes em cargos relacionados mais especificamente à face administrativa da gestão - vice-direção, direção e supervisão - do que naqueles dedicados mais diretamente à face pedagógica - orientação e coordenação pedagógica -, o que evidencia uma relação entre gênero e escolha na ascensão na carreira docente.
  • Cinema negro feminino, estética e política na formação de professoras: uma experiência com o filme Kbela

    Rosa,Fábio José Paz da (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-01-01)
    RESUMO Esta pesquisa tem o objetivo de problematizar, no cerne da formação de professores em Pedagogia, as potencialidades do cinema negro feminino a partir da exibição do filme Kbela da cineasta Yasmin Tainá. Para isso, o artigo se propõe a defender uma perspectiva de formação docente decolonial em que as licenciandas participantes da exibição são incentivadas a produzirem novos conhecimentos inter-relacionados às corporeidades, estéticas e atuação política. Dessa forma, compreendemos que as estudantes relacionaram esses conhecimentos tanto em suas corporeidades quanto em suas futuras práticas docentes.
  • “O imperativo de contar”: uma pesquisa-ação com mulheres e crianças quilombolas

    Urpia,Ana Maria de Oliveira; Santos,Kelly Barros; Carneiro,Sarah Roberta de Oliveira (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-01-01)
    RESUMO Este artigo ecoa preponderantemente as vozes de Mara e Nívea, mulheres negras quilombolas e migrantes que ao narrar irrompem um longo e sofrido silêncio imposto às suas ancestrais por séculos de escravização e colonização. Ao fazê-lo, estas mulheres se expõem e se inscrevem no espaço público como referências para outras mulheres quilombolas e para suas crianças, que elas esperam poder viver uma realidade distinta da que tiveram de viver em face da desigualdade sociorracial, motivo pelo qual reivindicam para sua comunidade: educação. As falas das duas nos permitem questionar se não seria o movimento de a) sair da comunidade; b) “respirar/sofrer em outro ar”; e c) regressar para a comunidade a principal alavanca no impulso de enunciação de cada uma delas contra as forças opressivas das narrativas visíveis e invisíveis, “fantasmas”, do sexismo e do racismo. Suas narrativas compõem os resultados de uma pesquisa-ação, de perspectiva interdisciplinar, cujo objetivo foi compreender como os rastros de memória e os processos de tradução linguístico-cultural atuam na subjetivação e politização do self de mulheres quilombolas. Do ponto de vista metodológico, envolveu entrevistas autobiográficas, rodas de memória, oficinas de audiovisual e de línguas, dentre outras ações. Ao nosso ver, as narrativas de Mara e Nívea, centrais nesse artigo, constituem-se material fértil para formularmos linhas interpretativas possíveis, tecidas entre o migrar, o “sentir-se [uma mulher] negra” e o narrar, que, interrompendo um longo tempo de silenciamento e sofrimento, revela-se um imperativo!
  • Formação docente crítica em torno das questões de raça, etnia, gênero e sexualidade à luz da concepção de educação libertadora de Paulo Freire

    Torres,Juliana Rezende; CARRIL,LOURDES DE FÁTIMA BEZERRA (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-01-01)
    RESUMO A formação docente, com base na educação libertadora de Paulo Freire, ocorreu com alunos de licenciatura de três cursos de uma universidade pública federal. Os processos formativos iniciais desencadearam parcerias entre a universidade e instituições do entorno (escola pública estadual e quilombo). Nessas parcerias, destaca-se o desenvolvimento de práticas educativas freireanas resultantes da emergência de situações-limite em torno das questões de raça, etnia, gênero e sexualidade mediante investigação temática. Essas situações expressam contradições sociais locais/globais, sintetizadas em temas geradores e carregam o potencial de humanização via atos-limite, aqui considerados como elaboração e desenvolvimento de currículos críticos por meio dos temas geradores. Esta pesquisa explicita situações-limite relativas à questão das diferenças e apresenta atos-limite desenvolvidos nos processos formativos freireanos junto a educandas(os), para a superação de visões de mundo acríticas. A metodologia utilizada está ancorada nos pressupostos da pesquisa qualitativa em educação, pois envolve não apenas a pesquisa-ação para a realização dos processos formativos, mas também a coleta de dados da análise documental, cujos documentos utilizados foram os relatórios finais/portfólios de estudantes em licenciatura. Os principais resultados do trabalho acenam para o potencial crítico-libertador da pedagogia freireana desenvolvida em contextos de formação inicial, tendo em vista a superação de situações-limite por atos-limite, bem como para a importância do trabalho pedagógico em torno de questões relativas às diferenças, no âmbito de uma concepção de educação que visa à humanização e a democracia.
  • Mal de arquivo - Um desafio para a filosofia da educação?

    Trevisan,Amarildo Luiz; Azevedo,Maurício Cristiano de; Rosa,Geraldo Antonio da (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2021-01-01)
    RESUMO A partir da reflexão extraída do livro “Mal de arquivo: uma impressão freudiana”, de Jaques Derrida, o artigo pretende investigar as consequências da metáfora de “mal de arquivo” para o campo da filosofia da educação. Por intermédio da crença de que a tradição do reprimido se inscreve na ideia de arquivo, procura potencializar o termo para interpretar alguns problemas existentes no campo da relação entre filosofia e educação. Especialmente, dirige o olhar para a forma como surge o discurso da filosofia, bem como a dinâmica cultural que persiste em seguir certas orientações, sua autoridade e a sua genealogia bastante presente no âmbito acadêmico contemporâneo. A desconstrução da metafísica se soma ao trabalho da psicanálise, fazendo o proibido aflorar à consciência, e, portanto, ao nível literal da escritura. E assim, o acontecimento da compreensão pode auxiliar a desmobilizar a compulsão à repetição que se instaurou no arquivo.
  • Exergames na Educação Física Escolar como potencializadores da ação docente na cultura digital

    Lima,Marcio Roberto de; Mendes,Diego Sousa; Lima,Eduardo de Matos (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2020-01-01)
    RESUMO Este artigo relata a aproximação de uma escola pública urbana dos exergames (EXG) nas aulas de Educação Física Escolar (EFE). A pesquisa objetivou identificar significados atribuídos por um professor ao uso de EXG em sua prática pedagógica e sistematizar potencialidades e limitações da aproximação EXG-EFE. Foram utilizados dois videogames Xbox One com Kinect e contou-se com a colaboração de um professor de EFE e de seus alunos do 3º ano do ensino médio. O estudo caracterizou uma Pesquisa-Ação tendo como base a introdução dos EXG nas aulas, o que permitiu: imersão de pesquisadores no contexto de estudo e suas aproximações dos sujeitos de pesquisa; intervenção no cotidiano escolar; realização de observações; geração de dados empíricos pela via da documentação audiovisual, questionários e entrevista. Em campo, foi possível constatar: reconfiguração dos espaços escolares para a EFE; ressignificações nas ações pedagógicas envolvendo um processo de revisão e reflexão sobre a prática; introdução de novos conteúdos de referência na unidade curricular; melhorias na motivação discente; desenvolvimento de uma cultura participativa discente. As limitações envolvendo o uso pedagógico dos EXG foram associadas ao número de alunos e ao tempo previsto para as aulas. Os indicadores sistematizados na pesquisa sugerem que os EXG propiciam um encontro positivo entre a escola, as práticas da EFE e a cultura digital, podendo essa tecnologia ser considerada como uma expansão das vivências corporais na unidade curricular.
  • O ensino de Matemática no pensamento de Comênius, Pestalozzi e Montessori

    Medeiros Neta,Olivia Morais; Gutierre,Liliane dos Santos (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2020-01-01)
    RESUMO Neste artigo, discutimos os fundamentos para o ensino da Matemática na Pedagogia Tradicional e na Pedagogia Nova, marcadamente, a partir das teorias de fronteira de Comenius, Pestalozzi e Montessori. Esta pesquisa é de cunho documental e bibliográfico. Ao final da análise, concluímos que: há uma circulação de ideias entre o pensamento educacional de Comenius, Pestalozzi e Maria Montessori no que diz respeito ao uso de materiais didáticos e que nos métodos por estes pensadores a Matemática está associada às atividades práticas e gradativas.
  • Em que medida a mídia jornalística aborda o financiamento educacional? Estudo de caso no Texas/EUA

    Viana,Mariana Peleje; Straubhaar,Rolf (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2020-01-01)
    RESUMO O trabalho investiga como a mídia jornalística televisiva trata sobre o financiamento da educação básica, com o objetivo de traçar elementos teórico-metodológicos capazes de analisar como os meios de comunicação podem influenciar a opinião pública sobre a escola e, consequentemente, balizar os debates legislativos e a implementação de políticas educacionais. Com abordagem baseada na metodologia da análise crítica do discurso, a pesquisa original realiza estudo quantitativo e qualitativo em cinco cidades do estado do Texas (Estados Unidos da América), utilizando como fonte as notícias de seus principais telejornais e jornais impressos locais, criando um banco de dados em série histórica, capaz de revelar os tópicos de maior cobertura jornalística no tocante ao financiamento da educação. No presente artigo, são apresentados os materiais e métodos utilizados pela pesquisa, enfocando os resultados quantitativos quanto à mídia televisiva. O trabalho visa contribuir com o debate sobre as matrizes ideológicas que permeiam a representação simbólica construída socialmente, por meio da mídia jornalística, acerca da educação pública e seu financiamento.
  • A cultura material escolar na instrução primária no Maranhão oitocentista

    Castellanos,Samuel Luis Velázquez (Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, 2020-01-01)
    RESUMO O objetivo do artigo é problematizar os conteúdos que emergem de fontes documentais sobre a instrução primária no período imperial na Província do Maranhão à luz dos conceitos da teoria da cultura material escolar. Sustenta-se o estudo nos aportes teórico-metodológicos da História Cultural e operacionaliza-se em duas frentes: a revisão da literatura sobre a temática em questão e a localização, identificação e análise das fontes oriundas do Arquivo Público do Maranhão, que nos auxiliam na compreensão da cultura maranhense, da cultura escolar das instituições de ensino primário e da cultural material escolar por meio de leis, regulamentos, decretos, aprovações e veto. Verificam-se as ações dos presidentes da Província e dos inspetores sobre a instrução primária local expressa nos relatórios e ofícios, avaliando-se o poder da gestão nas decisões de abrir e fechar escolas, nomear e demitir professores, abrir concursos públicos, criar cadeiras e exigir métodos de ensino; práticas culturais específicas estabelecidas entre estratégias de imposição e táticas de apropriação. Analisam-se os atos que orientam o ensino primário e identificam-se concepções, práticas e posicionamentos referentes à instrução, possibilitando interpretações de signos, sentidos e significados que norteiam as práticas escolares e sociais numa abordagem pedagógica, sociológica e política como dimensão cultural das culturas escolares e da cultura material escolar segundo sua natureza e função.

View more