• ESTUDO DA VALIDADE DE UM QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DO PROFESSOR DE FÍSICA GERAL PELO ALUNO

      Silveira,Fernando Lang da; Moreira,Marco António (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 1999-06-01)
      Resumo: Este trabalho apresenta um questionário com itens do tipo Likert, o qual que tem o objetivo precípuo de avaliar o desempenho do professor de Física Geral pelo aluno. O estudo da estrutura interna e as evidências de validade do questionário relatadas tiveram por base a resposta de 828 alunos, em 40 turmas, sobre 23 professores do Instituto de Física da UFRGS. Versões reduzidas do questionário também são apresentadas.
    • COMO EVOLUEM OS MODELOS MENTAIS

      Borges,A. Tarciso (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 1999-06-01)
      Resumo: Após revisão da literatura onde se define o conceito de modelo mental, apresentamos resultados de estudo sobre os modelos mentais de eletricidade, magnetismo e eletromagnetismo de seis grupos de indivíduos. Entre estudantes e profissionais com experiências de escolarização diversificadas, foram entrevistadas 56 pessoas. As entrevistas ocorreram enquanto se realizaram experimentos com imãs, eletroímãs e circuitos elétricos simples. Foram identificados quatro modelos de eletricidade, cinco de magnetismo e três para explicar o magnetismo no eletroímã. Apresentamos os dados desse estudo centrando atenção na evolução dos modelos identificados. Em nossa análise, destacamos quais aspectos dos modelos sofrem mudanças significativas à medida que os sujeitos ganham maior compreensão conceituai e experiência com os fenômenos estudados.
    • Editorial

      Vaz,Arnaldo (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 1999-06-01)
    • MODELO DE ENSINO PARA MUDANÇAS COGNITIVAS: FUNDAMENTAÇÃO E DIRETRIZES DE PESQUISA

      Aguiar Júnior,Orlando; Saraiva,João Filocrc (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 1999-06-01)
      Resumo: Apresentamos, justificamos e fundamentamos um modelo de ensino baseado nas três etapas piagetianas de construção de conhecimentos: aytríades dialéticas que Piaget e colaboradores denominam etapas INTRA, INTER e TRANS. Sugerimos que o modelo pode tornar-se um instrumento auxiliar para a pesquisa e para a prática pedagógica no que se refere ao planejamento didático e à construção de currículos. Finalmente, descrevemos ações e pesquisas que estamos desenvolvendo com o intuito de, por um lado, dar validação empírica ao modelo apresentado e, por outro, aprimorar sua utilização enquanto instrumento de formação continuada de professores.
    • EXPLICANDO UMA EXPLICAÇÃO

      Martins,Isabel; Ogborn,Jon; Kress,Gunther (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 1999-06-01)
      Resumo: Este artigo apresenta e discute um referencial para análise de episódios explicativos na sala de aula de ciências desenvolvido a partir de análises de contribuições teóricas nas áreas de Educação em Ciências, Linguística, Ciência Cognitiva, e de investigações empíricas envolvendo observação de aulas de ciências em escolas secundárias da região da Grande Londres. As categorias propostas relacionam: a criação de diferenças que motivam explicações, a construção das entidades da ciência no discurso; a re- contextualização de conhecimento e a atribuição de significação ao que é material, através de demonstrações. O potencial destes resultados é discutido no contexto de investigações em desenvolvimento.
    • O PROFESSOR DE CIÊNCIAS É COMO UM ANALISTA?

      Viliani,Alberto (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 1999-06-01)
      Resumo: Apresentamos, inicialmente, alguns resultados obtidos ao explorarmos a analogia entre a estrutura dinâmica da mudança de um sujeito num processo psicanalítico e num processo de aprendizagem das ciências. Em seguida, procuraremos explorar ainda mais a possível analogia entre psicanálise e educação em ciência, focalizando alguns pontos interessantes no processo de formação de um analista os quais podem dar sugestões para a formação de um professor. Concluiremos com considerações mais gerais que discutem alguns pontos acenados inicialmente.
    • As ilhas de racionalidade e o saber significativo: o ensino de ciências através de projetos

      Nehring,Cátia Maria; Silva,Cibele Celestino; Trindade,José Análio de Oliveira; Pietrocola,Maurício; Leite,Raquel Crosara Maia; Pinheiro,Terezinha de Fátima (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-06-01)
      Resumo: O objetivo deste artigo é refletir sobre o ensino atual de ciências, sua relação com o cotidiano e o universo de interesse dos estudantes. A falta de relação deste ensino com a realidade vivenciada pelos alunos faz com que tenham um menor engajamento neste processo de aprendizagem, para o qual não vêem muito significado. Uma das razões deste problema está na seleção dos conteúdos disciplinares e na forma como são trabalhados nas aulas de ciências e a questão que se coloca é: como devemos proceder para que os alunos possam compreender o conhecimento científico como resposta a uma questão ou a um problema? Uma das possibilidades para o alcance deste objetivo é o desenvolvimento de atividades de modelização que, além de manter contato com os modelos científicos, permite a sua aplicação à realidade de forma significativa. Para intensificar essa aproximação entre o ensino de ciências e o cotidiano, Gerard Fourez (1994) propõe a construção de ilhas interdisciplinares de racionalidade, na perspectiva de uma alfabetização científica e técnica. Para ele este é um meio de promover um ensino capaz de propiciar a autonomia, o domínio e a comunicação das tecnologias intelectuais elaboradas pela humanidade. Neste sentido, ao mesmo tempo que apresentamos as etapas de construção de uma ilha interdisciplinar de racionalidade, propomos um exemplo da mesma em torno do tema: "um banho saudável".
    • AS NOVAS TECNOLOGIAS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA SOB A PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA

      Rezende,Flavia (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-06-01)
      Resumo: Neste trabalho refletimos sobre a utilização das novas tecnologias da informação e da comunicação no processo educativo sob a perspectiva construtivista, apontando desafios para a elaboração de materiais didáticos e para a prática pedagógica. Inicialmente, apresentamos uma visão panorâmica de como o construtivismo pode afetar os materiais didáticos que incorporam as novas tecnologias; em seguida, são tecidas considerações sobre as transformações necessárias de alguns elementos da prática pedagógica, como o papel do professor, o planejamento e a avaliação educacional em projetos de inovação tecnológica na escola, sob a mesma perspectiva. A principal contribuição do artigo é apresentar os encaminhamentos que têm sido dados a essa discussão nas literaturas nacional e estrangeira, o que pode ser útil a quem deseja aproximar-se das tendências atuais da introdução das novas tecnologias na educação.
    • NARRATIVA, MITO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA: O ENSINO DE CIÊNCIAS NA ESCOLA E NO MUSEU

      Leal,Maria Cristina; Gouvêa,Guaracira (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-06-01)
      Resumo: Mostramos neste artigo as possibilidades e a necessidade de se trabalhar a alfabetização científica, integrando ensino formal, não-formal e divulgação científica. Entendemos que a perspectiva de alfabetização científica está diretamente vinculada ao ensino com base nas relações Ciência, Tecnologia e Sociedade - CTS. Após uma breve resenha do significado de alfabetização científica e CTS, ressaltamos a importância de se articular narrativa, mito, ciência e tecnologia no ensino de ciências. Nos apoiamos em uma sondagem feita com 108 professores participantes de um curso, 18 participantes de um seminário e 12 observações de turmas em visita a um museu de ciências para retratar, de um lado, as possibilidades que os professores vislumbram de se trabalhar ciências via CTS e, de outro, as incoerências que emergem quando certos conteúdos escolares são explorados na visita de alunos a um museu de ciências.
    • RACIOCÍNIO HIPOTÉTICO-DEDUTIVO RELATIVO À FLUTUAÇÃO

      Krapas,Sonia; Ure,Maria Célia Dibar; Oliveira,Luiza Rodrigues de (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-06-01)
      Resumo: O objetivo do trabalho é estudar as estratégias adotadas frente à tarefa de escolha de hipóteses relativa ao fenômeno de flutuação. Os datos foram obtidos a partir de entrevistas com crianças e de questionários com adultos. Na análise dos resultados foram contempladas as relações das estratégias com a idade, com a forma e com o conteúdo das hipóteses. A precocidade da estratégia de falseamento correto foi atribuída a diferenças nos procedimentos mentais utilizados por crianças e adultos. Tratamentos estatísticos dos dados confirmam alguma relação entre as estratégias e a forma e o conteúdo das hipóteses. São apontadas contribuições para o ensino de ciências.
    • Estruturas para avaliação de tecnologia de aprendizagem multimídia: lições aprendidas e futuras direções

      whitelock,Denise (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-06-01)
      Resumo A avaliação é um processo necessário no desenvolvimento de qualquer novo currículo. Entretanto, quando a tecnologia também está envolvida, o processo se torna ainda mais complexo. Este artigo defende metas claras de pesquisa e estruturas integradas para avaliação multimídia. Ele sugere uma possível via pelo campo minado da avaliação com algumas sugestões práticas sobre o planejamento de um estudo sobre avaliação. Materiais multimídia para aprendizagem tornam-se alvos interessantes para avaliação por atingirem como possíveis ambientes de teste para atuais teorias de aprendizagem. Essa área também é frequentemente negligenciada nos estudos recentes sobre avaliação.
    • Atrito: O que diz a Física, o que os alunos pensam e o que os livros explicam

      Ferracioli,Laércio (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-06-01)
    • Editorial

      Vaz,Arnaldo (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-06-01)
    • RELAÇÕES ENTRE O DISCURSO DO PROFESSOR E A ARGUMENTAÇÃO DOS ALUNOS EM UMA AULA DE FÍSICA

      Capecchi,Maria Cândida Varone de Morais; Carvalho,Anna Maria Pessoa de; Silva,Dirceu da (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-12-01)
      Resumo: O presente trabalho é voltado para o estudo das interações discursivas que propiciam a argumentação dos alunos em aulas de Física - compreendendo a identificação tanto de componentes de seus argumentos, quanto de padrões discursivos determinados pelas intervenções do professor. São analisadas duas cenas dentro de um episódio de ensino extraído de uma seqüência de aulas relacionadas ao estudo do funcionamento do microondas, realizadas com alunos do primeiro ano do ensino médio. Nas duas cenas, os argumentos empregados pelos alunos contaram com refutações e também com a formulação de uma síntese das principais idéias discutidas. Este resultado foi atribuído tanto à apresentação de conhecimentos básicos por parte dos mesmos, quanto à alternância de padrões discursivos empregados pelo professor.
    • REPOUSO E MOVIMENTO: QUE TIPO DE ATRITO? O QUE RELATAM OS LIVROS DA 8 a SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL E DO ENSINO MÉDIO

      Caldas,Helena; Cunha,Altair L.; Magalhães,Maria Elisa (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-12-01)
      Resumo: Dados os resultados de diversos estudos sobre as dificuldades e as concepções de senso comum de estudantes e professores acerca do fenômeno do atrito sólido seco, o presente trabalho busca conhecer qual a associação promovida pelos livros da 8a série do Ensino Fundamental e do Ensino Médio entre atrito sólido e movimento. O objetivo é verificar a contribuição dada por estes livros ao modelo "estudantil" sobre o atrito e, simultaneamente, mostrar aspectos que devem ser levados em conta quando se estuda este fenômeno. As análises indicam que a abordagem escolhida pelos livros onde se inicia o estudo do atrito não favorece a formação conceitual adequada sobre o fenômeno na população alvo dos livros.
    • Memórias do invisível: Uma reflexão sobre a história no ensino de física

      Bastos Filho,Jenner Barretto (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-12-01)
    • Editorial

      Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-12-01
    • AS ANALOGIAS E METÁFORAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS À LUZ DA EPISTEMOLOGIA DE GASTON BACHELARD

      Andrade,Beatrice L. de; Zylbersztajn,Arden; Ferrari,Nadir (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-12-01)
      Resumo: Este trabalho tem por objetivo apresentar as observações epistemológicas de Bachelard acerca da linguagem metafórica e analógica na ciência e no ensino de ciências. Tomando como base os conceitos de obstáculos epistemológicos e pedágogicos, são discutidas as reflexões de alerta crítico daquele autor com relação aos perigos inerentes ao uso de analogias e metáforas na ciência e no ensino de ciências.
    • FORMAÇÃO CONTINUADA E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS: ANOTAÇÕES DE UM PROJETO

      Selles,Sandra Escovedo (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-12-01)
      Resumo: Este artigo discute algumas contribuições de um projeto de educação continuada para o desenvolvimento profissional de professores de Ciências. Partindo de uma discussão presente na literatura onde se cunhou a terminologia "formadores de formadores", analisa-se o papel multiplicador dos seus participantes, coordenando ações educativas regionais voltadas a professores de Ciências. São discutidas diferentes dimensões de desenvolvimento profissional, metodológica e institucionalmente consideradas, com especial ênfase, ao que poderia ser tomado como indicadores de desenvolvimento profissional. Sugere-se que programas de formação continuada que valorizem a participação docente e reconheçam o papel multiplicador do professor são, potencialmente, capazes de contribuir para o seu desenvolvimento profissional. O artigo termina por argumentar que a formação continuada de professores, como meio de alimentar o processo de desenvolvimento profissional, deve assentar-se sob uma base pedagógica, que permita a atualização e ampliação do conhecimento científico-educacional, e uma base político-profissional que inclua estratégias de reformulação d as condições da profissão docente.
    • Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem C-T-S (Ciência - Tecnologia - Sociedade) no contexto da educação brasileira

      Santos,Wildson Luiz Pereira dos; Mortimer,Eduardo Fleury (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2000-12-01)
      Resumo: Desde a década de sessenta, currículos de ensino de ciências com ênfase em CTS - ciência, tecnologia e sociedade - vêm sendo desenvolvidos no mundo inteiro. Tais currículos apresentam como objetivo central preparar os alunos para o exercício da cidadania e caracterizam-se por uma abordagem dos conteúdos científicos no seu contexto social. No presente artigo, discutimos criticamente os pressupostos desses currículos, de modo a fornecer subsídios para a elaboração de novos modelos curriculares na área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias os quais possam contemplar a finalidade da educação básica em preparar o aluno para o exercício consciente da cidadania.