Psicologia Escolar e Educacional is a journal, associated to the Brazilian Association of Educational and School Psychology (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional - ABRAPEE), for the communication and debate of the scientific production in its area of specificity, since 1996. Its objective is to provide a medium for the presentation of the latest research in the field of Educational and School Psychology, for spreading knowledge, which is being produced in the area, as well as updated information to psychologists and other professionals in correlated areas. Original papers, which report studies related to Educational and School Psychology may be considered for publication, including, among others: basic processes, experimental or applied, naturalistic, ethnographic, historic, theoretical papers, analyses of policies, and systematic syntheses of research, and also critical reviews of books, diagnostic instruments and software.

News

The Globethics.net library contains articles of Psicologia Escolar e Educacional as of vol. 1(1996) to current.

Recent Submissions

  • BULLYING E MECANISMOS DE DESENGAJAMENTO MORAL: REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA COM METANÁLISE

    Oliveira, Wanderlei Abadio de; Silva, Jorge Luiz da; Risk, Eduardo Name; Komatsu, André Vilela; Silva, Marta Angélica Iossi; Santos, Manoel Antônio dos (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2021-08-11)
    RESUMO O bullying é um dos principais problemas enfrentados por crianças e adolescentes nas escolas. Este estudo teve por objetivo examinar evidências disponíveis na literatura sobre o efeito do desengajamento moral no envolvimento de estudantes em situações de bullying. Para tanto, foi realizada revisão sistemática com metanálise e consulta a oito bases de dados. As publicações elegíveis foram analisadas por meio da análise conceitual e do pacote estatístico Metafor. O estudo foi registrado na base PROSPERO. No total, 15 artigos foram incluídos na revisão. Os dados evidenciam que o desengajamento moral é um forte preditor para o comportamento de bullying (OR 0,27; IC95%: 0,18, 0,35) e estudantes propensos a se desengajarem moralmente podem praticar mais bullying quando comparados com estudantes com maior engajamento moral. Conclui-se que fatores cognitivos relacionados ao desengajamento moral devem ser incluídos na discussão do fenômeno, bem como ser considerados nas propostas de intervenção antibullying.
  • UM RELATO DA EDUCAÇÃO DE ESTUDANTES SURDOS NO MUNICÍPIO DE CHAPECÓ (SC)

    Pieczkowski, Tania Mara Zancanaro (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2021-11-12)
    RESUMO Este artigo objetiva evidenciar a educação de surdos no município de Chapecó (SC), explicitando os fundamentos teóricos estruturantes e os processos de formação docente para esta especificidade no período de 1996 a 2016. A pergunta que orientou a investigação assim se constitui: Como a educação de surdos foi desenvolvida de 1996 a 2016 na rede municipal de educação de Chapecó e quais os fundamentos teóricos estruturantes nos processos de formação docente? A pesquisa se caracteriza como qualitativa numa perspectiva pós-estruturalista. Participaram do estudo três secretários municipais de educação que exerceram a função por maior tempo em cada gestão municipal do período pesquisado. Além de pesquisa documental, foram realizadas entrevistas semiestruturadas, gravadas, transcritas e organizadas em agrupamentos temáticos. As materialidades empíricas foram examinadas por meio da análise do discurso com referenciais foucaultianos. O estudo evidencia que em cada tempo são instituídas verdades acerca da educação de surdos e que abordagens teórico-metodológicas, adotadas em contextos históricos e geográficos mais amplos, se manifestam também na região investigada.
  • ESTUDANTES COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA NO ENSINO SUPERIOR: ANALISANDO DADOS DO INEP

    Silva, Solange Cristina da; Schneider, Daniela Ribeiro; Kaszubowski, Erikson; Nuernberg, Adriano Henrique (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-10-19)
    RESUMO Este artigo objetiva o mapeamento do perfil sociodemográfico dos estudantes com Transtorno do Espectro Autista (TEA) matriculados no ensino superior em 2016 a partir dos microdados do INEP. De abordagem quantitativa, configura-se numa pesquisa de levantamento de dados de natureza descritiva. Os resultados indicam que havia 546 (sem imputação) ou 1.217 (com imputação) de estudantes autodeclarados com TEA (alunos únicos), correspondendo a 0.01% do total de estudantes matriculados em 2016. Esses estudantes são predominantemente: brancos (37% sem ou 51% com imputação), do sexo masculino (61,5% sem ou 72.3% com imputação) e residentes no Sudeste (33% sem imputação) ou Nordeste (50% com imputação). Dados que possibilitam o conhecimento das diferentes características que se cruzam e ajudam na manutenção das barreiras de acesso e permanência acadêmica, além de trazerem reflexões acerca da interseccionalidade de marcadores sociais, contribuindo para a busca do aprimoramento de políticas públicas para esta população.
  • INTERVENÇÃO IMPLEMENTADA PELOS PAIS E EMPODERAMENTO PARENTAL NO TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA

    Oliveira, Jéssica Jaíne Marques de; Schmidt, Carlo; Pendeza, Daniele Pincolini (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-10-19)
    RESUMO A literatura tem destacado a importância do papel ativo da família nas intervenções com a criança com autismo. O empoderamento parental vem ressignificar o papel dos pais, tirando-os de uma posição passiva, submissa, para aturem como agentes ativos que assumem o controle das suas vidas, contribuindo para alcançar as metas almejadas. Os objetivos deste estudo foram: 1) avaliar os efeitos de uma intervenção implementada pelos pais sobre as habilidades sociocomunicativas maternas e do filho com autismo; 2) verificar a influência desta intervenção sobre o empoderamento parental. Dezesseis episódios de interação da díade mãe-criança foram filmados antes e depois das orientações aos pais para avaliar o efeito sobre as habilidades sociocomunicativas de uma mãe e seu filho com autismo. Uma escala avaliou o empoderamento parental nos momentos pré e pós intervenção. Os resultados mostraram um aumento tanto das habilidades sociocomunicativas da díade quanto do empoderamento parental.
  • CONCEPÇÕES DE PROFESSORES SOBRE A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA: UM ESTUDO DE CASO

    Roman, Marcelo Domingues; Molero, Elaine Soares da Silva; Silva, Carla Cilene Baptista da (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-10-19)
    RESUMO Este estudo investigou como professores entendem a educação inclusiva, buscando conhecer suas dificuldades e necessidades para a efetivação desta política. Para isso, realizou e analisou entrevistas com oito professoras de salas regulares do ensino fundamental, de três escolas públicas de um município do litoral paulista. As concepções das professoras acerca de inclusão envolveram desde um processo de ensino voltado a alunos com necessidades educacionais especiais com dificuldades de acompanhar os conteúdos regulares até a mera socialização ou simples concretização de um direito. Entre as dificuldades apontadas estão a extensa jornada de trabalho, o grande número de alunos por sala e a falta de apoio especializado. A análise desses apontamentos remete às reformas neoliberais do Estado, sobretudo no que tange às suas funções fiscalizadora e de contenção de gastos, o que impacta a execução de políticas sociais. Concluiu-se que a efetivação desta política pressupõe reformas urgentes no sistema geral de ensino.
  • CLIMA ÁULICO EN LA ESCUELA SECUNDARIA DE LA CIUDAD DE MAR DEL PLATA

    Pompa,Juan Pablo Paneiva; Bakker,Liliana; Rubiales,Josefina (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2021-01-01)
    RESUMEN El presente trabajo analiza el Clima Áulico en instituciones educativas de nivel secundario de la ciudad de Mar del Plata. La muestra estuvo conformada por 40 grupos Áulicos de nivel secundario básico de cuatro instituciones educativas de la ciudad de Mar del Plata (998 estudiantes, 37 docentes y 39 preceptores). Para evaluar el Clima Áulico se utilizó la Escala de Clima Social Escolar (Classroom Environment Scale, CES) desarrollada por Moos y Tricket. Los resultados señalan un Clima Áulico medianamente favorable. Se presentan las fortalezas y debilidades, así también como las diferencias entre docentes, preceptores y estudiantes. Se resalta la importancia del rol de los preceptores en las instituciones educativas. Se espera que los resultados posibiliten futuras líneas de investigación en el diseño de programas de intervención educativa que favorezcan un Clima Áulico positivo.
  • EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: REFLEXÃO SOBRE O PAPEL DA ESCOLA

    Campos,Denise Carvalho; Urnau,Lílian Caroline (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2021-01-01)
    RESUMO Este artigo analisa o papel da escola no enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, com base em um estudo realizado em unidades de ensino da rede pública estadual de Porto Velho-RO, município que nos últimos anos convive com as consequências sociais da construção de usinas hidrelétricas no Rio Madeira. A investigação foi desenvolvida por meio de entrevistas semiestruturadas, da qual participaram 20 agentes escolares, vinculados a quatro instituições de ensino. A análise das informações foi realizada à luz de referenciais críticos sobre direitos humanos, educação e psicologia, por meio da construção de categorias e subcategorias. Os resultados revelam que a maioria dos agentes escolares desconhece a problemática e que nenhuma das escolas pesquisadas desenvolve ações de enfrentamento. A educação sexual não é trabalhada como um tema transversal e a sexualidade é reduzida ao enfoque do risco e vitimização, não entendida sob a perspectiva dos direitos humanos.
  • MENTORIA DO TALENTO NA ESCOLA: ANÁLISE DE PUBLICAÇÕES NACIONAIS E INTERNACIONAIS

    Suárez,Janete Tonete; Wechsler,Solange Múglia (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO Há evidências de que mentores fazem diferença na vida de estudantes talentosos/superdotados, motivo da investigação do tema e sua produção científica nacional e internacional de 2000 a 2018. Entre as bases de dados investigadas estão: Scientific Electronic Library Online (Scielo), Banco de Teses/Dissertações Capes, Academic Search Premier, Portal Periódicos Capes e Sage Journals. Foram encontrados 59 estudos, sendo 24 nacionais e 35 internacionais. Sobressaíram-se estudos qualitativos com ênfase na abordagem exploratória. Na amostragem, destacaram-se professores do Ensino Fundamental, Médio e Superior. Entre os objetivos, destacou-se o interesse dos pesquisadores pelo processo de formação de professores por meio da mentoria. Percebeu-se, ainda, que estratégias de mentoria são eficazes para estudantes talentosos, melhorando a compreensão de conceitos como os matemáticos, por exemplo, além de benefícios psicossociais e de carreira. Quanto aos instrumentos, estudos internacionais fazem uso dos mais específicos e maior variedade deles. O tema é inovador, o que justifica sua investigação.
  • MEDICALIZAÇÃO E PATOLOGIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO: DESAFIOS À PSICOLOGIA ESCOLAR E EDUCACIONAL

    Scarin,Ana Carla Cividanes Furlan; Souza,Marilene Proença Rebello de (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO Este trabalho teve como objeto de estudo a constituição histórica, cultural e social que transforma dificuldades de aprendizagem e de comportamento vividas no processo de escolarização em problemas individuais, de cunho biológico e/ou orgânico. A pesquisa consiste na análise da produção do discurso médico-científico que consolida bases de interpretação do referente às dificuldades de aprendizagem enquanto problemas médicos ou psicológicos, tanto quanto na organização das informações em uma Linha do Tempo, acerca de como os The Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM) vêm tratando as dificuldades de aprendizagem desde a sua primeira edição. Para viabilização, foi realizada pesquisa bibliográfica em fontes como MEDLINE, PubMED, LILACS, SCIELO, PsycInfo. Para compilação de dados e explanação dos resultados, apresenta-se a Linha do Tempo dos DSM, a qual se encontra publicada na Biblioteca Virtual de Saúde - BVS PSI, no endereço: http://newpsi.bvs-psi.org.br/uploads/linha%20do%20tempo%20DSM/linha.html e será periodicamente alimentada.
  • AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA: A MONITORIA COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO-APRENDIZAGEM

    Bonfá-Araujo,Bruno; Farias,Eliana Santos de (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO A avaliação psicológica enfrenta dificuldades devido à falta de sistematização em seu ensino. Existem maneiras possíveis para contornar tais dificuldades, sendo uma delas a monitoria acadêmica. O monitor, ao desempenhar suas funções, permite que um processo de ensino-aprendizagem mais dinâmico possa acontecer, não apenas para si, como também aos estudantes da disciplina. O objetivo deste estudo é descrever como a monitoria acadêmica pode contribuir para o desenvolvimento e postura crítica de estudantes. A instituição estudada disponibilizava a monitoria na disciplina de avaliação psicológica, sendo realizadas dez horas semanais. O espaço de monitoria era capaz de proporcionar aos estudantes situações de treinamento, esclarecimento de dúvidas e atividades de roleplay. A monitoria proporcionou estratégias para o estudante-monitor enfrentar situações acadêmicas tanto do ponto de vista do alunado como de professor e assim propiciou uma nova modalidade de aprendizagem ao monitor.
  • PERCEPÇÕES DE CRIANÇAS SOBRE PADRÕES DE BELEZA

    Buss,Juliana; Stoltz,Tania (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO Há um padrão de beleza hegemônico que circula pela sociedade, afetando a identidade das pessoas. Entretanto, os estudos sobre o tema giram em torno dos adultos. Com isso, é necessário investigar as percepções das crianças acerca dos padrões de beleza, enfatizando suas práticas e falas. Foi realizada uma pesquisa qualitativa e exploratória com 50 crianças (4, 6, 8, 10 e 12 anos), utilizando-se do Método Clínico (Jean Piaget), o qual permite uma investigação profunda. Os participantes foram solicitados a fazer um desenho, ver fotografias e responder a questões relacionadas a padrões de beleza. Notou-se que as crianças têm ideias próprias sobre a beleza e a feiura e que alteram essas percepções de acordo com a idade. Observou-se que os padrões e práticas culturais têm grande influência sobre as crianças, as quais são afetadas pelas mídias, construindo seus discursos através de vivências e aprendizados, tanto da família quanto da escola.
  • PROCESSOS DE CRIMINALIZAÇÃO DA POBREZA NO TERRITÓRIO ESCOLAR

    Botelho,Patrick Silva; Cunha,Thiago Colmenero; Bicalho,Pedro Paulo Gastalho de (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO O artigo é efeito de análises de pesquisa-intervenção realizada em um estabelecimento educacional, localizado em região periférica da cidade do Rio de Janeiro e apresenta reflexões acerca do cotidiano das escolas públicas brasileiras, analisando as possíveis interseções entre as demandas apresentadas e o processo de criminalização da pobreza existente em curso na sociedade. Julga-se importante compreender de que forma a Psicologia pode atuar frente às demandas escolares a fim de não contribuir com o contexto de exclusão e criminalização vivenciado por discentes oriundos das camadas populares. Aposta-se em uma forma de intervenção que se afaste das lógicas de individualização, culpabilização e judicialização da vida escolar. Como resultado, o estudo proporcionou a criação de espaços de reflexão aos estudantes, possibilitando análise do cotidiano escolar e da sua vivência em sociedade, visando a construção de um processo de autonomia e inventividade dos jovens.
  • A INFLUÊNCIA DA CRENÇA DE AUTOEFICÁCIA NO DESEMPENHO DOS ALUNOS DO IFMG - BAMBUÍ

    Menezes,Adalberto Nunes de; Alves,Bruna de Melo; Barbosa,Rosemary Pereira Costa e; Campos,Patrícia Carvalho (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO Autoeficácia é um conceito da Teoria Social Cognitiva que trata da capacidade da própria pessoa se organizar e executar ações para atingir metas. Neste estudo foi desenvolvida uma pesquisa que procurou averiguar os motivos que denotam baixo desempenho de alunos quando cursando a disciplina de Cálculo. Uma das hipóteses investigadas trata da avaliação da influência das crenças de autoeficácia utilizando como campo de estudo o corpo discente do IFMG - Campus Bambuí. A pesquisa foi desenvolvida com base na aplicação de duas etapas distintas de cunho descritivo e qualitativo que levaram em conta o início e o final das disciplinas. Os resultados apontaram a existência de crenças de autoeficácia nos alunos iniciantes que se fortaleceram nos alunos concluintes. Com base nisso, pode-se destacar a importância do professor no processo de formação da autoeficácia do aluno, a necessidade de se desenvolver novas metodologias e, também, a relevância do suporte pedagógico e psicológico.
  • NOÇÃO TEMPORAL DE CRIANÇAS COM DESENVOLVIMENTO TÍPICO E TRANSTORNO DO DESENVOLVIMENTO DA COORDENAÇÃO

    Costa,Rafaela Zortéa Fernandes; Marques,Inara; Santo,Dalberto Luiz de; Medina-Papst,Josiane (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO O objetivo do estudo foi comparar o desenvolvimento da noção de tempo entre crianças com Desenvolvimento Típico (DT) e com Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação (TDC). Participaram 34 crianças, divididas nos grupos: DT 6-7 anos (n=9), DT 8-9 anos (n=8), TDC 6-7 anos (n=7) e TDC 8-9 (n=10). As crianças com TDC foram indicadas pelos professores por meio do checklist do MABC-2 e as crianças com DT por apresentarem bom desempenho. Posteriormente, todas foram avaliadas com a bateria do MABC-2. Para a análise da noção temporal, utilizou-se uma adaptação de uma prova proposta por Piaget, que visa compreender a sucessão dos acontecimentos percebidos, realizada em contexto experimental. Sendo assim, utilizaram-se dois brinquedos de madeira que realizavam movimentos distintos em relação ao tempo e ao ponto de chegada. O conceito dessa tarefa foi adaptado para duas tarefas de corrida em contexto aplicado. As crianças foram questionadas separadamente sobre questões temporais das tarefas e suas respostas gravadas e transcritas. Empregou-se o teste Mann-Whitney, observando-se que as crianças com TDC expressaram níveis operatórios de pensamento, não demonstrando diferença significativa entre grupos.
  • PROBLEMAS DE COMPORTAMENTO E RECURSO PRÓ-SOCIAL NA AVALIAÇÃO DE MÃES E PROFESSORAS

    SILVA,NILSON ROGÉRIO; Bolsoni-Silva,Alessandra Turini; Loureiro,Sonia Regina (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO Os problemas de comportamento das crianças podem ser internalizantes ou externalizantes, sendo os últimos mais comumente mencionados pelos pais e professores como fator de incômodo. Tem-se como objetivo comparar a avaliação de indicadores de problemas de comportamento e de recurso pró-social de escolares, a partir do relato de mães e professoras, considerando como variáveis o sexo e a escolaridade. Participaram do estudo 100 professoras, 200 alunos e 200 mães. Para a coleta de dados utilizou-se um questionário de caracterização e o Questionário de Capacidades e Dificuldades - (SDQ). Verificaram-se diferenças estatísticas significativas na avaliação dos recursos adaptativos e problemas de comportamento, por mães e professoras, em todas as escalas e escore total do SDQ. As mães identificaram mais problemas que as professoras, para os meninos, mais recursos de socialização para meninas, e mais sintomas emocionais nos anos iniciais de escolarização. A avaliação simultânea de recursos adaptativos e problemas favorece práticas preventivas.
  • PESQUISA-AÇÃO NA FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA: PROMOÇÃO DO TRABALHO COLABORATIVO

    Avila,Luciana Toaldo Gentilini; Frison,Lourdes Maria Bragagnolo; Simão,Ana Margarida Veiga (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO O objetivo deste estudo foi analisar as potencialidades da pesquisa-ação, ancorada na autorregulação da aprendizagem, na promoção do trabalho colaborativo entre estagiários de um curso de Educação Física. Participaram 12 estagiários de um curso de Licenciatura em Educação Física de uma Universidade pública brasileira, os quais fizeram parte de um grupo de pesquisa-ação. A formação desse grupo teve a intenção de proporcionar aos estagiários investigarem a prática pedagógica e buscarem soluções aos desafios identificados nos estágios. Foram utilizadas para a coleta de dados: entrevistas, estimulação da recordação, perguntas detonadoras e discussões registradas em um grupo virtual. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo com apoio do software Nvivo-10. A partir dos resultados, identificou-se que a pesquisa-ação, alicerçada na autorregulação da aprendizagem, promoveu o aprender a trabalhar de forma colaborativa e proporcionou aos estagiários a autorregulação das suas ações para aprender a ser professor nos estágios.
  • PROMOÇÃO DE ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM EM ESTUDANTES DE PSICOLOGIA

    Andrade,Alana Augusta Concesso de; Rodrigues,Marisa Cosenza; Tette,Pedro Paulo Marci; Silva,Beatriz Maia Soares; Almeida,Bruna Costa de; Pereira,Humberto dos Reis; Barbosa,Thaynara; Cândido,Victória Marques (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO As estratégias de aprendizagem são processos autorregulatórios de aquisição e uso do conhecimento que devem ser constantemente estimuladas para um amplo aproveitamento da vida acadêmica. O objetivo do estudo foi avaliar a eficácia de um programa de promoção de estratégias de aprendizagem em universitários. Utilizou-se metodologia quasi-experimental com 20 alunos de Psicologia, distribuídos em grupo experimental e controle, sendo realizados pré-teste, pós-teste e um ndican pós-teste quatro meses após a intervenção. O programa consistiu de oito encontros, focalizando-se a metacognição, administração de recursos internos e contextuais e autorregulação social. O primeiro pós-teste indicou aumento significativo da ndic do grupo experimental, que se manteve no ndican pós-teste, sendo o principal aumento observado na autorregulação de recursos. O grupo controle não modificou significativamente seu escore total ao longo dos pós-testes e ainda apresentou diminuição ndicant tive na autorregulação social. Os resultados indicam eficácia da intervenção e reforçam a relevância de programas dessa natureza.
  • Educação de alunos imigrantes: a experiência de uma escola pública em São Paulo

    Kohatsu,Lineu Norio; Ramos,Maria da Conceição Pereira; Ramos,Natalia (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO O estudo tem por objetivo geral investigar a experiência de uma escola municipal de ensino fundamental de São Paulo no acolhimento de alunos imigrantes. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas com o diretor, coordenador pedagógico, professores e pais imigrantes bolivianos; observações de sala de aula, recreio e reuniões dos projetos destinados aos alunos imigrantes; aplicação da escala de proximidade entre alunos e análise do rendimento escolar. Os resultados mostraram que, na percepção dos profissionais e dos pais, houve uma redução significativa das manifestações de preconceito e discriminação, assim como maior interação entre os alunos. Iniciativas da escola no sentido de valorização da cultura dos imigrantes devem ser destacadas, assim como a incorporação do tema da imigração no currículo por meio dos roteiros de aprendizagem produzidos pelos professores. Por fim, destaca-se a importância da gestão democrática e da participação coletiva para o desenvolvimento de uma escola mais inclusiva.
  • TESTE DE CLOZE: EVIDÊNCIA DE VALIDADE POR PROCESSO DE RESPOSTA

    Cunha,Neide de Brito; Lima,Thatiana Helena de; Santos,Acácia Aparecida Angeli dos; Oliveira,Katya Luciane de (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO O objetivo desta pesquisa foi derivar evidências de validade por processo de resposta, por meio da análise dos tipos de erros cometidos pelos alunos, em um teste de Cloze e analisar a dificuldade de seus itens por meio de análise morfossintática. Participaram 593 estudantes do ensino fundamental II, de escolas públicas. Foram formados dois grupos de protocolos, um com os das crianças com médias mais altas e outro com as médias mais baixas. Os resultados mostraram que as crianças com médias mais altas cometeram mais erros sintáticos e as com médias mais baixas os erros semânticos. A avaliação da homogeneidade na distribuição dos tipos de erros permitiu encontrar a evidência de validade por processo de resposta. Os números totais das classes gramaticais encontradas por meio da análise morfossintática conferiram ao texto um equilíbrio quanto à dificuldade de recuperação das palavras, indicando seu uso para medir a compreensão de leitura.
  • ENTREVISTA COM PROF. DR. HERCULANO RICARDO CAMPOS

    NEGREIROS,Fauston; Campos,Herculano Ricardo (Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 2020-01-01)
    RESUMO Com atuação consolidada na área da Psicologia Escolar e Educacional, o Professor Doutor Herculano Ricardo Campos construiu significativo itinerário como pesquisador e docente, com destaque aos estudos sobre violência e práticas sociais e educacionais com crianças e adolescentes. Nosso entrevistado da Seção História da Revista Psicologia Escolar e Educacional é Coordenador Atual do Grupo de Trabalho Psicologia e Políticas Educacionais da ANPEPP - Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia, no biênio 2018-2020 e foi cedido pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte para o governo do estado do Rio Grande do Norte, para presidir a Fundação Estadual do Atendimento Socioeducativo - FUNDASE. É autor de diversas produções acadêmicas e técnicas, e orientou teses e dissertações que analisam as políticas públicas de educação, infância e adolescência no Brasil, sob a perspectiva histórico-cultural. Sua relevante contribuição para o conhecimento da área pode ser expressa nesta entrevista realizada por Fauston Negreiros.

View more