Show simple item record

dc.contributor.authorPessini, Léo
dc.coverage.spatialRegion: South America
dc.date.accessioned2019-09-25T09:45:10Z
dc.date.available2019-09-25T09:45:10Z
dc.date.created2014-04-23 00:21
dc.date.issued2004
dc.identifier.issn1983-8034
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.12424/205281
dc.description.abstract"Refletir eticamente sobre a distanásia no contexto brasileiro, a partir da ética médica codificada no Brasil e dos paradigmas de medicina existentes, não deixa de ser grande desafio visto que ainda temos significativo silêncio envolvendo a questão. A distanásia não tem merecido a mesma atenção que a eutanásia, em grande parte, pensamos nós, pela confusão existente entre esses dois conceitos. Entendemos distanásia como uma ação, intervenção ou procedimento médico que não atinge o objetivo de beneficiar a pessoa em fase terminal e que prolonga inútil e sofridamente o processo do morrer, procurando distanciar a morte. Os europeus a chamam de obstinação terapêutica; e os norte-americanos, de medicina ou tratamento fútil e inútil. O roteiro de nossa reflexão inicia-se com a análise da temática da distanásia na tradição da ética médica brasileira codificada. Avançamos apresentando os diferentes paradigmas de medicina, o científico-tecnológico, o comercial-empresarial, a benignidade humanitária e solidária e o biopsicossocial. A partir daí, mostraremos o surgimento de alguns modelos característicos de profissionais médicos. A seguir, comentamos a legislação relacionada à distanásia no estado de São Paulo e finalizamos com algumas propostas éticas pertinentes à questão, a partir da visão de alguns médicos brasileiros."
dc.language.isopor
dc.publisherConselho Federal de Medicina
dc.rightsCreative Commons Copyright (CC 2.5)
dc.subjectbioethics
dc.subjecteuthanasia
dc.subjectdisthanasia
dc.subjectmedicine
dc.subject.otherBioethics
dc.subject.otherHealth ethics
dc.subject.otherCommunity ethics
dc.subject.otherLifestyle ethics
dc.titleDistanásia [Disthanasia]
dc.typeArticle
dc.source.journaltitleRevista Bioética
dc.source.volume12
dc.source.issue1
dc.source.beginpage39
dc.source.endpage60
dcterms.accessRightsopen access
ge.collectioncodeAA
ge.collectioncodeBS
ge.dataimportlabelGlobethics object
ge.identifier.legacyglobethics:5718597
ge.identifier.permalinkhttps://www.globethics.net/gel/5718597
ge.journalyear2004
ge.lastmodificationdate2019-02-11 18:33
ge.submissions1
ge.peerreviewedyes
ge.setnameGlobeEthicsLib
ge.setspecglobeethicslib
ge.submitter.emailoscar-cabrerag@hotmail.com
ge.submitter.namecabrera, oscar
ge.submitter.userid12524433
ge.subtitlealgumas reflexões bioéticas a partir da realidade brasileira [a few bioethical reflections based on the Brazilian reality]
ge.linkhttp://revistabioetica.cfm.org.br/index.php/revista_bioetica/article/view/120/125


This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record