• “Aqui em casa a educação é muito bem-vinda”: significado do ensino superior para universitários bolsistas

      Brocco,Ana Karina (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2017-01-01)
      Resumo: Diante de um processo de democratização do ensino superior brasileiro, mediante políticas públicas voltadas ao acesso e à permanência de estudantes, especialmente os de baixa renda, e do pressuposto de que a constituição dos indivíduos, segundo sua origem social e familiar, tem repercussões nas suas trajetórias escolares, indaga-se: qual o significado de realizar um curso superior para os estudantes contemplados por essas políticas? Para tanto, foi feita pesquisa com universitários que recebem bolsa de estudo (parcial ou integral), em uma instituição de ensino superior comunitária, localizada em Santa Catarina, a fim de conhecer a condição social desses bolsistas e o significado do ensino superior para eles. Os resultados, apoiados em informações quantitativas e qualitativas, oriundas da literatura consultada, do banco de dados da universidade investigada e de entrevistas realizadas com estudantes bolsistas, mostram que a maioria desses alunos apresenta um caráter mais pragmático do ensino superior, como acessório de mobilidade social, de desejo de superar a condição social da própria família.
    • A (des)articulação do ensino fundamental e a formação dos professores

      Santos,Maurício Pastor; Gisi,Maria Lourdes (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2017-01-01)
      Resumo: Esse estudo busca analisar o cotidiano escolar e as práticas pedagógicas características dos anos iniciais e finais do ensino fundamental, considerando o processo de municipalização ocorrido no estado do Paraná nas últimas décadas e a acentuada elevação da taxa de distorção idade-série e de reprovação no 6º ano, apuradas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O foco é a investigação sobre a desarticulação que existe dentro de uma mesma etapa da educação básica, contemplando o ponto de vista dos profissionais da educação que atuam diretamente com esses estudantes. Os dados foram obtidos mediante entrevista semiestruturada com 20 professores de escolas estaduais do município de Curitiba que atuam no 6º ano; análise documental relativa à legislação vigente; dados divulgados pelo Inep/Ministério da Educação (MEC); e estudos existentes sobre a temática. As análises apontam para a necessidade de ações colaborativas que proporcionem a ampliação do debate conjunto entre professores que atuam numa e noutra fase, uma vez que as dificuldades presentes nessa transição, identificadas pela pesquisa, evidenciam-se tanto nas escolas da rede estadual quanto nas escolas da rede municipal de ensino que ofertam as duas fases do ensino fundamental. É preciso, assim, considerar as dificuldades relacionadas à estrutura curricular e à prática pedagógica que são distintas nas duas fases e que apresentam indícios associados às dificuldades de aprendizagem.
    • A abordagem da Avaliação Educacional em Larga Escala nos cursos de graduação em Pedagogia

      Silva,Marcela Mara dos Santos; Reihn,Carolina; Soares,Andressa; Soares,Tufi Machado (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2016-04-01)
      Resumo: A pesquisa fez um levantamento sobre a abordagem do conteúdo de Avaliação Educacional em Larga Escala (Aele) nos cursos de Pedagogia presenciais, públicos e privados do País, bem como verificou a percepção de professores e coordenadores acerca da relevância dessa abordagem. Concluiu-se que foi baixo o índice de instituições de ensino superior (IES) participantes desta pesquisa que ministram o conteúdo Aele, devendo-se atentar para tal ocorrência uma vez que o ensino desse conteúdo está previsto na legislação específica dos cursos de graduação em Pedagogia. Em geral, há embasamento legal na formulação da matriz curricular dos cursos e a maioria dos profissionais pesquisados tanto considera importante que o conteúdo seja contemplado quanto acompanha os resultados nacionais e estaduais, inserindo-os em sala de aula.
    • A ampliação da base social da educação superior no contexto do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais: o caso do ProUni

      Oliveira,Edna Imaculada Inácio de; Molina,Rosane Maria Kreusburg (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2012-12-01)
      Reúne resultados de pesquisa cujo foco foi o Programa Universidade para Todos (ProUni) no Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste/MG). Objetivou identificar desafios e implicações do ProUni no contexto das práticas institucionais dessa Instituição de Educação Superior (IES) e a efetividade do Programa no que tange ao acesso de estudantes negros da Região Metropolitana do Vale do Aço (RMVA) ao ensino superior. Políticas afirmativas e a luta do Movimento Negro pela conquista do acesso ao ensino superior são os principais referenciais legais, políticos e históricos que sustentam a pesquisa. O ProUni foi investigado na perspectiva dos professores e gestores da IES por meio de análise documental e entrevistas. O Programa ampliou o ingresso de estudantes no universo acadêmico, mas ainda há ausência de ações para minimizar as narrativas do mito da democracia racial e efetivar a permanência dos bolsistas no ensino superior com sucesso. É legítimo, portanto, questionar que influências e agendas são reconhecidas nas ações do Estado ao implantar políticas afirmativas como o ProUni.
    • A análise do trabalho em didática profissional

      Pastré,Pierre (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2017-12-01)
      Resumo: A didática profissional tem como objetivo analisar o trabalho com vistas à formação de competências. Na origem dessa abordagem, encontram-se duas correntes: a psicologia do trabalho (Faverge, Leplat), que evidenciou a dimensão cognitiva existente em qualquer trabalho; e a psicologia do desenvolvimento (Piaget, Vygotski, Vergnaud), que enfatizou o papel da conceituação na ação. Apresentam-se alguns exemplos de análise do trabalho em didática profissional, mapeando os conceitos pragmáticos que são verdadeiros organizadores da ação, no sentido em que permitem aos atores diagnosticar a situação na qual se encontram. Essa análise só pode ser feita em relação à atividade dos atores; assim, é possível visualizar a estrutura conceitual da situação, mais exatamente a representação que fazem dela.
    • A antessala do paraíso: o lugar da observação nos estágios curriculares supervisionados das licenciaturas

      Brito,Eliana Povoas Pereira Estrela (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2017-12-01)
      Resumo: Este artigo aprofunda a discussão sobre as práticas de estágios curriculares obrigatórios nos cursos de licenciaturas por meio de uma perspectiva conceitual que considera a cultura como instituinte de sentidos que interferem nos modos pelos quais desenvolvemos a docência e exercemos nossas funções sociais no mundo escolar. Focaliza as práticas de observação na escola - fase inicial do estágio curricular obrigatório dos cursos de licenciaturas interdisciplinares da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) - para analisar os relatórios finais, resultantes dos Estágios I e II, produzidos por um grupo de sete estudantes cujas práticas de estágio foram orientadas pela autora deste artigo. De acordo com a análise, as práticas de observação consistem em processo significativo de preparação/qualificação de futuros professores para o exercício da docência, na medida em que, enquanto experiência a que se atribuem sentidos, abrem espaços de enunciação entre os saberes escolares e as práticas pedagógicas. É nesses espaços de enunciação que a singularidade emerge e marca a diferença.
    • A aprendizagem da docência de futuros professores no ensino de matemática: reflexões a partir de ações desenvolvidas na escola

      Pozebon,Simone; Lopes,Anemari Roesler Luersen Vieira (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2018-08-01)
      Resumo: Este artigo apresenta reflexões derivadas de uma pesquisa sobre formação inicial de professores no âmbito de um projeto de extensão de matemática. Objetiva-se discutir elementos acerca do processo de aprendizagem da docência de futuros professores, estudantes dos cursos de Licenciatura em Educação Especial, Matemática e Pedagogia, a partir de uma unidade didática sobre grandezas e medidas, desenvolvida pelo projeto. Os dados empíricos que compõem este artigo e a investigação que o originou foram coletados em quinze encontros realizados durante o desenvolvimento da unidade didática, e a análise realizou-se a partir da proposta de seleção de episódios. Especificamente, a ênfase foi dada às ações realizadas pelos futuros professores na escola, no movimento de desenvolver situações de ensino relacionadas ao conceito de medir. Orientadas em pressupostos da Teoria Histórico-Cultural, as considerações abarcam três aspectos: o sentido atribuído pelos futuros professores às suas ações; as necessidades que os levaram a agir; e a apropriação do conhecimento matemático durante o desenvolvimento da unidade didática.
    • A base de conhecimentos dos professores, a reflexão e o desenvolvimento profissional: um estudo de caso a partir da escrita de diários de aula por estagiários de professores de Química

      Freire,Leila Inês Follmann; Fernandez,Carmen (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2015-08-01)
      Analisamos 70 diários de aula, produzidos por três professores em formação inicial durante atividades de docência supervisionada no período de estágio curricular em ensino de química. No discurso dos diários, há evidências sobre os conhecimentos para o ensino acerca dos quais os estagiários refletiram. Pautamo-nos no indicador de ensino reflexivo para classificar o discurso dos diários como reflexivo ou não e na base de conhecimentos para o ensino para identificar os tipos de conhecimentos envolvidos na reflexão dos estagiários. Os resultados indicam que os estagiários refletiram mais sobre aspectos do conhecimento de professores relacionados ao conhecimento pedagógico geral e ao pedagógico do conteúdo e pouco sobre aspectos envolvendo o contexto dos estudantes e o conhecimento do conteúdo específico. No intuito de contribuir para que os diários dos professores se tornem ferramentas efetivas no desenvolvimento profissional de licenciandos, propomos um roteiro de orientação à reflexão sobre a própria prática docente
    • A categoria da práxis em Pedagogia do Oprimido: sentidos e implicações para a educação libertadora

      Carvalho,Sandra Maria Gadelha de; Pio,Paulo Martins (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2017-08-01)
      Resumo: Os ensaios freireanos encontrados em Pedagogia do Oprimido se concretizam na relação teórico-prática e inovam-se associando o conceito de práxis à educação, a qual está a serviço da libertação, fundada na criatividade, no diálogo, na reflexão, na conscientização e em ações dos homens sobre a realidade visando a sua transformação. Na perspectiva de contribuir para a reflexão sobre o vínculo entre práxis e educação, o presente estudo, teórico-bibliográfico, tem como principal propósito identificar e analisar os sentidos da categoria práxis na obra Pedagogia do Oprimido. Debruçando nosso olhar investigativo sobre a obra em questão e dialogando com os escritos de Sánchez Vázquez (1977), Marx (2007), Konder (1992), entre outros, observamos a preponderância, nos sentidos de práxis propiciados por Freire, do caráter político, possibilitador do processo de conscientização dos homens e orientador de suas ações sobre o mundo real com vistas à sua transformação. A práxis em Freire remete à ideia de um conjunto de práticas visando à transformação da realidade e à produção da história. O que nos leva a crer que é sobre o tripé formado pela transformação de uma realidade injusta, pela transformação baseada na crítica dessa realidade e pelo seu conhecimento que Freire, a exemplo de Sánchez Vázquez (1977), elabora uma noção de práxis histórica e social.
    • A concepção dos professores e educadores de educação infantil sobre o saber de Morin: ensinar a condição humana

      Rodrigues,Daniela Gureski; Saheb,Daniele (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2015-04-01)
      Tendo em vista que, devido à divisão do ensino em disciplinas, cada vez mais se fragmenta a visão do ser humano sobre si, assim, acredita-se que o ensino da condição humana deveria estar presente em todos os níveis de ensino, proporcionando aos indivíduos uma visão mais abrangente de si e do outro. Sob esse enfoque, este estudo pretende abordar e compreender as concepções que os professores e educadores de um Centro Municipal de Educação Infantil de Curitiba (PR) possuem sobre os aspectos que envolvem o terceiro saber de Morin: ensinar a condição humana. Portanto, foi necessário estabelecer as relações entre o terceiro saber, proposto por Morin, e as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil de 2009, identificando-se aspectos presentes no discurso dos professores e educadores que revelem em sua atuação esse saber. Dessa maneira, sinalizam-se mudanças necessárias no que diz respeito à formação dos profissionais da educação infantil para que se desenvolva uma prática mais centrada na condição humana, e, assim, o indivíduo compreenda que faz parte de um todo, podendo, dessa forma, romper sua fragmentação.
    • A constituição dos sujeitos e a produção de conhecimentos: pontuações acerca da pesquisa sobre o livro didático de história

      Lima,Elicio Gomes (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2013-04-01)
      Discute algumas dimensões acerca da pesquisa sobre o livro didático de história e recorre como ponto de partida ao processo de constituição do sujeito que aprende e sua respectiva produção do conhecimento, não simplesmente como output do ideário desejado pelo sistema capitalista. Utilizou-se como dimensão de tratamento do objeto a pesquisa qualitativa, enriquecida por etapas procedimentais centradas em levantamento bibliográfico de literatura especializada da área. O texto conclui que no processo ensino-aprendizagem os sujeitos (educandos, educadores) não se reduzem a meros objetos, mas se constituem uma totalidade histórico-social que se manifesta dinamicamente por meio da linguagem, do contexto social, de suas experiências, construindo e ampliando suas visões de mundo dentro dessa totalidade.
    • A construção do projeto bilíngue para surdos no Instituto Nacional de Educação de Surdos na década de 1990

      Lopes,Sonia de Castro; Freitas,Geise de Moura (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2016-08-01)
      Resumo: Divulga os resultados de uma pesquisa que procurou desvelar as redes de poder que estiveram em jogo no Colégio de Aplicação do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), por ocasião da tentativa de construção de um projeto de educação bilíngue para surdos, na década de 1990. A investigação debruçou-se sobre as ações protagonizadas por agentes escolares que visavam reconceitualizar a visão sobre a surdez e os surdos, retirando-os da esfera da deficiência, inscrita na concepção oralista, apostando em um modelo socioantropológico de educação de surdos. Operou-se com conceitos como o de campo social e capital, entendidos na acepção de Pierre Bourdieu, intercambiados com os conceitos de tática e estratégia, nos termos propostos por Michel de Certeau. Utilizou-se a metodologia da história oral, e as entrevistas produzidas foram trianguladas com outras fontes documentais encontradas no arquivo permanente do Ines. Inferiu-se que, apesar de o bilinguismo ter assumido centralidade no projeto político-pedagógico da instituição desde 1996, existe ainda um longo caminho a percorrer entre as intenções do currículo oficial e as daquele presente no cotidiano do Ines.
    • A construção social da infância e a Maricota sem dona: Fragmentos narrativos na pesquisa em educação

      Werle,Kelly; Bellochio,Cláudia Ribeiro (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2018-12-01)
      Resumo: Apresenta uma discussão sobre a construção social da infância com base na interlocução entre elementos teóricos da sociologia da infância, uma obra literária infantil, Maricota sem dona (Mazzetti, 1985), e alguns fragmentos de Walter Benjamin (1987, 1994a, 1994b, 1994c, 2005). Metodologicamente, para a construção da materialidade da pesquisa, problematiza-se a experiência do Narrador (Benjamin, 1994c) e o olhar para a diversidade de infâncias vivenciadas em diferentes contextos sociais, culturais, étnicos, econômicos e políticos, com o objetivo de proporcionar a visibilidade e a valorização das culturas da infância. Como contribuições da pesquisa, reconhecem-se as crianças como sujeitos sociais ativos, históricos, de direitos, produtores de culturas, por meio da relação com os seus pares. Com o artigo, evidencia-se a centralidade da produção da cultura de pares na infância, que consiste em obter integração, inserção e reconhecimento social, de modo a conquistar autonomia.
    • A disciplina Educação Moral e Cívica no Grupo Escolar Dom Benevides em Mariana/MG (1969-1975)

      Carvalho, Rosana Areal; Rodrigues, Fernanda Aparecida Oliveira; Evangelista, Raquel Jesus (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2020-10-16)
      Resumo: Este estudo tem como objetivo delinear a presença e as práticas da disciplina de Educação Moral e Cívica (EMC) no Grupo Escolar Dom Benevides, em Mariana/Minas Gerais (MG), em consonância com o Decreto-Lei nº 869, de 1969. Ao delinear a educação praticada no período da ditadura civil-militar, inserimos a trajetória legal da implantação da disciplina EMC como obrigatória nos ensinos primário e secundário. Privilegiamos a documentação existente no acervo do Grupo Escolar Dom Benevides, em especial o Livro de Ata de Reunião (1970-1975), no qual encontramos registros das práticas pedagógicas, do cotidiano escolar e das ações dirimidas pela direção em torno da disciplina. A fonte selecionada permitiu identificar trâmites e dificuldades na implementação desse conteúdo, considerando, de um lado, a propositura legal e, do outro, os limites da própria escola, tais como a (in)disposição do professorado diante de mais uma tarefa, gerando ora acomodação, ora resistência. Deduzimos que o cumprimento com a obrigatoriedade da disciplina de EMC, presente na legislação, se deu com a realização dos festejos de datas cívicas que extrapolavam o espaço escolar, permitindo ao civismo e patriotismo atingirem os marianenses. Os resultados da pesquisa fortalecem o princípio das singularidades institucionais, construídas pelas relações estabelecidas entre os sujeitos que compõem a instituição e a sociedade com a qual convivem.
    • A duas vozes, todas as vozes: encontros biográfico-narrativos em formação entre Brasil e Colômbia

      Bragança,Inês Ferreira de Souza; Ossa,Diego Leandro Marin (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2018-08-01)
      Resumo: Diálogo entre os autores sobre os modos como vivem-pesquisam-formam no contexto da Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FFP/Uerj) e da Universidade Tecnológica de Pereira (UTP), Colômbia. Trata-se de um desdobramento de programa desenvolvido, em dezembro de 2016, sobre o tema “Diálogos biográfico-narrativos em processos de transformação social, política e cultural”, com o objetivo de partilhar concepções-ações que expressam a potência do encontro e da narrativa nos movimentos de formação humana e docente, especialmente por meio de narrativas orais, escritas e videográficas. Os referenciais teórico-metodológicos se fundamentam na pesquisa-formação narrativa (auto)biográfica, e o diálogo entre Brasil e Colômbia partilha princípios teórico-epistemológicos e compromissos éticos, estéticos e políticos, reafirmando a força das vozes e histórias dos jovens estudantes em processos de formação.
    • A educação ambiental na educação infantil segundo os saberes de Morin

      Rodrigues,Daniela Gureski; Saheb,Daniele (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2018-12-01)
      Resumo: O trabalho com o meio ambiente vinculado à educação vem sendo difundido por diversos eventos, pesquisas e documentos, os quais destacam a relevância da educação ambiental na formação dos seres humanos como cidadãos críticos, reflexivos e questionadores da realidade que os cerca. Desse modo, entende-se a importância de iniciar a inserção da educação ambiental na educação infantil, visto que, principalmente nessa fase, a criança desenvolve valores que a acompanharão por toda sua trajetória; no entanto, o documento de referência da educação infantil não menciona, em nenhum momento, o termo “educação ambiental”. Assim, objetiva-se compreender como a educação ambiental está presente nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (Brasil. MEC. SEB, 2010). Trata-se de uma pesquisa qualitativa, feita por meio da análise documental, que buscou encontrar pontos convergentes entre a referida norma e as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental (Brasil. CNE, 2012) , utilizando Morin (2001) como principal aporte teórico. Foi possível identificar pontos convergentes entre os documentos, como o trabalho com a ética, o cuidado, a cooperação e a solidariedade. Além disso, entende-se que a obra de Morin (2001) é uma forte aliada na constituição do campo da educação ambiental na educação infantil.
    • A educação em direitos humanos para amenizar os conflitos no cotidiano das escolas

      Zluhan,Mara Regina; Raitz,Tânia Regina (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2014-04-01)
      Destaca a importância da educação para favorecer a cultura da paz e da solidariedade nas escolas. Diante das diferentes violências expressas cotidianamente na sociedade, a educação em direitos humanos aparece como uma alternativa para buscar respostas aos inúmeros conflitos existentes nas escolas e no seu entorno. Ao entender-se que a escola é o germe de modificação do indivíduo, que traz em si a essência de tal modificação por meio das potencialidades que pode desenvolver, deve-se colocar o aluno no centro desse processo e pensar numa educação que possa valorizá-lo e respeitá-lo em suas diferenças e, ao mesmo tempo, mostrar que o seu futuro pode ser construído com base na cidadania.
    • A evolução dos recursos federais nos programas de transporte escolar: impactos na educação básica

      Ribeiro,Andreia Couto; Jesus,Wellington Ferreira de (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2014-12-01)
      O presente estudo exploratório apresenta a situação do investimento público federal para os programas de transporte escolar mantidos pelo governo federal para atendimento da educação básica. São analisadas a estrutura orçamentária, as fontes de recursos, as condições de execução das ações e a expansão do atendimento no intervalo de 2003 a 2012. Nesse contexto, utilizou-se a análise documental para abordar se houve avanço nos indicadores educacionais e se essa evolução se deve ao crescimento do financiamento apresentado neste artigo. A análise das informações permitiu verificar a evolução de recursos financeiros da política de transporte escolar que impactam a vida escolar dos estudantes da educação básica.
    • A expansão das fronteiras da educação pública superior: uma análise da experiência da Universidade Federal da Fronteira Sul em Laranjeiras do Sul

      Mohr,Naira Estela Roesler; Monteiro,Felipe Mattos; Costa,Joaquim Gonçalves; Oliveira,João Costa de (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2012-12-01)
      Pretende observar o processo de criação e consolidação da Universidade Federal da Fronteira Sul, no campus de Laranjeiras do Sul, Estado do Paraná, que desde sua origem vem propondo dispositivos de combate às desigualdades sociais e regionais. Situa o contexto de construção da Universidade, discorrendo sobre as estratégias utilizadas para garantir as condições de acesso e permanência no ensino superior, especialmente da população proveniente da escola pública. Busca também refletir em que medida as ações afirmativas estão conseguindo se materializar de forma efetiva no interior da instituição, a partir da análise dos dados acadêmicos do primeiro ano letivo. O diálogo resultante desses elementos aponta avanços, limites e muitos desafios, que deverão constar no debate permanente da construção política e pedagógica da Universidade.
    • A experiência de estágio: o impacto e as primeiras vivências do estudante estagiário de educação física

      Barros,Irene; Pacheco,Ana Rita; Batista,Paula (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2018-12-01)
      Resumo: O artigo descreve e interpreta as expectativas de estudantes estagiários e o impacto e as vivências para a construção de sua identidade como professor. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 12 estagiários da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, as quais foram gravadas, transcritas e submetidas à análise de conteúdo com o auxílio do programa Nvivo9. Os dados evidenciam que os estagiários dão maior relevância às expectativas de aprendizagem, que atribuem maior importância ao orientador pelo papel que ele assume no processo de avaliação, que as experiências negativas como insegurança e angústia perante a prática docente são as mais marcantes, e que têm dificuldade para idealizar sua identidade profissional.