Show simple item record

dc.contributor.authorSimone Assis Medeiros
dc.contributor.authorPatrícia Aparecida Ferreira
dc.date.accessioned2019-11-04T01:38:46Z
dc.date.available2019-11-04T01:38:46Z
dc.date.created2018-11-10 01:44
dc.date.issued2014-12-01
dc.identifieroai:doaj.org/article:65f8e2d33d924341bce32e6ef3fbf7bb
dc.identifier2236-417X
dc.identifierhttps://doaj.org/article/65f8e2d33d924341bce32e6ef3fbf7bb
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.12424/3149120
dc.description.abstractDentre os temas que permeiam o campo das políticas públicas no Brasil, observa-se uma preocupação do Estado em relação às políticas públicas de acesso aberto à produção científica por intermédio de suas instituições federais de ensino superior. O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - IBICT, em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos - FINEP, vem apoiando as universidades e instituições de pesquisas na implementação de Repositórios Institucionais (RIs), com a finalidade de promover o acesso e a divulgação da produção científica brasileira. Com intuito de viabilizar o depósito das publicações nos repositórios, o IBICT recomenda às instituições que também desenvolvam uma Política de Informação Institucional (PII) que torne obrigatório o depósito da produção científica por parte dos pesquisadores nos RIs. A implementação de um RI prevê atividades que vão desde a escolha do software que será utilizado até a elaboração das políticas que regerão o funcionamento do repositório, tais como: o gerenciamento; o conteúdo; o marketing e/ou estratégia de comunicação; a submissão/depósito; o acesso à informação; os direitos autorais; preservação digital. Este artigo procura compreender como essas principais atividades, que permeiam a implementação de Repositórios Institucionais (RIs), são realizadas por onze instituições de ensino superior brasileiras, bem como a formação de suas Políticas Institucionais de Informação (PIIs). Trata-se de uma pesquisa descritiva e como instrumento de coleta de dados foram utilizados questionários disponibilizados por meio do Google Docs e enviados aos responsáveis pelos RIs das onze instituições de ensino superior pesquisadas. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo. Os resultados demonstram como o processo de implementação dos RIs tem sido realizado pelas instituições pesquisadas, identificando os principais problemas, principalmente, no que diz respeito à formulação de uma PII mandatória.
dc.languagePT
dc.publisherUniversidade Federal da Paraíba
dc.relation.ispartofhttp://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/pgc/article/view/16852
dc.relation.ispartofhttps://doaj.org/toc/2236-417X
dc.sourcePerspectivas em Gestão & Conhecimento, Vol 4, Iss 2, Pp 195-217 (2014)
dc.subjectPolítica pública de acesso aberto
dc.subjectRepositório Institucional
dc.subjectPolítica Institucional de Informação
dc.subjectBibliography. Library science. Information resources
dc.subjectZ
dc.titlePOLÍTICA PÚBLICA DE ACESSO ABERTO À PRODUÇÃO CIENTÍFICA: UM ESTUDO SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DE REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR
dc.typeArticle
ge.collectioncodeOAIDATA
ge.dataimportlabelOAI metadata object
ge.identifier.legacyglobethics:15942470
ge.identifier.permalinkhttps://www.globethics.net/gtl/15942470
ge.lastmodificationdate2018-11-10 01:44
ge.lastmodificationuseradmin@pointsoftware.ch (import)
ge.submissions0
ge.oai.exportid150051
ge.oai.repositoryid52
ge.oai.setnameLCC:Bibliography. Library science. Information resources
ge.oai.setspecTENDOkJpYmxpb2dyYXBoeS4gTGlicmFyeSBzY2llbmNlLiBJbmZvcm1hdGlvbiByZXNvdXJjZXM~
ge.oai.streamid5
ge.setnameGlobeTheoLib
ge.setspecglobetheolib
ge.linkhttps://doaj.org/article/65f8e2d33d924341bce32e6ef3fbf7bb


This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record