Show simple item record

dc.contributor.authorFaria,Christina Danielli Coelho de Morais
dc.contributor.authorCarvalho-Pinto,Bárbara Paula de Barros
dc.contributor.authorPereira,Caroline Teles de Andrades
dc.contributor.authorCosta,Raíssa Soares Neves da
dc.contributor.authorCastro,Vinycios Sergio de
dc.contributor.authorNunes,Tânia Cinara Rodrigues
dc.contributor.authorMachado,Daniela de Melo Alvim
dc.contributor.authorSales,Iara Nascimento
dc.date.accessioned2019-09-23T12:51:38Z
dc.date.available2019-09-23T12:51:38Z
dc.date.created2018-01-11 14:49
dc.date.issued2016-09-01
dc.identifieroai:scielo:S0100-55022016000300437
dc.identifierhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022016000300437
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.12424/7758
dc.description.abstractRESUMO Este estudo descreve as mudanças em cuidados com a saúde que usuários da atenção primária escolheram adotar após participarem de uma ação de educação em saúde sobre cuidados com a saúde e determinar o grau de comprometimento desses usuários com essas mudanças autoestabelecidas. Foi desenvolvida uma ação de educação em saúde com usuários da atenção primária sobre cuidados com a saúde. Os indivíduos foram avaliados imediatamente após esta ação e dois a três meses depois, por meio de um questionário semiestruturado. Os relatos foram analisados pela análise de conteúdo. Entre os participantes, 31% tiveram como objetivo praticar atividade física, 28% melhorar a alimentação, 22,9% cuidar da saúde mental, 12,6% emagrecer, 10,3% cuidar da saúde em geral, 6,9% consumir menos álcool, 4,6% parar de fumar, e 1,15% cuidar do meio ambiente. Após dois a três meses, 8,62% não se lembraram e não cumpriram as metas autoestabelecidas, 22,41% as cumpriram totalmente, e 68,97%, apesar de se lembrarem, não as cumpriram. Desses, 77,5% apontaram como motivo para o não cumprimento a falta de disciplina, 17,5% a falta de tempo e 5% problemas de saúde.
dc.format.mediumtext/html
dc.languagept
dc.language.isopor
dc.publisherAssociação Brasileira de Educação Médica
dc.relation.ispartof10.1590/1981-52712015v40n3e01762015
dc.rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess
dc.sourceRevista Brasileira de Educação Médica v.40 n.3 2016
dc.subjectEducação Médica
dc.subjectSaúde Pública
dc.subjectAutocuidado
dc.subjectEducação em Saúde
dc.subjectAtenção Primária à Saúde
dc.subjectPromoção da Saúde
dc.titleCuidados com a Saúde Autosselecionados pelos Usuários da Atenção Primária
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/article
ge.collectioncode0100-5502
ge.dataimportlabelOAI metadata object
ge.identifier.legacyglobethics:12401255
ge.identifier.permalinkhttps://www.globethics.net/gel/12401255
ge.lastmodificationdate2018-01-11 14:49
ge.lastmodificationuseradmin@pointsoftware.ch (import)
ge.submissions0
ge.oai.exportid149512
ge.oai.repositoryid1796
ge.oai.setnameRevista Brasileira de Educação Médica
ge.oai.setspec0100-5502
ge.oai.streamid2
ge.setnameGlobeEthicsLib
ge.setspecglobeethicslib
ge.linkhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022016000300437


This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record