Show simple item record

dc.contributor.authorSiqueira-Batista,Rodrigo
dc.contributor.authorGomes,Andréia Patrícia
dc.contributor.authorAlbuquerque,Verônica Santos
dc.contributor.authorMadalon-Fraga,Rodrigo
dc.contributor.authorAleksandrowicz,Ana Maria Coutinho
dc.contributor.authorGeller,Mauro
dc.date.accessioned2019-09-23T12:52:31Z
dc.date.available2019-09-23T12:52:31Z
dc.date.created2018-01-11 14:49
dc.date.issued2009-06-01
dc.identifieroai:scielo:S0100-55022009000200004
dc.identifierhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022009000200004
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.12424/8371
dc.description.abstractO ensino e a investigação no campo da Imunologia se inscrevem, prevalentemente, num paradigma marcial - ou belicoso -, segundo o qual as interações hospedeiro-microrganismo são vistas de acordo com uma concepção de processos de ataque-defesa. Uma vez que este saber é tradicionalmente abordado nos cursos de graduação da área de saúde, tal perspectiva tem evidente influência na formação destes profissionais, incluídos os médicos. No presente artigo, reflete-se sobre as questões pedagógicas relativas ao modelo ataque-defesa. Realizou-se uma pesquisa teórica, utilizando-se o seguinte método: (1) revisão crítica da literatura, com textos obtidos nos livros e nos capítulos de livros de Imunologia; (2) leitura crítica dos textos; (3) elaboração de síntese reflexiva sobre o tema. Identificou-se que o modelo marcial da Imunologia se apresentou hegemônico nos livros-texto consultados, estando inscrito em idêntica concepção teórica inerente à medicina ocidental, ajudando a compor a visão dos estudantes dos cursos de graduação e pós-graduação e dos trabalhadores da área de saúde. É possível buscar alternativas, inclusive possibilidades para pensar a Imunologia em termos de novos modelos, em termos de homeostase e interdependência (ambos delimitando um paradigma ecológico), talvez mais propícios à abordagem das questões que ora se impõem nos seus horizontes, com inquestionáveis efeitos na educação.
dc.format.mediumtext/html
dc.languagept
dc.language.isopor
dc.publisherAssociação Brasileira de Educação Médica
dc.relation.ispartof10.1590/S0100-55022009000200004
dc.rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess
dc.sourceRevista Brasileira de Educação Médica v.33 n.2 2009
dc.subjectImunologia
dc.subjectEducação médica
dc.subjectModelo Imunológico
dc.titleEnsino de imunologia na educação médica: lições de Akira Kurosawa
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/article
ge.collectioncode0100-5502
ge.dataimportlabelOAI metadata object
ge.identifier.legacyglobethics:12401871
ge.identifier.permalinkhttps://www.globethics.net/gel/12401871
ge.lastmodificationdate2018-01-11 14:49
ge.lastmodificationuseradmin@pointsoftware.ch (import)
ge.submissions0
ge.oai.exportid149512
ge.oai.repositoryid1796
ge.oai.setnameRevista Brasileira de Educação Médica
ge.oai.setspec0100-5502
ge.oai.streamid2
ge.setnameGlobeEthicsLib
ge.setspecglobeethicslib
ge.linkhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022009000200004


This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record